Bola na cesta

Bola na cesta

0 145
Partida que abriu o campeonato estadual entre o Minas Tênis Clube e a equipe Juiz de Fora Basketball. Foto: José Sérgio

O curso de jornalismo do Centro Universitário UNA, por meio de uma parceria com a Federação Mineira de Basketball, realizou nos dias 21, 22 e 23 de setembro a cobertura do Campeonato Estadual Adulto de Basquete 2018

As equipes Minas Tênis Clube e Juiz de Fora Basketball. Foto: José Sérgio

O basquete é um dos esportes em que a estratégia e boa mira, para além da disputa corpo a corpo, são elementos decisivos para uma boa partida. O objetivo maior é conseguir fazer uma cesta de três pontos, o que seria, em analogia ao futebol, um gol de placa.

O curso de jornalismo do Centro Universitário UNA disparou no placar com a parceria feita com a Federação Mineira de Basketball (FMB), que possibilitou aos alunos realizar a cobertura do Campeonato Estadual Adulto de Basquete 2018, durante os dias 21, 22 e 23 deste mês.

Os jogos foram disputados no Minas Tênis Clube e transmitidos ao vivo e comentados com exclusividade pelos alunos de jornalismo. A equipe contou com 27 alunos de diferentes períodos dos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, além dos professores da instituição Elias Santos, Evandro Veras, Alexandre Milagres, Magda Lima Santiago, Márcia Maria Cruz e Piedra Magnani da Cunha.

Em quadra, a nossa equipe, além de narrar os jogos, trouxe ao público conteúdo especial da competição. O material exclusivo você pode acompanhar aqui no site do jornal Contramão.

Formação

Parceria com Federação Mineira de Basketball permitiu aos alunos da UNA realizar cobertura do campeonato estadual. Foto: José Sérgio

A dobradinha feita com a FMB, segundo a coordenadora do curso de jornalismo, Márcia Cruz, abriu leque de oportunidades. Além de vir ao encontro de projetos do Centro Universitário como o “Narrativas Esportivas: Nas Ondas da Rádio Inconfidência”, orientado pela professora Piedra Magnani da Cunha, que vem aguçando o olhar dos alunos para a editoria.

“A parceria com a federação foi uma cesta de três pontos feita do meio da quadra. Nossos alunos e alunas ficaram envolvidos no processo e já podemos ver nas atitudes crescimento profissional, que é o que norteia nosso curso de jornalismo. Estamos muito felizes em nos consolidar como um curso que promove reflexão e prática sobre o jornalismo esportivo”, comemorou Márcia.

No basquete, o tempo em quadra parece uma eternidade, embora, em média, os jogos sejam compostos por quatro períodos de 10 minutos – no total, são 40 minutos, de acordo com a Federação Internacional de Basquetebol (FIBA). O tempo, talvez, seja então, o termômetro do jogo.

Cada segundo, avançado no cronômetro, eleva o ritmo cardíaco dos espectadores. Os olhares, atentos à bola maciça, que inacreditavelmente quica no chão, aguardam como ninguém uma cesta de três pontos. Na cobertura da competição, os alunos de jornalismo tiveram que lidar com esses fatores, com a agilidade do jogo, e com toda a parte técnica que envolve o trabalho jornalístico.

A oportunidade de fazer a cobertura do campeonato potencializou a formação em jornalismo esportivo, uma vez que os alunos participaram de oficinas com profissionais de arbitragem e comunicação. A experiência ainda permitiu a formação de competências exigidas a um profissional como proatividade, trabalho em equipe, gerenciamento de recursos e elaboração de estratégias de comunicação.

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Deixe uma resposta