cidade

0 228
Foto Divulgação

CARNAVAL BLOQUINHO DO QUEIXÃO

 Galpão Unidos do Samba Queixinho – Belo Horizonte, MG
 04 de fevereiro de 2018, 15h-19h
Divulgação

BAILE MIL GRAU – PRÉ CARNAVAL

 O Mercado – Belo Horizonte, MG
 03 de fevereiro de 2018, 22h – 04 de fevereiro de 2018, 05h
Do Lourdes ao Barreiro, da Praça 7 pro mundo, a melhor página de humor de Belo Horizonte, BH M1L GR4U apresenta:
 
➫ BAILE M1L GR4U – Pré Carnaval
 
A festa que foi feita pra quem é M1L GR4U mesmo! Uma noite fora do padrão, com muita alegria ft. ousadia, mostrando toda a diversidade de BH em uma noite inesquecível. Esquentaremos seu sábado, pré carnaval, como você nem imagina.
 
☯ LINE UP ☯
 
↛ Bloco Funk You
↛ DJ Aiman
↛ DJ Veneza
↛ DJ Lucas BHZ
 
☯ INGRESSOS ☯
 
↛ Promocional: R$ 15
↛ Primeiro Lote: R$ 20
 
↳ COMPRE PELO SYMPLA: https://goo.gl/JNUoeT
 
☯ CLASSIFICAÇÃO ☯
 
↛ 18 anos

CARNAVAL UNIDOS DO ROLÊ NA SAPUCAÍ ♡ 03/02

 Rua Sapucaí – Belo Horizonte, MG
 03 de fevereiro de 2018, 14h-22h
C.U.R
CARNAVAL UNIDOS DO ROLÊ

O Bloco JÁ É SENSAÇÃO chegou chegando todo trabalhado no passinho e na purpurina pra soltar o grave por onde passar!

LOS MARIACHIS – PRÉ CARNAVAL – BAILE DO LOS COM BANDA DUBANDU + HITS LATINOS

 Los Mariachis – Belo Horizonte, MG
 02 de fevereiro de 2018, 21h – 03 de fevereiro de 2018, 04h
◣ Localizado no Sion, Los Mariachis é um Mexican Bar com um conceito eclético de sons e sabores que chega para apimentar a noite de BH.
 
FEVEREIRO TEM BAILE! Tem carnaval no México, sim senhor! Com muuuuito axé, hits latinos e caveira mexicana.
Line Up:
❁ Banda Dubandu
❁ Dj Black Josie
 
AÇÕES MUY LOCAS DURANTE A NOITE TODA:
 
❁ Rodada dupla de CaipiOrloff de Limão até as 23h
 
❁ Chopp Pilsen a R$4,99 das 23h até 02h 
❁  Festival de Tacos
❁  Na compra do combo antecipado – diferentes opções – , ganhe 4 OFFS! (Compre aqui: https://goo.gl/hU6Y7y)
Então BORA FICAR LOUCO e aproveitar o pré carnaval mais caliente de BH! 
 
✿ Comemorações, reserva de mesas: (31) 99444-0123 (Whatsapp)
 
Classificação etária do evento: 18 anos.
 
O ingresso antecipado tem valores promocionais. 
 
É obrigatória apresentação deste, seja impresso ou online. 
 
O estorno é possível, desde que solicitado com até 48h de antecedência

RESSACA DA BANDA MOLE NA JOLIE – PAMPULHA

 JOLIE – Belo Horizonte, MG
 03 de fevereiro de 2018, 22h – 04 de fevereiro de 2018, 06h

RESSACA DA BANDA MOLE

A Jolie!, com um novo conceito de casa noturna, recém inaugurada, entra firme no pré-carnaval de BH trazendo os mais destacados artistas da Banda Mole 2018. A Banda Mole se encerra às 22h, mas a festa continua na Jolie com:

Ø Havayanas Usadas – um dos mais queridos blocos de axé do carnaval de BH!

Ø Pacato Cidadão – hits do Skank, Jota Quest, Pato Fu e Tia Nastácia em ritmo de carnaval!

Ø Manu Rosa – a rainha do sertanejo botando tudo pra quebrar em ritmo de carnaval.

Ø Dj Vini Brown – o dj sensação do carnaval de BH, que irá agitar o Trio Elétrico Rivotrio da Banda Mole e noitada da Jolie!

Vai perder?

Informações: 31 – 98288-8283

Comemore seu aniversário com condições mais que especiais:  (31)98578-6955 whatsapp

ENSAIO NO QUINTAL – BLOCO FUNK YOU

 Quintal do Chale – Belo Horizonte, MG
 04 de fevereiro de 2018, 13h-18h

#ENSAIO NO QUINTAL

*Comida, diversão e arte*

Domingo, 04 de fevereiro, 13h

“Quando ela dança, ela me encanta!!!! Quando ela dança, ela me encanta!!!!

Chega no baile tirando onda, ela rebolando é toda lindona…”

E, no último domingão antes do Carnaval, a folia fica por conta do Bloco Funk You e, como o próprio nome já diz, vai ter muito funk em ritmo de carnaval! Ludmila, Anitta, Claudinho e Buchecha, MC Marcinho, MC Leozinho, Dennis Dj, Bonde do Tigrão, entre outros, compõem o repertório da folia!

Vem com a  gente!

Não importa a fantasia, É CARNAVAL!

Show com:
● Bloco Funk You ●

  • Área Gastronômica ●
    • Boi truck•
    (Espetinhos de boi, frango, coração, pra acompanhar aquela cerveja gelada!)
  • Rock City•

(RockFolia: burger picanha 120grs, queijo fatiado cheddar, bacon, barbecue, pão black

RockFolião: 2 burgers de picanha 120grs cada, queijo fatiado cheddar, bacon, barbecue, pão black

Batata RockChips)

  • Comemore seu aniversário com a gente:
    Aniversariante off + 1 drink

– Trazendo 5 amigos pagantes ganha +1 off

– 10 amigos pagantes  +1 off

– Reservamos mesa ate as 14h30 (mesa de apoio (não haverá assentos), reservas limitadas)!

Criamos link sympla pro aniversariante!

Ingressos*:

1º Lote: R$ 5,00

2º Lote: R$ 10,00
Retire seu convite pelo Sympla, não precisa imprimir!

www.sympla.com/ensaionoquintal

(*) Convites LIMITADOS, sujeito a lotação. O ingresso dá direito apenas a entrada ao evento, bebidas e comidas devem ser pagas a parte
Impropriedade: 18 anos (menores, somente acompanhados pelos Pais)
info: 3286-3155  ou 9484-0021 (wpp) (Horário de atendimento: seg a sex de 10h ás 18h)

Local: Avenida Professor Mario Werneck, 530 – Buritis
(logo atrás do Chalezinho)

*O ingresso é pessoal (nominal). É indispensável a apresentação de um documento de identificação original e oficial com foto, juntamente com o ingresso impresso ou no aplicativo da Sympla, para validação da titularidade;

*Transferências de titularidade serão aceitas até 24 (vinte e quatro) horas antes do horário de início do evento, através do e-mail participante@sympla.com.br;

*Em caso de arrependimento da compra, o reembolso do valor do ingresso somente será efetuado caso a solicitação seja feita no prazo de até 7 (sete) dias a contar da data da compra, e desde que realizado o pedido de devolução com, no máximo, 48 (quarenta e oito) horas de antecedência do horário de início do evento. Essa solicitação deve ser feita através do e-mail: participante@sympla.com.br;

*Caso não tenha recebido o ingresso (ou inscrição) em seu e-mail, você pode acessá-lo a qualquer momento através do aplicativo da Sympla, disponível na App Store ou Play Store, no site da Sympla (menu “Meus pedidos”) ou entrando em contato através do e-mail participante@sympla.com.br;

*Outras informações podem ser encontradas em nossa Central de Ajuda: https://goo.gl/V4y9Xj ;

A Sympla não se responsabiliza por ingressos adquiridos em pontos de venda não oficiais.

T R A N S A! – QUE TIRO FOI ESSE!

 Escola De Samba Cidade Jardim – Belo Horizonte, MG
 03 de fevereiro de 2018, 22h – 04 de fevereiro de 2018, 05h

Vocês pediram e a gente atendeu: vai ter Transa! na Quadra! ♥ BORA AQUECER PRO CARNAVAL! 03/02 – 22h

A noite é dedicada UNICAMENTE à MÚSICA BRASILEIRA, SEM SE PRENDER A UM SÓ ESTILO MUSICAL. Os djs se revezam durante toda a festa tocando desde os clássicos até as novidades do cenário independente. Transa! é rock, é samba, é soul, é anos 80, é funk, é axé, é pagode, é forró, é brega (com ou sem tecno). Transa! é uma celebração de música e amor! Carou Araújo + Alfredo Souza = Transa!

INGRESSOS: 15 (INGRESSO SOLIDÁRIO)**

20 (Lote Promocional)

25 (2º Lote)

30 (3º Lote)

E nesta edyção temos uma surpresinha especial: INGRESSO SOLIDÁRIO! Parte do valor da sua entrada será revertido alguma causa, evento, espetáculo dentro da cidade de Belo Horizonte.

PONTO DE VENDAS On line – Sympla

LOCAL QUADRA DA ESCOLA DE SAMBA CIDADE JARDIM Rua do Mercado, 115, Cidade Jardim

AVISOS GERAIS PRA VOCÊ SE DIVERTIR MUITO:

☛ Os ingressos no Sympla estarão disponíveis até as 21h (ou enquanto durar o lote!) NÃO é necessário imprimir o voucher, o mesmo pode ser apresentado no celular.

☛ Cheguem felizes (e cedo para não pegar fila) e dançar nossos primeiros sets!

☛ Aceitaremos cartões de débito e crédito.

☛ Os primeiros a entrar na festa ganham nossos lindos fósforos colecionáveis! Estarão no palco com do DJs.

☛ Deixamos claro que assédio, machismo, racismo, transfobia, homofobia e qualquer outra forma de opressão não serão tolerados.

☛ Levem muito amor pra trocar com a gente!

☛ Comprei meu ingresso, mas infelizmente não conseguirei ir. Outra pessoa pode ir no meu lugar? Posso cancelar minha compra? QUERO VENDER MEU INGRESSO PARA OUTRA PESSOA: não é necessário trocar o nome, você pode mandar o QR Code e a pessoa apresenta na porta para fazer o checkin. QUERO CANCELAR MEU INGRESSO: você poderá solicitar o cancelamento e o reembolso até 24h antes do evento, ou seja, até as 22h do dia 02/02. Mande-nos um email que fazemos o procedimento. E não esqueça que somente receberemos solicitações partir do e-mail que efetuou a compra.

*** Aniversariantes de fevereiro QUE COMEMORAM com a gente ganham OFF para si e + acompanhante, mandem inbox na nossa página. Fechamos a lista no dia 03 às 16h ***

ILUSTRAÇÃO Persechini Tatuagem e Ilustração CURTA TRANSA! https://www.facebook.com/TransaFesta

Não é permitida a entrada de menores de 18 anos. ♥

Para outras informações: Sympla / Fonte

1 652

Por Ana Paula Tinoco

Em meio ao surto de Febre Amarela, o Governo de Minas Gerais decretou calamidade em 162 cidades do Estado nesta semana, colocando como prioridade a vacinação em postos de saúde e campanhas de conscientização da população alertando quanto ao perigo da doença, a falta de informação ou a e procura pela mesma, vem causando outro grave risco, o assassinato de macacos. Os animais vêm sofrendo retaliações quando o real transmissor da doença, o mosquito, segue em paz.

 Biólogos e coordenadores da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Minas Gerais, Nadja Simbera (Gerente de educação ambiental) e Sérgio Augusto Domingues (Presidente da Fundação) atentam para o fato de que em tempos de epidemia, os macacos são nossos amigos, pois são eles que servem para alertar para o início de um possível foco da doença, ou seja, eles servem como bioindicadores, “A morte de um macaco por febre amarela indica que a doença chegou à região e que as medidas para seu combate e prevenção devem ser redobradas”.

 Vale ressaltar que somente os mosquitos infectados são capazes de transmitir o vírus da febre amarela, são eles, exclusivamente, os vetores da doença, já que a contaminação se dá pela picada do Aedes aegypti (em áreas urbanas) e pelo Haemagogus (em áreas silvestres). Ainda segundo os biólogos, nenhum primata contamina diretamente o outro e categorizam, “Vale lembrar que o homem é também um primata e está no ciclo da doença, mas não transmite diretamente para outra pessoa. Assim também ocorre com micos, saguis, guigós, sauás, bugios, barrigudos, barbados e tantos primatas não-humanos nativos das florestas brasileiras.”.

 E advertem que apesar de o mosquito se contaminar ao picar o símio doente, eles (os macacos) não são transmissores e assim como homens e mulheres, os mesmos adoecem somente quando são picados.

 O mito

 Sobre o nascimento do mito de que macacos transmitem a Febre Amarela, os biólogos atentam para a desinformação passada pelo famoso “boca-a-boca” e o pouco esclarecimento da população e partem do pressuposto de que a morte dos animais é prejudicial aos humanos, “Algumas pessoas não entendem o fato de a morte de primatas não-humanos por febre amarela servir apenas como alerta para a chegada da doença na região. ”, enfatizam.

 Ainda de acordo com os profissionais, este equívoco é muito sério e chamam atenção para o fato de que o real inimigo é o mosquito e apenas ele deve ser combatido ao tomarmos precauções com relação à proliferação dos focos em ambientes de risco como água limpa parada. E chamam atenção para o fato de que maltratar animais é crime previsto em lei, com o agravante neste caso de se tratar de animais silvestres. E para isso, o poder público conta com a ajuda e apoio de veículos de comunicação no esclarecimento das formas de transmissão e assim como as ações de prevenção, sendo a vacinação a mais eficaz.

 Precauções a serem tomadas:

 Sendo transmitida através de dois tipos de ciclos, o silvestre e urbano, sendo que o primeiro acontece quando o mosquito do gênero Haemagogus e Sabethes picam macacos ou outros animais silvestres infectados é necessário que pessoas que estiveram em locais de risco se vacinem, pois, são elas que levam a doença para as cidades e a transmitem ao serem picadas pelo Aedes Aegypti.

 Outra forma de evitar a proliferação é ter cuidado com caixas d’agua, entulho acumulado, pratinhos de planta e garrafas viradas para cima, assim como pneus. Mas, não se esqueça que a vacinação ainda é o melhor caminho para evitar contrair a doença e assim interromper o ciclo que pode levar à epidemia da doença. Algo que não ocorre desde a década de 1940 no Brasil.

 

Imagem: Reprodução/Google

Por Bruna Valentim

Cartas para Julieta, Querido John, Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito; essas são apenas algumas obras da ficção clássica e contemporânea onde as cartas são consideradas um personagem importante, com poder de ditar os rumos das situações na trama principal. As cartas contam segredos, dores, declaram paixões, arrependimentos e novidades.

 

Desde o início dos tempos a comunicação por meio da escrita foi essencial para as relações humanas. As cartas foram, por anos, o único meio de comunicação entre pessoas queridas que estão distantes, elas podem ser carregadas de palavras de amor, frustração, carinho e raiva. Cartas já tiveram o poder de começar alguns relacionamentos e finalizar outros. Por vezes enviar cartas é o único meio encontrado por pessoas com dificuldades de verbalizar seus sentimentos e anseios. Cartas podem ser tanto um ato de amor quanto um ato político.

 

No dia 25 de janeiro, é comemorado o dia do carteiro, o principal meio entre o mensageiro e o receptor. O profissional que trabalha horas por dia faça chuva ou faça sol para que as correspondências cheguem até seu destinatário final. Seja o cartão postal de um amigo que está distante, uma conta a pagar, um encomenda há tempo ansiada, uma carta de alguém especial.

 

Com o surgimento da tecnologia, o envio de cartas manuscritas foi diminuindo, sendo substituída por fax, emails e as populares mensagens instantâneas. O uso da tecnologia foi um grande auxílio para acelerar diálogos e transmitir notícias em tempo real.  Mas ainda há pessoas apegadas a prática intrínseca de pegar uma caneta, um papel e colocar seus sentimentos ali, um ato cada vez mais raro e por consequência valorizado.

 

Larissa Ohana, 23 anos, escreve crônicas o tempo todo e disponibiliza na internet para seus textos. Com páginas em plataformas online a estudante de moda se sente confortável ao compartilhar com mundo suas emoções. Larissa não se recorda de escrever cartas diretamente direcionadas a alguém, mas gosta da pessoalidade da ideia “Acho muito legais, mas é algo que não é do nosso tempo. O que atrapalha é a dificuldade das notícias alcançarem seus destinos, que é o que acontece com as redes sociais. Talvez se houvesse uma forma de fazer isso de forma online, seria interessante. Hoje provavelmente eu escreveria para pessoas queridas, gente que eu amo, contaria sobre minha vida e perguntaria sobre a vida delas”.

 

A funcionária pública Maria Silva de 55 anos, por outro lado lembra com nostalgia de sua juventude e sobre a importância das cartas em suas relações “Já escrevi muitas cartas de amor, muitas. Me comunicava assim com um noivo do passado, que não era aceito pela família na época. Trocamos confidências e juras de amor por muito tempo. Também foi por carta que finalizamos nosso relacionamento. Descobri uma traição e estava tão chateada que não conseguiria encara-lo pessoalmente, então escrevi uma carta.” Relembra “Hoje em dia as coisas estão​ mais rápidas, mas tinha algo especial em tirar uma parte do seu dia, escolher um papel de carta, um envelope, ir até o correio ou esperar ansiosamente o carteiro. Eram coisas simples que traziam felicidade” finaliza

 

Por sua vez o publicitário Henrique Ferreira de 25 anos, conta que escreve cartas independentemente delas serem entregues, escrever sempre me ajudou ou não “Tive um momento difícil na minha vida, tava com um forte bloqueio criativo e depois disso dei uma pausa, mas eu escrevo sempre sempre sempre. Hoje em dia tudo é muito virtual, cartas você escreve e guarda. As coisas virtuais vão e voltam. Eu envio muitas cartas então não sinto falta de enviar, mas sinto de receber. Hoje com as redes sociais tudo tá muito impessoal. Então eu recebo textos pelo twitter, facebook, emails… Mas cartas a punho eu posso contar nos dedos quantas já recebi. Se eu fosse escrever uma carta hoje, escreveria para o meu eu do passado, contando um pouco como estão as coisas aqui agora. Escreveria para o Henrique adolescente, acho que seria legal, receber umas atualizações, umas palavras de conforto de mim agora”.

 

No Facebook existe um grupo com essa finalidade, as pessoas contam seus problemas, dramas pessoais, histórias, e deixam sua caixa postal, para quem ler e se identificar de alguma maneira ou quiser ajudar, possa enviar uma carta.

 

Além do Dia do Carteiro, também é comemorado os 355 anos dos Correios. Simone das Graças, que trabalha na firma desde de 2002,  ressalta que a empresa mudou muito ao longo dos anos, o que se deu devido ao avanço da tecnologia “Hoje quem procura o serviço de envio de cartas é majoritariamente  familiares de pessoas em situação carcerária, com isso o foco social mudou um pouco e hoje em dia serviços de sedex são os mais procurados, então a empresa dá mais importância ao transporte de mercadorias. Fazemos vários serviços bancários também pois temos convênio com o Banco do Brasil,temos telefonia e outros serviços do gênero”

 

Em caso de dúvidas quanto ao funcionamento das agências dos correios Simone explica “O recebimento de cartas pelo destinatário não mudou e é entregue no endereço colocado na caixa de correios quando registrada em casos de encomenda a mesma é entregue com a assinatura do receptor”.

 

 

Por Hellen Santos 

 

Para regulamentar o funcionamento dos serviços de transporte por aplicativo e proporcionar segurança aos usuários e prestadores do serviço, a prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta última quarta-feira (24), no Diário do Município (DOM) o Decreto Nº 16.832 de 23 de janeiro de 2018. Os aplicativos mais conhecidos como Uber, Cabify e 99 pop terão que pagar 1% do valor de cada viagem a PBH. Essa taxa nomeada de preço público será repassada às diretrizes do Plano Direto de Mobilidade Urbana da capital mineira (PlanMob-BH).

O presidente da BHTrans Célio Bouzada e o secretário de Planejamento de BH, André Reis anunciou na coletiva desta manhã (25) o critério e valor a ser pago para processo de regulamentação. “Olhamos todas as cidades onde eles são regulamentados. Vamos optar pelo cobrar o menor valor de utilização das vias, que é um 1% do faturamento da corrida. Isso, no nosso entendimento, não onera em nenhum momento os aplicativos. Vão continuar oferecendo o que já fazem, mas com esse regramento simples, ” relatou o presidente da BHTrans.

As empresas de transporte serão conhecidas agora como Operador de Transporte Individual Remunerado (Otir). Os aplicativos ainda têm o domínio do valor que será cobrado dos passageiros e também por todo diálogo entre os usuários e motoristas.

Critérios necessários para a regulamentação

Credencial de Otir emitido pela BHTrans; Carteira de identidade e CPF; Carteira nacional de habilitação explicitando o exercício de atividade remunerada; certidões negativas de distribuição de feitos criminais; aprovação em curso para prestação do serviço de transporte de passageiros.

Em nota o aplicativo Uber se posicionou sobre a decisão da prefeitura:

“O decreto publicado hoje pela Prefeitura de Belo Horizonte é um passo na direção de uma regulação moderna para a cidade, considerando os milhares de motoristas parceiros e usuários da Uber, preservando sua liberdade de escolha. A Uber vai cumprir sua obrigação de avaliar os impactos das novas regras e se preparar para responder às adaptações necessárias para o cumprimento do modelo estabelecido. Iniciativas para regulamentar o transporte individual privado por meio de aplicativos são positivas, desde que não imponham burocracias desnecessárias que inviabilizem o sistema. Queremos manter um diálogo aberto com a Prefeitura para continuar a discutir os benefícios que a tecnologia pode trazer para as pessoas e para as cidades. ”

Votação no Senado

Na última terça-feira (23) o senado aprovou com 46 votos o projeto que impõe algumas regras nos aplicativos de transporte. Foram retirados a obrigação que o Uber e Cabify tivessem placa vermelha, e que o carro usado para trabalho fosse de propriedade do motorista. O conteúdo retornou para a câmara que decida continuar com as alterações ou prosseguir com o texto anterior. A proposta escolhida ficará pendente até a análise dos deputados. Lindbergh Farias (RJ), líder do PT afirma que tem que abaixar a taxa que é cobrado por viagens ao motorista: “É um absurdo que os aplicativos cobrem 25% pelo serviço prestado pelos motoristas. Nossa proposta é reduzir esse valor para 10%”.

0 373

Por Ana Paula Tinoco

Helicóptero da Globo caiu nesta manhã de terça-feira, 23, na Praia do Pina, Zona Sul de Recife. O acidente que ocorreu por volta das 6h15 (horário local) deixou duas vítimas fatais e uma pessoa foi socorrida em estado grave segundo informações do corpo de bombeiros e encaminhada para o Hospital da Restauração (HR), na área central da capital de Pernambuco.

Os ocupantes da aeronave eram funcionários da empresa Helisae que trabalha junto há Emissora há 15 anos prestando serviços. Além do piloto, o comandante Daniel Galvão, que morreu no local, ainda ocupava a aeronave a 1º sargento da Aeronáutica Lia Maria de Abreu de Souza, chegou a ser socorrida, mas não resistiu, e o operador de transmissão Miguel Brendo.

Em entrevista ao Bom Dia Pernambuco, Valdemir, que é técnico de enfermagem do Samu disse que apesar da informação inicial de que haviam quatro pessoas a bordo, apenas três haviam sido resgatadas. Segundo informações da empresa, o helicóptero passou por uma revisão semana passada e operava normalmente.

Foto por Ana Luísa Arrunátegui

Texto por Henrique F Marques
Vídeo e edição por Ana Luísa Arrunátegui e Henrique F Marques

O Expedições nasceu de algumas conversas no NUC (Núcleo de Convergência de Mídia) base do Jornal Contramão, este é um projeto baseado na ideia de se aprofundar no desconhecido e conseguir coletar suas histórias, não se importando com a veracidade dela e sim, em mostrar as pessoas ali presentes. Sem nenhuma pauta fixa, com uma mochila, câmeras e quase sem contatos, os representantes do Contramão, chegam a cidade para descobrir quais são as histórias e lendas do lugar.

Nesta segunda edição do projeto Expedições, os estagiários Ana Luísa Arrunátegui e Henrique Faria Marques, conversaram com o Sr. Baeta, que é um antigo morador da pequena cidade de 8 mil habitantes, ele também é conhecido por, diariamente, ir de bicicleta até o Bar da Nerilda, tomar sua cerveja, o interessante disso é que Sr. Baeta tem 95 anos de idade, e continua sendo uma pessoa ativa e com uma ótima memória.

Nosso anfitrião, nos recebeu com um sorriso no rosto, mesmo nunca ter nos vistos. Ele nos contou uma pouco sobre sua trajetória até Rio Acima, inclusive o dia e o ano em que mudava de cidade em cidade, a procura de trabalho.