Cultura

0 397

Depois da correria causada pelas provas de final de ano e vestibular, o movimento nas bibliotecas públicas ainda não caiu. A estudante Camila Silva, 22 anos por exemplo, continua frequentando a biblioteca estadual. “Agora tenho momentos de diversão e lazer. Sempre convido meus amigos para virem também”. Além de livros, computadores e salas de estudo, os estudantes contam ainda com exposições em espaços das bibliotecas. Ontem por exemplo, foi inaugurado a “III Amas Mostra Origens: Culturas em Movimento” que faz parte da comemoração dos 112 anos da capital mineira. Na exposição é possível encontrar estandes do congado feitos em pano e mais 16 telas feitas em óleo, além de painéis de serigrafia pintados por jovens do projeto Vôo Para a Cidadania, uma parceria entre Amas (Assossiação Municipal de Assistência Social) e Infraero. A galeria estará aberta para visitação das 9h às 18h e o endereço é Rua da Bahia, 1889, 2º piso.

 

Texto e foto: Camila Sol

0 244

Hoje e amanhã, dias 09 e 10 de dezembro, os alunos do teatro da PUC apresentarão a peça Romeu e Julieta. Ela faz parte da 18º Mostra de Trabalhos Finais de Curso da Escola de Teatro PUC – MG, a mostra acontece sempre nos meses de junho, julho, novembro e dezembro.  O roteiro de Willian Shakespeare foi dirigido e adaptado por Luiz Arthur.

A entrada é gratuita mediante a 1kg de alimento não perecível. A peça tem ínicio às 20 horas no Espaço Cultural da Escola de Teatro PUC Minas, localizado na Rua Sergipe, nº 790, bairro Funcionários.

Nos dias 12,13,14 de dezembro será apresentada ainda a peça A Morta, do mesmo diretor de Romeu e Julieta, com o texto de Oswald Andrade.  A adaptação também faz parte da mostra e será no mesmo local, horário e também entrada gratuita.

Por: Natália Oliveira

Foto: Gustavo Freitas

0 281

A novela da Rede Globo “Caminho das Índias” obteve grande sucesso no país como também internacionalmente, recebendo o prêmio de melhor telenovela do mundo no International Emmy Awards.

O Consulado da Índia de Belo Horizonte, junto com o restaurante Maharaj, localizados na Rua Paraíba, 523,  traz para a cidade a exposição “Cenário da novela Caminho das Índias”. Farão parte deste acervo estátuas legítimas de Ganesha e Shiva, peças do templo e outros objetos que caracterizaram

A exposição ficará aberta até o dia 30 de dezembro, de  terças a sextas-feiras, a partir de 19h, sábados a partir de 12h e domingos,  de 12 às 17h.

Foto e texto por Juliane Schlosser

0 271

Nesta sexta-feira encerra a IX Semana da Língua Italiana no mundo. O tema deste ano é “O italiano entre ciências, arte e tecnologia”, onde já homenagearam Galileu Galilei, com as novidades celestes no dia 12 de novembro. Hoje quem passar pela Galeria de Artes Passarela, prédio anexo da Biblioteca Pública Prof. Francisco Iglesias, localizada na rua da Bahia, 1889, se depara com o novo homenageado, Guglielmo Marconi. Ele foi o pioneiro das telecomunicações e ganhador do Prêmio Nobel da Física em 1909.

Na galeria se encontram 16 painéis com a historia do grande inventor. Os painéis seguem com legendas em português e italiano.

Entres suas invenções podemos destacar a radiografia e radiodifusão. E teve um grande sucesso quando aprimorou a transmissão do código Morse sem fios, quando estava atravessando o Atlântico Norte em 1899.

pronta

Fotos e texto por Ana Paula P. Sandim

O conjunto arquitetônico “Encontro Marcado” será transferido da Praça Carlos Drummond de Andrade para a Biblioteca Pública Estadual Luis Bessa. A obra, composta pelas estátuas de bronze em tamanho natural dos escritores Otto Lara Rezende, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos e Hélio Pelegrino, ficavam entre a antiga Secretaria de Educação e o anexo da Biblioteca Pública, em frente à Praça da Liberdade.
Helena Maria Alves, arquiteta responsável pela transposição do monumento, esclarece que com a implantação do Circuito Cultural da Praça da Liberdade, as estátuas perderam a visibilidade no lugar onde estavam. “Nada mais conveniente do que trazer o conjunto arquitetônico dos escritos para frente da biblioteca,” ressalta.
A obra, projetada pelo artista plástico Léo Santana, faz alusão ao livro de Fernando Sabino, “Encontro Marcado“, publicado em 1956, e recria um encontro casual dos “quatro cavaleiros do apocalipse”, como eram conhecidos os escritores. O intuito era eternizar a amizade deles.  O monumento, muito popular, foi inaugurado em 2005 e foi alvo de depredações nos anos seguintes.

Por: Natália Oliveira

O Museu Mineiro de Belo Horizonte, localizado na avenida João Pinheiro,  342, no bairro Funcionários, continua em obras. De acordo com o diretor  Francisco Magalhães, as obras do espaço estão dividas em duas etapas. Uma delas, a que compreende a área de entretenimento e  espaço destinado a um café, devem terminar até o final do ano, enquanto que a parte estrutural do museu ainda não tem data certa para ser entregue à população. A previsão de reabertura do museu era em meados deste ano, porém é pouco provável que isso aconteça nos dois últimos meses de 2009.  Uma nova data ainda não foi divulgada pelo diretor do museu.

A reforma trará uma grande mudança no espaço, como uma passarela que liga o Arquivo Público Mineiro ao museu, dando assim mais acessibilidade aos visitantes.

 

Saiba sobre o museu no blog: Museu Mineiro

Por Ana Paula Sandim e Nélio Souto