Entretenimento

Por Ana Paula Tinoco

A abertura da Mostra CineBH 2017 ocorreu ontem, 22 de agosto, no Cine Theatro Brasil Vallourec. Com entrada franca, o público foi recebido pela atriz Lira Ribas, mestre de cerimônia, responsável por conduzir a apresentação de um roteiro voltado para a diversidade. A noite que teve uma programação interativa contou em sua abertura com a participação de Mc Douglas Din, Marise Dinis e Ailtom Gobira do Duo Paralelo em uma performance audiovisual dirigida por Chico de Paula e Grazi Medrado ao som do músico G.A. Barulhista.

Para o Jornalista João Alves a proposta deste ano que gira em torno de um assunto que diz respeito a todos nós: “Urgências do Mundo”, tem tudo a ver com a realidade que vivemos em nossa capital: “Eu espero que com esse tema a mostra abra as portas de vez para um evento cada vez mais político, democrático e inclusivo, pois infelizmente o cinema é uma linguagem que não é direcionada para todos, seja pelo espaço, pela representatividade ou pelo preço”.

As homenagens deste ano serão voltadas ao crítico, ator e cineasta francês Pierre León, que em sua primeira visita ao Brasil, terá 14 filmes exibidos em retrospectiva na programação da CineBH. León que subiu ao palco para receber o prêmio, desculpou-se por não conhecer nosso idioma e bem-humorado brincou iniciando seu discurso com uma palavra que nós mineiros conhecemos bem: “uai! ”

“Obrigado pelo meu primeiro prêmio. Venham ver pelo menos um dos meus filmes, tem muitos, para saber se esse troféu foi merecido. Obrigado, obrigado a todos. ” – Pierre León

Dando continuidade à noite, o filme “Corpo Elétrico”, primeiro longa-metragem de Marcelo Caetano, foi exibido em pré-estreia em Minas Gerais.

De Minas para a Minas, o diretor mineiro nos traz a história de Elias, jovem trabalhador que divide seu tempo entre o ofício numa pequena empresa e as noitadas regadas à bebida, gargalhadas e sexo com amigos e parceiros.

 

Sobre a programação: Mostra CineBH

 

Por Ana Paula Tinoco

A Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte – CineBH – chega a sua 11ª edição, o evento que terá início hoje, 22 de agosto, conta com uma programação diversificada e gratuita. No total serão exibidos 101 filmes, sendo 41 longas, 1 média e 59 curtas-metragens organizados em 60 sessões distribuídas em toda grande BH.

A mostra que irá até o dia 27 de agosto, receberá pré-estreias e retrospectivas vindas de seis estados brasileiros: Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná. Além, da participação de 16 países: Brasil, França, Reino Unido, Estados Unidos, Portugal, Senegal, Alemanha, Japão, China, Rússia, Áustria, Líbano, Síria, Emirados Árabes, Qatar Tailândia.

Os espaços ocupados serão ao todo dez, são eles: Fundação Clóvis Salgado, Teatro Sesiminas, Sesi Museu de Artes e Ofícios, Sesc Palladium, Cine Theatro Brasil Vallourec, Praça Duque de Caxias – Santa Tereza, MIS Cine Santa Tereza, Cento e quatro Centro Cultural, Serraria Souza Pinto.

A novidade este ano fica por conta da montagem de um cinema na Praça da Estação, ao ar livre. Integrando a programação da Minas Gerais Audiovisual Expo – A MAC – o objetivo desta estreia é abrir e intensificar a interação entre a CineBH, Belo Horizonte e todos os movimentos sociais e culturais vigentes em nossa cidade.

Abaixo link dos lugares em que a 11ª Mostra de Cinema Internacional de Belo Horizonte – CineBH –  ocorrerá:

  • Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes

Avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • CentoeQuatro – Centro Cultural

Praça Ruy Barbosa, 104 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • Teatro Sesiminas

R. Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia, Belo Horizonte – MG

  • Sesi Museu de Artes e Ofícios

Praça Rui Barbosa, 600 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • Sesc Palladium (Entrada Principal)

Av. Augusto de Lima, 420 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • Cine Theatro Brasil Vallourec

Av. Amazonas, 315 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • Praça Duque de Caxias

Santa Teresa, Belo Horizonte – MG

  • MIS Cine Santa Tereza

R. Estrela do Sul, 89 – Santa Teresa, Belo Horizonte – MG

  • Serraria Souza Pinto

Av. Assis Chateaubriand, 809 – Centro, Belo Horizonte – MG

  • Praça da Estação

Av. dos Andradas – Centro, Belo Horizonte – MG

Para informações sobre a programação completa: CineBH

 

 

 

0 299
Foto: Pablo Bernardo/Divulgação

Por Hellen Santos

Morador desde da infância da Vila Marçola, no aglomerado da Serra na região Centro-Sul de Belo Horizonte, Wallison Culu dançarino profissional a mais de quinze anos. Conhecido na comunidade por suas parcerias com várias associações e projetos Culturais do Serra em combate a redução da criminalidade com proliferação de cultura e dança, e também por levar o nome da comunidade para vários lugares no território mineiro com seu grupo de dança.

Com um sobrenome artístico bem diferente adotado por um apelido dado pela avó ainda na infância, Culu vem fazendo o seu nome de sua comunidade crescer fora de Belo Horizonte, por seus vários espetáculos teatrais. Em seu currículo ele já está na sua sétima peça “Pai contra mãe”, espetáculo todo produzido com interpretação em ritmo da Dança urbana. O espetáculo é baseado em um conto de Machado de Assis e é feito pelos artistas da Cia. Fusion.

Para estimular a comunidade, Culu está organizando no dia 20 de agosto a primeira edição do projeto “Danças Urbanas Quebrada”. No evento será ministrado algumas oficinas de danças abertas para o público no período da manhã. Na parte da tarde ocorrerá a batalha de danças com inscritos e alguns grupos convidados. O melhor desempenho terá premiação. Danças Urbanas Quebradas serão realizadas na Escola Municipal Senador Levindo Coelho, na Rua Caraça, 910 no Bairro Serra, perto da porta do Parque Mangabeiras.

“A arte está para todos, mais nem todos a consomem”

Para mais informações entrar em contato no e-mail: wallisonculu@hotmail.com

Por Tiago Jamarino – Start – Parceira Contramão HUB

 

ADVERTÊNCIA DE SPOILER  PARA  Star Wars: Os Últimos Jedi.

Um próximo novo livro de Star Wars: Look and Find contará com dois spreads de Os Últimos Jedi. Um deles ocorre em Ach-To e explora alguns dos belos cenários, bem como os habitantes da ilha:

 

“Starkiller Base é vencida, mas Kylo Ren escapou. Graças a Rey e seus amigos, o BB-8 trouxe as coordenadas de Luke Skywalker de volta à Resistência. Em seu nome, Rey viaja para o planeta Ahch-To, na esperança de alistar a ajuda de Luke. Enquanto Rey persuade o último Jedi a se juntar à Resistência, procure essas características rochosas … “

 

O livro também fornece alguns detalhes sobre a Resistência. Em particular, Poe Dameron, BB-8 e Paige Ticoestão envolvidos:

 

“Enquanto isso, Poe está ocupado fazendo alguma persuasão própria. Ele e o BB-8 estão passando pela última frota de assalto da Primeira Ordem para abrir caminho para o esquadrão do bombardeiro da Resistência, liderado pelo piloto da Ace, Paige. O BB-8 manterá as coordenadas diretas. Você procura esses navios da Primeira Ordem … “

 

Escrito e dirigido por Rian Johnson, o elenco de Star Wars: Os Últimos Jedi inclui Mark Hamill como Luke Skywalker, Carrie Fisher como General Leia Organa, Daisy Ridley como Rey, John Boyega como Finn, Adam Driver como Kylo Ren, Oscar Isaac como Poe Dameron, Lupita Nyong’o como Maz Kanata, Kelly Marie Tran como Rose Tico, Laura Dern como vice-almirante Amilyn Holdo, Gwendoline Christie como capitã Phasma, Andy Serkis como líder supremo Snoke, Domhnall Gleeson como general Armitage Hux, Benicio Del Toro como “DJ”, Joonas Suotamo como Chewbacca, Anthony Daniels como C-3PO e Jimmy Veecomo R2-D2.

 

Star Wars: Os Últimos Jedi está programado para ser lançado nos cinemas em 15 de dezembro de 2017.

 

Fonte : SWNN

Por Davi Abner – Start – Parceiros Contramão HUB

Jaime-1

Após o episódio dramático de domingo (6) passado de Game of Thrones, a estrela Nikolaj Coster-Waldau, que interpreta Jaime Lannister, sentou-se com EW para discutir o destino de seus personagens.

 

Primeiro, Coster-Waldau falou sobre aquela grande batalha e o que era ver os homens de seu personagem queimados vivos. Ele disse:

 

“Mesmo que Daenerys seja o herói e os Lannisters sejam os vilões, ser queimado vivo não é ótimo. É uma coisa terrível quando este lança-chamas monstruoso vem e incinera milhares e milhares de homens que estão apenas fazendo seu trabalho “.

 

No final da batalha, vemos Jaime indo em direção a Daenerys em uma tentativa final de destruir a Mãe dos Dragões. Sabemos que ele é salvo de uma certa incineração no último momento quando ele é jogado na água, mas Coster-Waldau observou que a direção do roteiro dizia: “Um dos nossos principais personagens está prestes a morrer …” Coster-Landau deu uma visão no que seu personagem poderia ter pensado naquele momento, ele decidiu correr o tempo para terminar a batalha. Ele disse:

 

“Jaime é tão idiota que ele pensa por um segundo:” Se eu posso fazer isso, posso ganhar tudo em uma Ave Maria “.

 

Enquanto Coster-Waldau não mencionou se Jaime vai sobreviver, ele notou que ele não vê um futuro brilhante para o personagem. Ele notou:

 

“Não vai acabar bem com Jaime Lannister, não consigo imaginar”.

 

A série conta com Peter Dinklage como Tyrion Lannister, Nikolaj Coster-Waldau como Jaime Lannister, Lena Headey como Cersei Lannister, Kit Harington como Jon Snow, Emilia Clarke como Daenerys Targaryen, Aidan Gillen como Petyr Baelish, Liam Cunningham como Ser Davos Seaworth, Carice van Houten como Melisandre, Rory McCann como Sandor “O Cão” Clegane, Maisie Williams como Arya Stark, Conleth Hill como Varys, Alfie Allen como Theon Greyjoy, John Bradley como Samwell Tarly, Gwendoline Christie como Brienne de Tarth, Kristofer Hivju como Tormund Giantsbane, Isaac Hempstead Wrightcomo Bran Stark, Jerome Flynn como Bronn, Iain Glen como Jorah Mormont, Hannah Murray como Gilly.

 

Game of Thrones continua no próximo domingo às  22:00 horas na HBO.

Por: Kedria Garcia

A Praça Marechal Floriano Peixoto, localizada no bairro Santa Efigênia região Centro-Sul de Belo Horizonte, recebeu nos dias 21, 22 e 23 de julho a segunda edição do Festival da Gentileza com muito gás. A praça comumente conhecida como Praça do BG, foi palco de uma programação diversa com shows, feiras, oficinas, contação de histórias entre outras atrações.

A edição anterior, ocorreu na Praça da Liberdade e foi marcada com fitas coloridas e suas frases de reflexão, este ano não foi diferente. Posicionadas na entrada da praça, o público adulto aproveitou para tirar fotos e as crianças para se divertir entre as faixas. O evento chama a atenção por incentivar a população a dar uma respirada e parada na correria da vida cotidiana deixando a rotina de lado, o que foi bem aproveitado com as toalhas na grama e os piqueniques.

 

Foram três dias para entender a necessidade da gentileza praticada diariamente. A festa teve como tema: “Respire, Pare e Faça”, instigando os belo-horizontinos a repensar no tempo gasto, assim como a capacidade de colaboração e a solidariedade.

A organização ficou por conta do movimento Verbo Gentileza com apoio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte e a Fundação Municipal de Cultura, além dos patrocínios de empresas privadas e algumas parcerias foram feitas para promover o festival.