Entrevista

Na Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, o Museu de Ciências Naturais da PUC Minas mobiliza a população. Do dia 22 ao dia 25 de Outubro, das 09h às 17h, tendas estarão montadas na Praça da Liberdade. Elas abrigarão exposições como “Da era do gelo à era digital – Desvendando Minas Gerais” entre outras. Ocorrerão bate-papos com pesquisadores, oficinas educativas, jogos e um paredão rupestre onde o visitante deixará seu registro.

Segundo os organizadores, as exposições têm como objetivo atrair jovens e crianças com temas e atividades ligados a Ciência e Tecnologia, valorizando assim a criatividade, a atitude cientifica e a inovação.

A Semana Nacional da Ciência e Tecnologia pretendem mostrar a importância do tema para o desenvolvimento do país, abrindo assim possibilidade para que a população brasileira tenha conhecimento e discuta as relevâncias e os impactos das pesquisas cientificas e tecnológicas. Mostrando assim na tenda Mecatrônica e Paleoarte, como seria o movimento dos braços do bicho preguiça.

Programação completa: Clique aqui

mais informações no site Ciência no Brasil

(foto: visitante deixando seu registro )

A Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) promoverá  a terceira edição do Saúde na Praça, sábado 17, das 8h às 13h, na Praça da Liberdade. O evento tem como objetivo orientar a população sobre as doenças que podem ser combatidas com uma simples mudança de hábitos para ter uma vida saudável. Ocorrerá palestras, cursos de primeiros socorros, aferição de pressão arterial entre outras atividades ligadas a saúde e bem estar.

mais informações no site: (AMMG)

No cruzamento das ruas Gonçalves Dias com Bahia, o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual (Sindifisco) protesta contra o governo de Minas. Jovens estendem uma faixa e distribuem panfletos a fim de divulgar a ação. Segundo o sindicato, o governo fezimg_00592 cortes em investimentos sociais como saúde, educação e segurança, enquanto as despesas como o  pagamento da dívida crescem. No panfleto podemos ler: “Nos últimos anos, a dívida do Estado cresceu de R$ 35 bilhões para R$ 60 bilhões e o governo, agora, faz um empréstimo de mais R$ 1 bilhão. O Centro Administrativo, projeto pessoal do governador, orçado em R$ 500 milhões em 2006, já atingiu a cifra de R$ 1,5 bilhão”.

A Assessoria de Impresa do Governo de Minas Gerais rebate as acusações e revela que o custo para a construção da Cidade Administrativa é de R$ 949 milhões, valor inferior ao que estava previsto no início da obra. Sobre os cortes nas áreas públicas, apontados pelo sindicato, o governo garante que continua mantendo os investimentos, mesmo com as perdas sentidas após a crise econômica.

por Mara Rodrigues e Hélio Monteiro

Foto: Hélio Monteiro

0 396

 Palestra Josemar Gimenez

 A Faculdade de Comunicação e Artes (FCA) do Centro Universitário UNA recebeu ontem (18/08), no teatro do ICBEU, o jornalista Josemar Gimenez (à esquerda na foto) para uma palestra sobre profissão e mercado. Gimenez já foi repórter de vários veículos e atualmente é diretor de redação dos jornais Correio Braziliense e Estado de Minas. Foi ele o responsável pela criação do tablóide mineiro “Aqui”, em outubro de 2005.

Dentre os vários temas abordados, o jornalista lembrou que os profissionais que estão se formando devem se habituar às novas tendências do Jornalismo, pois irão lidar com várias ferramentas ao mesmo tempo, como internet, vídeos e podcasts. Gimenez ressaltou ainda que é muito importante saber integrar essas mídias e não somente lidar com cada uma delas de maneira isolada. Sobre o fim do jornal impresso ele disse que os veículos precisam modificar o seu formato, pois podem acabar perdendo muito espaço para o “jornalismo móbile” (jornalismo no celular).

Palestra Josemar GimenezCom o assunto do fim da obrigatoriedade do diploma em alta, o diretor de redação destacou a importância de ter uma formação acadêmica na área, pois muitos veículos só contratam profissionais formados. Gimenez disse que escrever textos muitas pessoas escrevem, porém só os jornalistas por formação sabem organizar as informações e apurá-las corretamente quando saem às ruas em busca de matérias.

Texto: Natália Oliveira
Fotos: Áurea Maíra Costa