Musica

Foto : ( Capricho)

 


Música

“Que tiro foi esse”. A autora da música mais falada do mês desembarca em BH nesta sexta-feira (19), para participar de um evento que ocorrerá no Parque Municipal, a partir das 19h. A cantora é convidada do Bloco “Já é sensação”.

No sábado (20) a partir das 18h30, a banda BaianaSystem irá reunir com os blocos Chama o Sindico e Pena de Pavão de Krishna, também no parque. O evento tem como objetivo, estimular a reflexão sobre a sustentabilidade em BH, dando ênfase no respeito e na liberdade de expressão.

Valor:  R$ 15 o lote extra /  BLOCO DO PIMPÃO – JOJO TODYNHO

Endereço:  Parque Municipal. Avenida Afonso Pena, 1.377, Centro

 

 

Artes Visuais

O Centro Cultural Banco do Brasil reúne 120 obras do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (FILE) na exposição “Disruptiva”. A mostra começa nesta sexta-feira (19) e vai até dia 19 de março. A entrada é gratuita e a classificação é livre. 

Endereço: Praça da Liberdade, 450 – Funcionários, (Praça da Liberdade)

 

Saúde

A Prefeitura de Belo Horizonte vai reforçar a vacinação contra febre amarela neste final de semana. Os 152 centros de saúde vão funcionar neste sábado, dia 20 de janeiro, para vacinação. O horário de funcionamento será das 08 às 17 horas. Saiba mais no link.

 

 

 

Por Hellen Santos 

 

O Brasil é um dos países mais ricos culturalmente, de norte a sul encontramos diversas formas de demonstração de cultura, movimentos como a Bossa Nova e a Música Popular Brasileira (MPB).  No repertório de nomes consagrados como, Roberto Carlos, Carmem Miranda e Ana Carolina, trazem experiências nas notas musicais e grandes melodias. O compositor visa o casamento entre a melodia e a letra, com o auxílio da sensibilidade e criatividade nos acordes, trazendo a emoção. Muitos artistas já nascem com o dom de compor: Vinícius de Moraes, Gilberto Gil, Cartola, dentre outros grandes nomes da música brasileira.

Em Minas Gerais, o compositor de sambas e microempresário Edson Cruz, de 58 anos, coloca em suas letras fatos do cotidiano e também um pouco de mensagens positivas e de esperança para quem vai ouvir suas melodias. Cruz descobriu seu interesse pela música nos anos 1970, quando aprendeu a tocar violão. Nessa mesma época, juntamente com seus amigos, participou de festivais o que fez o interesse pela música crescer, e foi aos 17 anos que sua primeira composição nasceu.

Ao relembrar da infância o sambista ressalta:  “Meu pai tocava violão e alguns tios, como minha avó materna gostava de cantar, sua casa tinha reuniões quase semanais. Com isto, tomei gosto pela música desde que me entendo por gente”, conta o compositor aos risos, que ainda completa destacando o que gostava de ouvir:  “As canções que faziam sucesso nas rádios e nos programas de auditório, praticamente: MPB”.

Edson Cruz destaca que no Brasil tem músicos de renome, porém, para não citar os inúmeros compositores que admira, ele resume em um: Luiz Melodia, autor de grandes músicas que o sensibilizou com suas letras.

Para Cruz, suas composições influenciam positivamente a sociedade, pois, segundo ele, esse é o lema principal na hora da criação. Sobre as políticas públicas, voltadas para a cultura, o compositor ressalta a importância de ter políticos ligados a música. “Como os políticos são um extrato da sociedade, e a cultura, incluindo a música, é importante para todos, seria interessante que tivéssemos candidatos com propostas específicas para o apoio à cultura”, afirma Edson. Ele acredita ainda que mesmo que a cultura musical brasileira esteja num momento industrial voltado para sucessos em letras pornográficas, ainda existem ouvintes que são fieis as músicas raízes.

 

Edson Cruz ( Arquivo Pessoal)

 

Não muito diferente de Edson, o porteiro e rapper Lucas Frade, 31 anos, vem pouco a pouco ganhando espaço com sua música. Segundo o jovem, tudo começou após um sonho onde Deus lhe dizia que sua missão na terra era cantar. Frade escreveu a sua primeira letra há sete anos e de lá para cá já foram mais de cinco discos lançados. Assista ao bate-papo com Lucas em especial para o Dia do Compositor, comemorado nesta última segunda-feira, 15.

 

 

Matéria: Hellen Santos 

Filmagem e edição: Ana Luísa Arrunátegui