0 109

Por Bia Rolff – Gauche – Parceira Contramão HUB

Ele se esticava pelo chão do quarto, ouvindo no mais alto volume The Piper at the Gates of Dawn. O disco de 67 era um de seus favoritos para noites como aquela. Sentia-se dentro de um filme de ficção científica em preto e branco, daqueles antigos e com efeitos pré-Mosca de Cronenberg. Uma verdadeira epifania acontecia dentro dele cada uma das vezes em que ouvia aqueles barulhinhos esquisitos de experimentação.
A sua própria experimentação.
Levantando um pouco a cabeça, ele verificou a dobra interna do braço. O tubo estava relativamente estável, e o seu sangue fluía por ele como vinho fresco. O ruído de pequenas borbulhas o fazia sempre pensar se advinha do líquido em movimento ou de um dos barulhinhos do disco de vinil. Talvez fossem a mesma coisa.
Ele tornou a se deitar, esticando os braços ao lado do corpo, numa posição vitruviana. O efeito do açúcar branco passava, mas o do pequeno doce ainda estava ali. Não era mais possível ter certeza sobre a veracidade do mundo, sobre a existência de Deus ou da finitude do homem. Tudo estava, como no Mundo Invertido, reflexo do universo que se expandia ao redor daquele pequeno apartamento.

O teto girou. Girou. Girou. Um caleidoscópio de cores e formas mantinham-no concentrado, de olhos para cima, rindo como se estivesse de volta naquele campo de flores vermelhas. O campo onde conhecera pela primeira vez o Anjo Negro. Aquela cujas canções o embalaram durante toda a sua infância. Toda a sua vida adulta. No peito, um stacato sutil, e aos poucos ele sentia os pequenos pedaços de si fluindo pelos braços. Abraçando a eternidade da sua felicidade.

Um bip. No vinil? Não, aquele era o bip específico do final do experimento. O som que lhe dizia estar chegando ao fim o caminho rubro, o caminho para a salvação. Mais uma vez, ele levantou a cabeça, dessa vez demorando um pouco mais de tempo para conseguir enxergar o braço pálido e fluorescente. Estava mesmo brilhando assim? Ele achava que sim. O sangue parara de correr pelo tubo, deixando-o apenas corado com pequenas gotas vermelhas. Virando a cabeça para o outro lado do quarto, ele olhou para o vidro transparente em cima da mesinha de cabeceira, mesinha esta que mal aguentava o peso do recipiente e balançava ligeiramente, como se desafiasse a gravidade. Dentro do vidro, a última gota pingava. O vinho estava pronto, mais do que fresco. Borbulhante. Olhando-o bem, percebia agora que parecia mais uma sangria. O nome era, inclusive, muito mais apropriado.

Ele deixou o corpo afrouxar, a cabeça tornar a encostar no chão frio e fechou os olhos. Fogos de artifício brilharam à sua frente, coloridos, grandes e fortes, repletos de uma verdade sobre o universo. Eram supernovas! Ou talvez poeiras estelares, ele não sabia ao certo a diferença. Bowie devia saber.

A música na vitrola chegara ao fim, e então o silêncio. O experimento mais uma vez dera certo. Como médico e monstro de si mesmo, ele estava em paz. O vinho saíra de seu corpo e com ele
partes de seu coração. Pelos seus cálculos, precisos e objetivos, seriam necessárias apenas mais algumas sessões para que ele, finalmente, não ouvisse mais os barulhinhos dentro de si.

Fonte: tumblr

Por Tiago Jamarino – Start – Parceiros Contramão HUB

Star Wars: Os Últimos Jedi foi oficialmente certificado Fresh com 93% em Rotten Tomatoes.

 

Com comentários do altamente esperado oitavo capítulo da saga principal agora lançado, Os Últimos Jedi está atualmente vinculado com Uma Nova Esperança e O Despertar da Força como um dos filmes Star Warsmais votados em Rotten Tomatoes. Com base em 123 avaliações – a partir de agora – com uma classificação média de 8,3 em cada 10, o consenso dos críticos para o filme é o seguinte:

 

“Star Wars: Os Últimos Jedi honra o rico legado da saga, ao mesmo tempo que adiciona algumas reviravoltas surpreendentes – e oferece todas as emoções que os fãs da ação podem esperar”.

 Escrito e dirigido por Rian Johnson, o elenco de Star Wars: Os Últimos Jedi inclui Mark Hamill como Luke Skywalker, Carrie Fisher como General Leia Organa, Daisy Ridley como Rey, John Boyega como Finn, Adam Driver como Kylo Ren, Oscar Isaac como Poe Dameron, Lupita Nyong’o como Maz Kanata, Kelly Marie Tran como Rose Tico, Laura Dern como vice-almirante Amilyn Holdo, Gwendoline Christie como capitã Phasma, Andy Serkis como líder supremo Snoke, Domhnall Gleeson como general Armitage Hux, Benicio Del Toro como “DJ”, Joonas Suotamo como Chewbacca, Anthony Daniels como C-3PO e Jimmy Veecomo R2-D2.

 

Star Wars: Os Últimos Jedi está programado para ser lançado nos cinemas em 14 de dezembro de 2017.

 

Fonte: 

0 72

Por Débora Gomes – . as cores dela . – Parceira Contramão HUB

cê sempre foi, desde que chegou, a maior chance de equilíbrio que eu tive.
coube n’ocê uma vontade minha de fazer as coisas darem certo.
deu no meu peito, de repente, um desejo manso de pegar a sua mão e ir embora por aí, uma porção de vezes, pra onde cê quisesse sonhar.
coisa dessas de confiar de olho fechado em alguém que chegou por pouco e, desse pouco em pouco, se alojou na minha vontade de ser algo melhor do que sempre fui.
não vou te falar nada de amor. eu sei que cê tem medo dessas coisas.
e eu também tenho, porque já mirei muita rima errada nessa imensidão. 
também não vou te dizer que cê é uma chance boa que eu tenho de continuar em paz.
cê não entenderia.
porque isso tudo aconteceu numa manhã em que cê sorriu e disse que tava ali. que custasse o que fosse, agora eu podia respirar porque eu tinha ocê do lado.
e foi o que eu fiz… peguei um fôlego danado e cheguei até aqui: braço, mão, corpo atados. mas sem desistir… uma diferença só! de se notar em cada sopro que eu não verso, mas que cê poesia.
porque cê tem a ver com essa coisa de eu me sentir feliz sendo a pessoa que eu sou. 
[mar-verso-sonho-riso-luz-vontade-força-passo-coragem-gosto]

e isso provavelmente é algo muito maior do que a gente poderia imaginar. 
só espero que quando tudo isso acabar, cê leia essas palavras e entenda as entrelinhas:
que todas as suas surpresas, foram meu maior nó no seu laço.
e que, se eu pudesse, escolhia ter te conhecido antes do nosso coração ser caco de vidro.
mas como não posso, aceito colar caco por caco, desde que cê não vá-se embora nunca mais…
 

0 82
Lucas D'Ambrosio

Por Pablo Abranches

 

De Curral Del Rey a metrópole
Das iguarias do Mercado Central ao pão de queijo
É mineiridade da capital
Do Barreiro a Venda Nova
Da Afonso Pena ao Mangueiras
É mineiridade da capital
Da Praça da Estação a Praça do Papa
Da Savassi ao Belvedere
É mineiridade da capital,
Mas se é do Santa Tereza, é o mais mineiro da capital

Belo Horizonte, Beagá ou BH?
Seja qual for à grafia, esteja certo que a pronúncia vem com aquele sotaque
Sotaque de belas paisagens, de lugares conhecidos em todo o mundo
Por que embora não tenhamos mar, não é problema quanto se tem um bar
Afinal, de bar em bar, os momentos compõem histórias, compõem canções, compõem BH

Tradição é tradição nos horizontes dos gramados das gerais
Do Mineirão ao Horto , só vale cair morto
Depois de tanto gritar “É campeão!”
No zoológico do futebol, muitas glórias e conquistas
Do Galo, da Raposa e do Coelhão.

É de BH, é belo-horizontino, é uai.
De geografia e arquitetura de muitas curvas
A Pampulha a Praça da Liberdade nos fazem lembrar
Do arquiteto centenário, assim como BH.

Lembranças de BH da Feira Hippe é só levar
Com ares de moderna, o interior é sempre acolá
Com 120 anos é acolhedora por natureza
Porque aqui em BH é o lugar certo
Pra quem quiser se aconchegar.

Parabéns BH!
A capital dos mineiros.

 

 

Divulgação

Por Ana Paula Tinoco

O Universo Star Wars é um dos mais rentáveis do mundo do entretenimento e isso se prova através de números. A Disney, que detém os direitos da franquia criada por George Lucas desde 2012, arrecadou somente o ano passado, 2016, com o lançamento de “O Despertar da Força” no final de 2015, US$ 1 Bilhão. E esse sucesso está ligado a tudo que está relacionado à marca, fato que acabou transformando o estúdio de Walt o mais poderoso do mundo.

Para alguns, pode-se tratar de uma surpresa caso não esteja familiarizado com Luke Skywalker, Princesa Leia, Han Solo e Chewbacca ou o icônico vilão/ anti-herói Darth Vader. Mas, fato é que após 11 anos de um longo hiato, a Disney trouxe de volta a esperança dos fãs da incrível saga e com isso conquistou novos Jedi e Sith.

Este ano, mais precisamente dia 13 de dezembro, próxima quarta-feira, ocorrerá o lançamento de um novo capítulo da nova trilogia conhecida como “Sequela”. A Disney agora lança o episódio VIII – Os Últimos Jedi e fãs de todo o mundo esperam ansiosos por esse dia, os ingressos para pré-estreia acabaram em questão de horas quando anunciada suas vendas.

O Minas Shopping embarcou no clima e comprou uma passagem para uma galáxia distante no dia 14 de dezembro, quinta-feira, e as boas-vindas para todos aqueles que quiserem participar desta viagem intergaláctica serão dadas pelo fã-clube oficial Conselho Jedi de Minas Gerais a partir das 18h. Divididos entre o lado luminoso e o negro da força, os integrantes irão circular pelo Mall e interagir com o público. Fotos, vídeos ao som da bela Marcha Imperial de John Williams, tema do de um dos Sith mais poderoso do universo, Lord Vader.

Porém, caso você queria se aventurar por este universo fantástico, o Minas Shopping também realizará de 13 a 28 de dezembro uma exposição de miniaturas e trajes dos personagens da Saga. Ela ficará exposta no Piso 2, localizada em frente à loja oficial do Authentic Games e o melhor a participação é gratuita. Para o gerente de marketing do Minas Shopping, Christian Magalhães, essas ações são válidas diante do amor que os fãs demonstram por franquia, “Buscando oferecer uma experiência diferenciada, temos promovido diversas ações interativas dos cosplayers de Star Wars. A exposição das miniaturas e trajes dos personagens complementam as atrações para os fãs da saga”, concluí.

Prepare seu sabre de luz e não perca a oportunidade de embarcar nesta jornada por esta intensa e imensa galáxia.

 

0 102

Por Giovanna Silveira – Métrica Livre – Parceira Contramão HUB

 

Em dias bons não importa

se faz sol ou temporal

lá fora

se há milhões de coisas

para serem feitas

ou apenas uma

em dias bons cada canto

tem sua cor

a água insípida tem sabor

os anéis alcançam as dedos

revelando poder

e pureza

os pés bailam ao invés

de apenas andar

em marcha

lenta

em um dia bom

vinte e quatro horas

 são como sessenta segundos

e da vida é certa

que os dias bons

é um dom atemporal.