Page 313

Na última quinta-feira, dia 4, aconteceu a inauguração da cidade administrativa. Cerca de 29 prédios de órgãos públicos serão transferidos para a nova sede do Governo Mineiro. Alguns comerciantes que ficam nas imediações da Praça da Liberdade deram a sua opinião sobre essaa transferência.

O jornaleiro Valentin Marzano, 54, está há um ano e meio na Praça da Liberdade prevê que a mudança será positiva para a região: “A região ficará mais moderna e movimentada com os museus e teatros.” explica.

A gerente de um restaurante, Deiseling Ferreira, trabalha a seis meses nesta função e também acha que esta transferência será benéfica: “Iremos ter clientes mais comuns. O nosso lugar será mais reconhecido”, diz.

A maioria dos comerciantes preferiu não opinar sobre o assunto até que as atividades comecem a ser desenvolvidas. Alguns prédios já estão sendo transferidos e a expectativa é que todos estejam em funcionamento na nova sede até o fim do ano.

Texto: Matheus de Azevedo

Foto: Matheus de Azevedo

Cores e desenhos das paredes ao teto, estantes com quadrinhos, miniaturas, máscaras, animações na TV: assim é a Casa de Quadrinhos que está desde 1999 no cenário de Artes Visuais em Belo Horizonte. A casa é um local que oferece cursos relacionados às artes visuais. Assim ela apresenta o universo dos desenhos, com quadrinhos, mangás, charges, pinturas, esculturas e etc.

Raquel Souto, 20, recepcionista da Casa dos Quadrinhos conta que o curso mais procurado é o de desenho artístico, para quem está iniciando no mundo dos desenhos. Ainda segundo com a recepcionista a faixa etária que mais procura os cursos é de 15 a 28 anos. A casa se localiza na Avenida João Pinheiro, 277, Funcionários, e permanece aberta de segunda a sábado.

Como resultado do trabalho dos alunos a Casa publica o jornal “O Reboco” que é distribuído gratuitamente no local, tanto para alunos, quanto para quaisquer pessoas interessadas. O jornal reuni obras dos alunos feitas nos diferentes cursos. Além do jornal a casa também realiza uma premiação dos melhores trabalhos feitos pelos alunos.

Por: Natália Oliveira e Débora Gomes

0 242

Na última quinta-feira, dia 4, aconteceu a inauguração da cidade administrativa. Cerca de 29 prédios de órgãos públicos serão transferidos para a nova sede do Governo Mineiro. Alguns comerciantes que ficam nas imediações da praça da liberdade deram a sua opinião sobre essaa transferência.

O jornaleiro Valentin Marzano, 54, está há um ano e meio na Praça da Liberdade prevê que a mudança será positiva para a região: “A região ficará mais moderna e movimentada com os museus e teatros.” explica.

A gerente de um restaurante, Deiseling Ferreira, trabalha a seis meses nesta função e também acha que esta transferência será benéfica: “Iremos ter clientes mais comuns. O nosso lugar será mais reconhecido”, diz.

A maioria dos comerciantes preferiu não opinar sobre o assunto até que as atividades comecem a ser desenvolvidas. Alguns prédios já estão sendo transferidos e a expectativa é que todos estejam em funcionamento na nova sede até o fim do ano.

Texto: Matheus de Azevedo

Foto: Matheus de Azevedo

Quem passou pela Praça da Liberdade na tarde desta sexta feira, dia 5, não pode aproveitar uma de suas atrações. A fonte, próxima ao coreto, estava passando por uma limpeza e por isso se encontrava desligada e vazia. Segundo Djalma, que é responsável pela limpeza da Praça, as fontes são esvaziadas e limpas aproximadamente de 15 em 15 dias, dependendo de seu estado. Se a fonte estiver muito suja esse período é adiantado.

Com vassouras e botas, os responsáveis pela limpeza da Praça empurravam a água para uma espécie de bueiro no fim da fonte, próximo ao Xodó.  Os refrescantes pingos de água foram substituídos por um odor nada agradável e espantou os freqüentadores da Praça que costumam sentar-se nos bancos nos arredores da fonte.

dsc031751

Por: Débora Gomes e Natália Oliveira.

1 1141

Nesta manhã de quinta-feira, 4 de março, foi inaugurada a  nova sede do governo de Minas Gerais, projetada por Oscar Niemeyer. A Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, como será chamada oficialmente, homenageia o político mineiro, que completaria 100 anos hoje. Após a inauguração, os políticos se encaminharam para o Palácio do Governo para um almoço fechado.

Nos arredores da Praça da Liberdade houve um policiamento reforçado devido à presença do vice-presidente da República, José Alencar, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, governadores de estados, deputados federais e estaduais, além de diversas personalidades políticas e culturais de todo o país.

Com a presença do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais), Corpo de Bombeiro, Policiais Militares e Samu (Serviço de Atendimento Médico Urgente) ,a região ficou agitada, muitos pedestres curiosos pararam para saber o que estava acontecendo e o trânsito ficou congestionado. A imprensa, concentrada na entrada principal do Palácio, encontrou dificuldade para entrar no local e ficou do lado de fora aguardando informações.

Com a saída das lideranças políticas, foi liberada a entrada de jornalistas e fotógrafos, que se concentraram no salão principal, onde a assessoria de imprensa informou que apenas mais tarde seriam divulgados os acontecimentos. As atividades locais retornaram as suas atividades normais no fim da tarde.

Texto: Camila Sol e Iara Fonseca

Foto: Eugênio Sávio/Imprensa MG

1 240

Nem a chuva desta tarde intimidou os Policiais Militares aposentados a se reunirem e manifestarem na Praça da Liberdade. Eles reivindicavam melhores salários, pois apesar de estarem em 3° lugar como melhores de sua classe, consideram que não recebem salários compatíveis com essa posição.

A manifestação teve início na Praça Sete e se estendeu até a Praça da Liberdade, onde alguns manifestantes de Barbacena, interior de Minas, já aguardavam a chegada de seus colegas, que vinham de vários lugares do Estado e chegaram em alguns ônibus escoltados pela Polícia Militar.

Com trio elétrico, microfone e guarda-chuva, a manifestação causou transtornos no trânsito, impedindo a passagem de carros na Praça da Liberdade de frente para o prédio da Rainha da Sucata e também na Av. Brasil sentido Centro. Em frente ao Palácio da Liberdade, os manifestantes gritavam e exigiam a presença do Governador do Estado.

Confira o vídeo com parte da manifestação.

Por: Débora Gomes e Natália Oliveira