Servidores Públicos fazem manifestação em frente ao Palácio da Liberdade

Servidores Públicos fazem manifestação em frente ao Palácio da Liberdade

1 421

Os servidores públicos das áreas de Saúde, Educação, da Polícia Civil e do Sistema Penitenciário de Minas Gerais realizaram, durante a tarde desta quarta feira, uma manifestação na Rua da Bahia.

Os manifestantes protestaram em busca de reajuste salarial e reclamaram do corte de R$ 450 milhões/ano, em diversas áreas. De acordo com os protestantes, o governo de Aécio Neves tem o menor piso salarial do país.

A manifestação interditou a Rua da Bahia por alguns minutos. Cerca de três trios elétricos guiaram os manifestantes, que se empunhavam dsc019033bandeiras, distribuíam panfletos e exibiam caixões simbólicos – queimados em frente ao Palácio da Liberdade, estampavam os dizeres “Morto de tanto trabalhar”.

A Polícia Militar estava encarregada da segurança.

Mara Rodrigues e Matheus Azevedo.

1 COMMENT

  1. E DE ACORDO COM OS EVANGÉLICOS? E OS CATÓLICOS, O QUE PENSAM SOBRE ISSO ? SÓ OS PROTESTANTES PODEM SE MANIFESTAR?

    Contramão responde:
    A manifestação não é de seguidores do Protestantismo, nem tem ligações com religião. No texto a palavra “protestantes” foi usada como sinônimo de manifestantes, para definir as pessoas que estavam fazendo reivindicações (no caso, os servidores públicos estaduais). Agradecemos seu comentário!

Deixe uma resposta