A sobrevivência através do rock é tema de debate em BH

A sobrevivência através do rock é tema de debate em BH

A cena rock de Belo Horizonte diversifica suas formas e se desdobra entre covers e trabalhos autorais. O Circuito Cultural Praça da Liberdade promove o debate sobre a produção, circulação e sobrevivência da música cultural na capital mineira, com o tema: “Como fazer, produzir e viver de Rock em BH”, os músicos Marcelo Dolabela e Thiakov Davidovic conduzem uma conversa sobre o estilo musical neste sábado, 3.

Marcelo Dolabela líder do grupo “Divergência Socialista”, conta que as primeiras gravações de rock surgiram em 1965, em paralelo a Jovem Guarda. “O pessoal começa a ter mais discos e, a partir daí, o Rock começou a fazer parte da vida da cidade”, explica Dolabela.

Viver de música é possível?

Para o cantor e produtor musical Thiakov Davidovic é possível sim viver e trabalhar da música. Como prova, ele usa sua carreira “há basicamente 15 anos vivo somente da música. Mas isso só foi viável a partir de um hall de possibilidades que eu tive que criar” ressalta o cantor.

Segundo Dolabela, a essência do rock permanece inalterada, “o Rock foi música e rebeldia, hoje é indústria. Que produz, embala e vende o mais volátil e mais temido sentimento: a rebeldia. Com a cara que tiver, com a roupa que vestir, com a causa que defender, o Rock será sempre primitivo e sempre utópico. Sempre tribal e sempre do contra” finaliza.

Serviço:

O debate será realizado no Espaço do Conhecimento UFMG – Circuito Cultural Praça da Liberdade, neste sábado, 3, às 11h. Entrada franca.

Texto: Gabriel Amorim
Foto: Túlio Travaglia

SIMILAR ARTICLES

0 145

NO COMMENTS

Deixe uma resposta