Amor em poesia: descubra a oitava maravilha do mundo

Amor em poesia: descubra a oitava maravilha do mundo

1 639

Poesia, doçura e a descoberta da oitava maravilha do mundo rechearam a tarde na Praça da Liberdade. Com graça, Adir Affa Rievrs, 38, usava as palavras certas e abordava pessoas na Praça, oferecendo poemas ao gosto do público. O ator e poeta, permite que cada pessoa escolha o tema da poesia e em troca abre o baú e revela qual, segundo ele, é a oitava maravilha do mundo: “Brigadeiros feitos com a mesma graça com que faço minhas poesias”, conta.

Tudo começou em 2005. Rievrs era estudante da escola de teatro do governo ‘Arena Cultural’, e para ganhar um dinheiro extra, juntou-se a uma amiga para vender brigadeiros. Surgiu então, a idéia de se vestir de palhaço e em vez de passar o chapéu para conseguir dinheiro, abria o baú e oferecia doces. Hoje, ele trabalha sozinho e vende brigadeiros na Praça da Liberdade e na UFMG, levando versos e sorrisos para as pessoas que cruzam seu caminho.

“Quando o palhaço não sai de casa, quem sai é o poeta”, conta Rievrs sorrindo, fazendo das ruas seu palco aberto.

Confira abaixo a poesia de Adir Affa:

Por: Débora Gomes

Foto: Camila Sol

1 COMMENT

Deixe uma resposta