Festival

Por Júlia Garcia 

O fim de semana em Belo Horizonte está repleto de eventos para todos os gostos. Confira hoje a agenda que o Contramão separou para você curtir o final de semana.

Sexta

A partir de hoje, o Expominas vai se transformar em um pedacinho do Japão. Nesta sexta-feira, acontece a 11ª edição do Festival do Japão em Minas. O festival tem o objetivo de preservar, divulgar e fomentar a tradição japonesa, além de promover o encontro entre as culturas nipônica e mineira. O evento contará com várias apresentações, oficinas, exposições, concursos, campeonatos e muito mais. O Festival acontece hoje, sábado e domingo. Hoje, ele começa às 14h e vai até 22h! Para garantir seu ingresso, basta acessar o Goofree.

Sábado

E neste sábado, a capital mineira recebe o cantor Jão. Após o lançamento de seu novo album, “Super”, o artista anunciou uma turnê que percorrerá diversos palcos brasileiros neste ano. Na turnê, o cantor explora os quatro elementos – água, ar, terra e fogo – representados por seus quatro discos anteriores: “Pirata”, “Anti-Herói”, “Lobos” e o mais recente, “Super”. O show acontece na esplanada no Mineirão, a partir das 21h. Os ingressos estão disponíveis no Eventim.

Domingo

E no domingo, a combinação entre o teatro, o rádio e a internet chega aos palcos em dose tripla. O “3x Comédia”, com Anderson Profeta, Kayete e Thiago Comédia, promete te fazer cair na gargalhada. O espetáculo faz parte da 49° Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. O evento acontece no Cine Theatro Brasil Vallourec, a partir das 19h. Para garantir seu ingresso, basta acessar o Eventim.

Por Júlia Garcia

Realizado pelo mesmo criador do Rock In Rio, Roberto Medina, o The Town já começou no último fim de semana. O festival acontece em São Paulo, no Autódromo de Interlagos e recebe diversos artistas nacionais e internacionais.

Estrutura e palcos

A primeira edição do festival reúne cinco palcos: ‘Skyline’, ‘The One’, New Dance Order, ‘São Paulo Square’ e ‘Factory’. Cada um possui inspirações da arquitetura e cultura da grande São Paulo.

Em entrevista ao G1, o empresário e criador do The Town, Roberto Medina, afirma que o festival é muito transversal. “O The Town vai ser aqui um grande cartão de visita internacional de São Paulo para a gente mostrar essa riqueza cultural e isso vai estar representado dentro do festival, das músicas, mas vai ser muito transversal do pop ao rock, muito do rap, o trap, do hip-hop, da cultura urbana que tem muito forte em São Paulo”, afirma.

Espaço em 3D do The Town. Foto: divulgação.
Inspiração internacional

Bom, vamos ao objetivo dessa matéria. Ludmilla nunca negou que sua maior inspiração artística é a Beyoncé. A cantora carioca – que finalmente se apresenta no palco principal de um festival – usou suas redes sociais para dar um spoiler para os fãs. E dentre as informações dadas sobre seu show no The Town, a inspiração foi certeira: Queen Beyoncé!

Pois é pessoal, pelo que pude acompanhar por aí, os ensaios estão a todo vapor. Inclusive, antes de iniciá-los, Ludmilla abriu uma seleção para novos bailarinos incrementarem seu ballet.

E não acaba aqui, a Rainha da Favela prometeu choque – no sentido positivo – a quem assistir seu show. E eu não duvido, pois no Rock In Rio 2022, tivemos a sorte – digo sorte pois ela entregou um trabalho impecável – de prestigiar o show da cantora.

Agora, para saber se ela vai cumprir o que prometeu, é só aguardar. Ludmilla se apresenta no dia 7 de setembro, no palco Skyline. E eu prometo voltar para o feedback!

Ludmilla no palco Sunset do Rock In Rio 2022. Foto: Multishow.

0 298

Por KEV

Setembro está quase aí e com ele o mais novo festival que promete transformar São Paulo na cidade da música. Se você ainda está indeciso(a) sobre qual lookinho usar durante o The Town, relaxa, que te dou uma mãozinha nessa produção. 

Mas já adianto: as dicas estarão restritas a uma peça-chave que une atemporalidade, personalidade e conforto, os Jorts! 

Foto: redes sociais.
A versatilidade do Jorts

Os famosos “bermudões” – restritos aos que possuem corte reto ou oversized – reúne o que todos procuram quando se pensa em uma produção para um festival – conforto, personalidade e praticidade. 

Além desse checklist perfeito, a peça traz um conceito mais despojado para os looks – sejam eles femininos ou masculinos, graças a sua possibilidade de mistura de moletom ou nylon com outras peças mais slim ou clássicas, como mocassim, jaqueta de couro, regatas justas e até camisas sociais. 

Um match ideal para você apostar no The Town Festival! 

Foto: redes sociais.
Como usar?

Aposte no Jorts com acessórios, como meias soquetes, botas de cano longo e largo, e cintos. Isso dará uma cara mais underground ao seu look, sem deixar transparecer uma vibe desleixada – o que não queremos!

A vantagem dessa peça é que ela permite criar diferentes estilos para diversas ocasiões. E no The Town ela com certeza será uma atração à parte. 

O Jorts permitirá você entregar atemporalidade, pois é uma peça que surgiu nos anos 90; exclusividade, já que nem todos irão apostar nesse estilo; e claro vários cliques no Instagram, pois promete ser uma trend no Verão 2023.

Agora que já conhece essa peça-chave, você está pronto(a) para brilhar pelos gramados de interlagos, curtindo a line-up do festival. Divirta-se! 

Foto: redes sociais.

Espaço em 3D do The Town. Foto: divulgação.

Dos mesmos criadores do Rock in Rio, festival em São Paulo promete ser um dos maiores do país.

Por Gustavo Meira

A partir dessa semana, São Paulo vai parar por conta do The Town. O festival de música acontece nos dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro, no Autódromo de Interlagos. Atrações nacionais e internacionais compõem o line-up. 

A organização espera mais de 500 mil pessoas (100 mil por dia) espalhadas pelos seis palcos, distribuídos nos 360 mil metros quadrados, com mais de 230 horas de músicas. Além de quatro atrações para o público se divertir durante os dias de festival: a tradicional roda gigante, uma tirolesa sobre o público, montanha russa e ‘mega drop’ – com queda livre.

Para a realização deste grande festival, foram investidos nada mais, nada menos do que R$240 milhões. Em entrevista ao G1, o empresário e criador do The Town, Roberto Medina, afirma que o festival é muito transversal. “O The Town vai ser aqui um grande cartão de visita internacional de São Paulo para a gente mostrar essa riqueza cultural e isso vai estar representado dentro do festival, das músicas, mas vai ser muito transversal do pop ao rock, muito do rap, o trap, do hip-hop, da cultura urbana que tem muito forte em São Paulo”, afirma.

Roberto Medina, idealizador do The Town e Rock in Rio. Foto: Alamy Stock Photo.
Atrações 

Bruno Mars, Post Malone, Maroon 5 e Foo Fighters são as atrações internacionais mais esperadas para esta primeira edição. Existe também uma grande expectativa para a apresentação da cantora Ludmilla, que prometeu fazer o maior show de sua carreira, superando a performance que fez no Rock in Rio, no ano passado. Além da funkeira, outras atrações nacionais de peso estarão presentes no festival como Seu Jorge, Ney Matogrosso, Iza, Alok, Racionais MC’s, Luisa Sonza, Pitty, entre outros.

Ludmilla, Adam Levine do Maroon 5 e Bruno Mars são atrações mais aguardadas. Foto: Gustavo Meira.
Os palcos

Os palcos são um show à parte e chamam atenção assim como os artistas . O Skyline é o maior do festival, com design inspirado em prédios referências da arquitetura paulistana, como o da Fiesp, Copan, Edifício Martinelli e a Oca do Parque do Ibirapuera.

O The One é inspirado na arte urbana de SP. Espaço que receberão conteúdos exclusivos, através de encontros e apresentações com bandas consagradas e novos artistas.

O Factory tem como inspiração a cultura urbana e terá performances de street dance e shows de trap, hip hop e rap – que estão entre os gêneros mais consumidos da capital.

A São Paulo Square vem inspirada na região em que a cidade foi fundada, embalada ao ritmo de muito jazz e blues, com performances artísticas, música, dança e o colorido das obras. J

Já o New Dance Order é um palco dedicado à música de pista, que fez sua estreia na última edição do Rock in Rio.

Mapa da estrutura do The Town, que acontece no autódromo de Interlagos. Foto: divulgação.
Ingressos

Até o fechamento desta matéria, somente as datas 2 (shows de Post Malone, Demi Lovato e Iggy Azalea) e 7 (shows de Maroon 5, The Chainsmokers e Ludmilla) de setembro ainda estão com ingressos disponíveis. O valor está em R$815,00 a inteira e R$407,50 a meia-entrada. A compra pode ser feita até 4 ingressos por CPF, sendo no máximo uma meia-entrada. 

Por Gustavo Meira

Festejo junino é o mais representativo da Região Sul e Sudeste do Brasil, pela valorização e respeito à cultura e às tradições.

Estamos quase no fim do período junino, mas pra quem não curtiu ainda, não tem problema, o Arraial de Belo Horizonte está pra começar. A 44ª edição contará com shows, quadrilhas e nossa culinária mineira. O evento acontece nos dias 21, 22, 23, 29 e 30 de julho e 5 e 6 de agosto, com entrada gratuita.

Concurso e premiação

Durante esses dias, mais de 40 grupos de quadrilhas irão se apresentar na Praça da Estação, no tradicional Concurso Municipal de Quadrilhas Juninas, que valem  prêmios e reconhecimento. Além dos troféus, os vencedores poderão receber entre R$5.500,00 a R$16.500,00, variando por grupo e colocação. Para avaliar as apresentações, a comissão julgadora levará em conta os seguintes quesitos: conjunto, coreografia, caracterização, marcador e casal de noivos. 

Apresentação das quadrilhas vencedoras na edição de 2022. Imagens: Belotur.

Foi assim, de forma repentina, que Sebastian fará sua estreia este no Arraial de Belo Horizonte, pelo grupo ‘Paixão Junina’. Os ensaios estão a todo o vapor desde o ano passado. São 25 minutos de dança e muitos passos para ensaiar. ‘’Ensaiamos de domingo a segunda. Estamos levando um tema incrível e a coreografia está linda. Essa reta final é de muita ansiedade e frio na barriga, mas estou bem confiante e vou dar o meu melhor. Essa época do ano é minha preferida. Sempre dancei na escola, porém nunca imaginei que um dia dançaria para milhares de pessoas e profissionalmente. Está sendo uma honra fazer parte da cultura do nosso país e deste evento’’, disse.

Apresentação das quadrilhas vencedoras na edição de 2022. Imagens: Belotur.
Atrações nacionais e locais

Além do tablado para as apresentações de quadrilha, um grande palco será montado na Praça da Estação, que receberá, nos dias 5 e 6 de agosto, as atrações nacionais Gustavo Mioto e Barões da Pisadinha. Haverá também apresentações de artistas locais. A cantora Bianca Cobbo e a dupla Bruno & Lucas se apresentarão no sábado (05/08). Já os sertanejos Pedro Netto & Matheus e Alan & Alex sobem ao palco no domingo (06/08), fechando a programação do evento, valorizando também a cena musical regional.

Gustavo Mioto se apresenta no dia 05/08. Barões da Pisadinha se apresentam no dia 06/08.

Este ano o Arraiá de Belo Horizonte, terá a participação especial do coletivo ‘Fórum Forró de Raiz de Minas Gerais’. Em todos os domingos do evento, haverá aulas de forró para os presentes. Com a presença de trios musicais, coletivos, dj’s e dançarinos. O tradicional ritmo nordestino será destaque todos os dias.  

Em coletiva de imprensa realizada na última semana (10/07), o prefeito Fuad Noman destacou que a edição deste ano será histórica, “Se depender da Prefeitura vamos ter o melhor festejo junino da história de Belo Horizonte. São 44 anos, mas este vai ficar marcado, porque é o de 2023, o ano que nós já nos libertamos, já estamos nas ruas e queremos cantar e dançar”, afirmou. 

Culinária mineira

Nem só de música e dança vive o homem, sendo assim, o evento contará com a uma Vila Gastronômica, espaço com mesas e cadeiras, iluminação e decoração para o público presente. Pratos vencedores do Concurso Prato Junino serão comercializados a preços populares no local, no intuito de promover a gastronomia mineira, reconhecida em todo o país. Como bolinho de galinhada acompanhado de creme de quiabo, sanduíche de linguiça tropeira com couve, ragu suíno com ora-pro-nóbis e polenta cremosa, dentre outras delícias. 

Para a edição de 2023, a temática da disputa será ‘O Resgate da Memória Afetiva’. Imagem: PBH.

O Arraial de Belo Horizonte é um evento que cresceu e ganhou visibilidade ao longo dos anos, fazendo com que a capital mineira fosse considerada, pelo Ministério do Turismo e pela Embratur, um dos cinco maiores destinos turísticos do período junino do país, ao lado de Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA).

Com dois dias de evento, confira os destaques desta edição de 2023 

Por Keven Souza

Diversos fatores influenciam a credibilidade de um festival: a pluralidade no line-up, a diversidade do público, a qualidade na estrutura física e até a logística. O Festival Sensacional, que foi realizado neste último fim de semana, entre os dias 23 e 24 de junho, conseguiu cumprir todos os requisitos. Foram cerca de 21 atrações e 4 palcos que agitaram Belo Horizonte, nos mais de 30 hectares de área verde do Parque Ecológico da Pampulha. 

Noite de abertura

Em sua décima edição, o festival funcionou em um formato inédito, acontecendo em dois dias seguidos. Na sexta-feira (23), ocorreu a noite o show de abertura com a turnê “Nós, a gente”, de Gilberto Gil e família. 

A apresentação foi de encher os olhos. Transmitiu a defesa da liberdade, da igualdade e da justiça social para um mar de pessoas que ali estavam para prestigiar a carreira de Gil, que ainda homenageou Rita Lee com a clássica “Ovelha Negra”.  Ali, pelos gramados do parque, o show contou com banda formada exclusivamente pelos netos e filhos do artista, como a cantora Preta Gil. 

Arte, cultura e música a céu aberto 

No dia seguinte, sábado (24), o line-up contava com Gloria Groove, Marina Sena, Fundo de Quintal, Flora Matos, Mc Tha, Masterplano, entre outros artistas. 

No palco Chacoalha, Mc Tha trouxe suas raízes e religião para sua apresentação. A cantora, que é de Tiradentes/MG, mostrou que, além das músicas e da performance, um de seus maiores trunfos são seus fãs, que lotaram o espaço e cantaram fervorosamente seus sucessos. 

Ao entardecer, Fundo de Quintal mostrou a força que é o samba brasileiro. O grupo carioca cantou seus maiores hits, como “Trem das Onze” e “Amar é Bom”. Logo após, o clima esquentou no Festival Sensacional. 

Gloria Groove misturou funk, pop e pagode em um único show no palco Sensacional, com participação especial de Valesca Popozuda. Isso com muitas luzes, danças e figurinos. Durante a apresentação, a drag queen ainda relembrou as vezes que visitou a capital mineira e deixou claro: “Amo esta cidade”, disse Glória.  

Mais tarde, foi a vez de Marina Sena subir ao palco para encerrar a edição de 2023 do Sensacional. A mineira de Taiobeiras retornou a Belo Horizonte para apresentar sua turnê e seu novo álbum “Vício Inerente”, e cantou ainda um compilado de sucessos do seu primeiro álbum solo, “De Primeira”. 

Marina Sena durante seu show. Foto: Amanda Serafim.

Seus fãs vibravam, emocionados, lotando o gramado do Parque Ecológico da Pampulha. Lucas Fernandes, que estava presente no festival, afirma que a cantora, apesar de ter poucos anos de carreira, já é um sucesso. “Marina Sena é a nossa diva mineira”, pontua.

Era nítido a entrega de Marina no palco do Festival Sensacional, a felicidade e a qualidade do show nessa volta para a antiga casa, chamada de Belo Horizonte. 

Marina Sena. Foto: Amanda Serafim.
Sensacional é realmente sensacional 

O Sensacional é um festival que se diferencia de outros da cidade por não ter nenhum tipo de setorização. “O Sensa nasceu na rua e foi realizado durante vários anos em um formato sem grades nem ingressos, com todo o público ocupando os mesmos espaços. Faz parte dos nossos valores e vamos seguir lutando para que todes presentes possam ter acesso à mesma experiência”, afirma Mari Campos, diretora do festival.