lazer

Por Júlia Garcia 

O fim de semana em Belo Horizonte está repleto de eventos para todos os gostos. Confira hoje a agenda que o Contramão separou para você curtir o final de semana.

Sexta

A partir de hoje, o Expominas vai se transformar em um pedacinho do Japão. Nesta sexta-feira, acontece a 11ª edição do Festival do Japão em Minas. O festival tem o objetivo de preservar, divulgar e fomentar a tradição japonesa, além de promover o encontro entre as culturas nipônica e mineira. O evento contará com várias apresentações, oficinas, exposições, concursos, campeonatos e muito mais. O Festival acontece hoje, sábado e domingo. Hoje, ele começa às 14h e vai até 22h! Para garantir seu ingresso, basta acessar o Goofree.

Sábado

E neste sábado, a capital mineira recebe o cantor Jão. Após o lançamento de seu novo album, “Super”, o artista anunciou uma turnê que percorrerá diversos palcos brasileiros neste ano. Na turnê, o cantor explora os quatro elementos – água, ar, terra e fogo – representados por seus quatro discos anteriores: “Pirata”, “Anti-Herói”, “Lobos” e o mais recente, “Super”. O show acontece na esplanada no Mineirão, a partir das 21h. Os ingressos estão disponíveis no Eventim.

Domingo

E no domingo, a combinação entre o teatro, o rádio e a internet chega aos palcos em dose tripla. O “3x Comédia”, com Anderson Profeta, Kayete e Thiago Comédia, promete te fazer cair na gargalhada. O espetáculo faz parte da 49° Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. O evento acontece no Cine Theatro Brasil Vallourec, a partir das 19h. Para garantir seu ingresso, basta acessar o Eventim.

Por Júlia Garcia 

O fim de semana em Belo Horizonte está repleto de eventos para todos os gostos. Confira hoje a agenda que o Contramão separou para você curtir o final de semana.

Sexta

A Semana do Cinema está de volta após três edições, e essa edição começou ontem e vai até o dia 28 de fevereiro.  Todos os cinemas do Brasil estarão com ingressos para sessões de filmes 2D a R$12. O intuito é incentivar as pessoas a irem ao cinema. Além dos ingressos com preço único promocional, os combos com pipoca e refrigerante também terão valores diferenciados. E hoje, você pode aproveitar para assistir algum dos filmes que estão em cartaz.

Sábado

E neste sábado, a região metropolitana de BH recebe os cantores Veigh e Hungria. Prepare-se para uma explosão de beats na casa das estrelas da música. Os artistas comandarão a festa e prometem animar o público com grandes sucessos das suas carreiras. O evento acontece na casa de shows Star 415, a partir das 18h. Os ingressos podem ser garantidos através do ticket work.

Domingo

E no domingo, você poderá aproveitar as exposições de artesanato e variedades na Feira Hippie. A feira acontece aos domingos na Av. Afonso Pena, de 7h às 14h. Na feira tem itens de decoração, calçados, acessórios, enxoval para bebês, brinquedos, instrumentos musicais, pinturas, esculturas e muito mais. E além disso, se sentir fome, na feira tem muita comida gostosa, sucos, refrigerantes e cervejas. A Feira Hippie de Belo Horizonte funciona aos domingos, das 7 às 14 horas, no centro de BH.

Por Edilane Carvalho

A maior dificuldade nutricional que um universitário que vem do interior estudar na cidade pode enfrentar em relação à alimentação está geralmente relacionada à mudança de ambiente e à transição para um novo estilo de vida.

Com a disponibilidade de alimentos, muitos universitários do interior podem estar habituados a uma dieta baseada em alimentos frescos e locais, que podem não estar disponíveis gratuitamente na cidade. Isso pode levar a uma diminuição na qualidade nutricional de suas refeições.

As restrições orçamentárias podem levar a uma diminuição da qualidade da alimentação, já que os produtos alimentícios mais saudáveis – frescos e orgânicos – podem ser mais caros nas metrópoles.. A necessidade de equilibrar custo e qualidade nutricional pode ser um desafio, levando a escolhas alimentares menos saudáveis.

A vida universitária muitas vezes é agitada também. Aulas, trabalhos, estudos e atividades extracurriculares, tudo junto leva a falta de tempo e pode levar os estudantes a optarem por refeições rápidas e processadas em detrimento de opções mais saudáveis.

Por ter o conhecimento nutricional limitado sobre nutrição, alguns estudantes – do interior ou não – podem não saber o preparo de refeições saudáveis. A falta de habilidades culinárias e de informação nutricional pode dificultar a tomada de decisões alimentares adequadas.

Outro ponto de cuidado é a pressão dos colegas e o ambiente social, que podem influenciar as escolhas alimentares dos universitários. Festas, lanches rápidos e refeições fora de casa podem ser tentadores, mas nem sempre são saudáveis.Muitos estudantes que se mudam para a cidade, por exemplo, podem vir a morar em dormitórios ou apartamentos compartilhados com cozinhas limitadas, ou sem acesso a elas, o que pode dificultar o preparo de refeições domésticas.

Superando as dificuldades nutricionais

Para superar essas dificuldades, os universitários do interior podem se beneficiar de planejamento e educação nutricional, como aprender a cozinhar refeições saudáveis, fazer compras econômicas e conscientes e aproveitar os recursos disponíveis, como refeitórios da universidade, grupos de alimentação saudável e programas de orientação nutricional . Além disso, é importante lembrar que equilibrar uma dieta saudável com a vida universitária é possível com o tempo e o esforço adequado.

nutricionista Shellen Pollyanna
Nutricionista Shellen Pollyanna ( acervo pessoal )

Para tirar algumas dúvidas referente às questões nutricionais na vida do universitário, conversamos com a nutricionista Shellen Pollyanna, Pós graduada em nutrição aplicada à estética e Pós graduada em clínica e hospitalar na faculdade Santa Casa sobre o tema.

Quais são os principais obstáculos que os universitários do interior enfrentam ao tentar manter uma alimentação saudável na cidade?
Acho que a principal dificuldade é a falta de tempo em preparar os lanches e demais refeições.

Como a falta de acesso a alimentos frescos e saudáveis ​​na cidade pode afetar a dieta dos universitários que vêm do interior?
Discordo, pois o acesso a alimentos frescos e saudáveis muitas vezes está nas cantinas das faculdades. Só precisa de um olhar mais crítico do estudante.

Quais são as opções de refeições disponíveis no campus da universidade e nos arredores?
Tem na maioria das faculdades saladas de frutas disponíveis para estudantes. Nos arredores, muitas vezes, tem espetinhos de carne. Outras vezes refeições completas. Muitas faculdades têm food trucks com opções de macarrão.

Isso influenciou a escolha alimentar dos estudantes?
Não sei dizer. Mas fato é que, na maioria das vezes, é falta de conhecimento a respeito da alimentação ser saudável ou não.

Como a mudança de horários devido às aulas e atividades extracurriculares afeta os hábitos alimentares dos universitários?
Aí, sim, pode afetar, mas também pode ser adequada a realidade de cada um. Lembro que quando estava na faculdade, chegava em casa meia-noite e fazia ceia.

Falta de tempo para cozinhar em casa afeta a qualidade da alimentação dos estudantes? Quais alternativas eles têm para fazer refeições saudáveis ​​de forma conveniente?
Já citei os food trucks acima, que seria uma opção mais adequada do que alimentos muito processados. Além de fazer melhores opções.

Como os custos associados à alimentação na cidade afetam uma dieta equilibrada?
Os custos realmente são altos se não houver um planejamento. Mas se organizar, o custo pode ser muito baixo. Visto que uma alimentação saudável não precisa ser cara, com alimentos simples de sacolão.

A adaptação a uma nova cultura alimentar na cidade é um desafio para as faculdades do interior? Como isso pode influenciar suas escolhas alimentares?
As escolhas devem ser pautadas por conhecimento em educação nutricional. Deve-se conhecer os alimentos, saber o que é bom e diferenciar os objetivos. Não acho que o problema seja de lugar, interior, cidade, não seja também da oferta da faculdade. Acho que o problema é justamente a falta de educação nutricional que recebem desde a infância, passando pela educação nas escolas. Uma alimentação saudável é simples e funciona muito para suprir deficiências nutricionais de estudantes de todas as idades. Agora a escolha do estudante é que leva a demanda do mercado. E opções tem várias.

É importante destacar que a escolha entre uma alimentação saudável e não saudável não se limita apenas aos aspectos físicos da saúde, mas também afeta a saúde mental e a qualidade de vida. Uma dieta equilibrada pode aumentar a energia, melhorar o humor e reduzir o risco de depressão e ansiedade, enquanto uma dieta não saudável pode ter o efeito oposto.

Portanto, a conscientização sobre os benefícios de uma alimentação saudável e os riscos associados à alimentação não saudável desempenha um papel crucial na promoção da saúde e não está bem a longo prazo. Fazer escolhas alimentares sábias e equilibradas é um passo importante na direção de uma vida mais saudável e plena.

Em resumo, a escolha entre uma alimentação saudável e uma alimentação não saudável desempenha um papel crucial em nossa saúde e bem-estar. Optar por uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes é fundamental para manter um estilo de vida saudável e prevenir uma série de problemas de saúde.

Por Júlia Garcia 

O fim de semana em Belo Horizonte está repleto de eventos para todos os gostos. Confira hoje a agenda que o Contramão separou para você curtir o final de semana.

Sexta

E o final de semana começa com o premiado espetáculo “Elis, A Musical”. Visto por mais de 300.000 espectadores, o espetáculo volta aos palcos em uma edição comemorativa de 10 anos. O musical, que é sucesso de bilheteria, promete emocionar, mais uma vez, os espectadores, recriando os momentos mais marcantes da carreira e trajetória pessoal da cantora gaúcha e apresentando mais de 50 obras musicais que se tornaram grandes sucessos na voz da artista. A peça será apresentada no Teatro SESC Palladium, nos dias 2 e 3 de fevereiro. Os últimos ingressos estão disponíveis na Sympla.

Sábado

A contagem regressiva pro carnaval está quase no fim! E neste sábado, o desfile fica por conta de um dos blocos mais tradicionais da capital mineira, a Banda Mole. O tema desta edição, foi pensado para conscientizar a população, sobre a preservação da natureza, sustentabilidade e responsabilidade ambiental. Além disso, o desfile conta com várias atrações, como os blocos Baianas Ozadas e Funk You e o artista Alexandre Nero. A partir das 13h, a Banda Mole vai ocupar o trecho da Avenida Afonso Pena, entre as ruas da Bahia e Guajajaras. A participação é gratuita!

Domingo

E o ritmo de carnaval continua no domingo. A gente encerra o fim de semana com o Bloquinho da Ana Castela. A cantora mais ouvida no Brasil em 2023, chega na capital mineira com o lançamento desse projeto inédito. Além de Ana Castela, o Pré Carnaval dos Sonhos vai contar com Thiago Carvalho, Baianeiros e Baile do Maguá. Serão horas de muita música, brilho e folia. E o Bloquinho da Ana Castela acontece no Mirante Beagá, a partir das 15h. Para garantir seu ingresso, basta acessar a Sympla.

Confira um dos eventos que vão acontecer em Belo Horizonte.

Por Júlia Garcia

O fim de semana em Belo Horizonte está repleto de eventos para todos os gostos. Confira hoje a agenda que o Contramão separou para você curtir o final de semana.

Sexta

E para abrir o seu final de semana, Belo Horizonte recebe a cantora e compositora Marina Sena. Dando sequência ao estrondoso sucesso “De primeira”, a mineira chega na capital com a turnê “Vício Inerente”. Com influências do trap, pagotrap, reggaeton e muito mais, a turnê do segundo disco já reuniu milhares de pessoas ao redor do Brasil e agora chega a BH. E o show acontece no espaço Arena Hall, a partir das 22h30. Os ingressos estão disponíveis na Sympla.

Sábado

E por falar em artista, entre janeiro e fevereiro de 2024, a cantora Anitta percorre vários estados do Brasil. E, pela primeira vez, Belo Horizonte recebe o Ensaios da Anitta. Apaixonada pelo Carnaval, a artista canta seus diversos hits e músicas que estão presentes na folia. Levando a magia do Carnaval para seus fãs, Anitta se apresenta na Esplanada do Mineirão, a partir das 14h. Para garantir seu ingresso, basta acessar o Ingresse.com.

Domingo

E para fechar o final de semana, em ritmo de carnaval, no domingo acontece o bloco Bruta Flor. Fundado em 2015, o bloco de carnaval é formado exclusivamente por mulheres. Empoderamento, representatividade e fortalecimento embasam as ações do grupo. É um grupo aberto para mulheres diversas que apresentam conhecimentos musicais variados. E a concentração acontece na Rua da Bahia, as 10h da manhã. A entrada é gratuita!

Confira outro evento que vai acontecer em BH nos próximos meses.

0 517

Em menos de dois anos Roberto Carlos volta a BH para show com poucos ingressos restantes

Gustavo Meira

Se engana quem acha que Roberto Carlos é só no final de ano. O Rei estará em Belo Horizonte em março com o show da turnê 2024. Além da capital mineira, Roberto passará também por Montes Claros (MG), Brasília (DF), Santo André (SP) e Curitiba (PR) no mesmo mês. 

No auge de seus 82 anos de idade e quase 70 anos de carreira, o líder da Jovem Guarda arrasta um público de diversas idades, com ingressos esgotados na maioria de suas apresentações. O cantor e compositor foi considerado pela revista Rolling Stone Brasil como o 6º maior artista da história da música brasileira.  

O Rei sobe novamente ao palco do Expominas (Av. Amazonas, 6.200, Gameleira) no dia 10 de março, a partir das 20h. Sua última apresentação em Belo Horizonte foi em setembro de 2022. Clássicos como ‘Amigo’, ‘Emoções’, ‘Como é Grande o Meu Amor Por Você’, ‘Lady Laura’ e ‘Esse Cara Sou Eu’ estarão presentes no repertório. Além disso, as entregas de rosas no final do espetáculo, que é uma marca carimbada de Roberto há anos, fará parte do show encantando a todos os presentes.

Roberto Carlos em um de seus shows. Foto: divulgação.
Ingressos

Dois dias após o anúncio do show, mais da metade dos ingressos foram vendidos. Os mais caros, no valor de R$ 1 mil e que ficam mais próximos ao palco, já estão esgotados. Os poucos que restam custam R$ 600 e R$ 900.

Eles estão à venda no site da Eventim e na bilheteria oficial que fica no Shopping 5ª avenida, 1.314, na Savassi. Mais informações pelo site: eventim.com.br.