saude

A temperatura máxima na região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) atingiu os 32°. De acordo com Instituto Clima Tempo de Meteorologia, hoje foi o dia mais quente da semana, os próximos dias a temperatura deve atingir os 30° e só irá diminuir no sábado, 3 de março.
Em dias de calor como este, as sombras das árvores da Praça da Liberdade servem de abrigo. A aposentada Rita de Cássia, 62, foge do sol em um dos bancos da praça enquanto espera o neto sair da escola. “Com esse calor minha pernas incham e doem”, reclama, “prefiro o frio”, ressalta.

Alimiro Rocha à esquerda.
O aposentado Alimiro Rocha, 57, é da mesma opinião. “Prefiro o frio, pois temos como nos esconder, mas no calor não tem o que fazer. Só tomando água e chupando um picolé pra amenizar o calor”, afirma.

dsc_0249
Já o sorveteiro Elmo Vidal vê no calor a oportunidade de aumentar as vendas. Estabelecido na Praça da Liberdade, Vidal tem o lucro dobrado durante o verão. “Eu chego a vender 150 picolés por dia”, informa.

Texto e fotos por Bruno Maia.

Primeiro de Dezembro é lembrado como o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) apontam que, em Minas Gerais, até novembro de 2011, são 30.889 casos notificados.

dsc_0303Os índices de casos da Aids entre jovens de 15 a 24 anos têm crescido nos últimos anos. Atento a estas incidências, o Ministério da Saúde lançou, nesta quinta,  a campanha do Dia Mundial de Combate à Aids, com o foco de suas ações no público jovem e gay. O slogan é “A Aids não tem preconceito. Previna-se“. A campanha será estendida até o carnaval, em fevereiro.

O vereador Tarcísio Caixeta (PT), ressalta que “é preciso disseminar a conscientização quanto a prevenção da Aids. Campanhas como esta promovidas pelo Ministério da Saúde contribuem efetivamente para a informatização da população”, afirma Caixeta.

No Brasil, o total de pessoas portadoras de HIV chega a 600 mil desde o início da epidemia, há 32 anos. De acordo com a secretaria de Saúde, em 2010, 3.238 novos casos foram registrados em grupos de jovens, ma faixa etária entre 15 e 24 anos. A campanha  será veiculada também nas redes sociais, buscando atingir principalmente os jovens, público alvo da ação.

Em entrevista, a coordenadora de Políticas de Diversidade Sexual da Secretaria de Desenvolvimento Social de Minas (Sedese), Walkiria La Roche, afirma ter se surpreendido com o aumento dos casos na população gay e jovem. “Existem diversas instituições atuantes, levando informações ao segmento LGBT (Lésbicas, Gays,Bissexuais e Transgêneros). Nosso trabalho é feito diretamente em casas noturnas, saunas e pontos de encontro. Não esperava por isso”.

Campanha local

No último sábado (26), a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) realizou um evento na Praça da Liberdade para marcar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, com o tema  “Camisinha: use essa idéia”.

As atividades propostas buscavam conscientizar a população para a prevenção da doença. Além de oficinas de sexo seguro, distribuição de camisinhas e material educativo, atrações musicais também marcaram presença e animaram o evento.


Texto: Marina Costa

Foto: Marina Costa

Em uma época em que as pessoas andam apressadas, preocupadas com o trabalho e em conseguir acender socialmente, pouco resta tempo para cuidar da saúde e manter hábitos saudáveis. O stress do cotidiano numa cidade como Belo Horizonte é uma das grande motivações para surgimento de doenças. Na busca de uma melhor qualidade de vida, há quem procure mudar o endereço de residência, redefinir a alimentação, reprogramar o horário de trabalho, dedicar ao exercício de uma boa leitura e apreciação da cultura, tirar umas boas férias e se entregar às terapias milenares de relaxamento.

O 4º Festival Internacional Andando de Bem com a Vida discute essas questões que gravitam em torno do bem estar. O conceito central do evento é o de rede: todos os fatores externos, como a preservação do meio-ambiente, a educação, a reeducação alimentar e a utilização de fontes alternativas de energia estão diretamente ligados a um melhor aproveitamento do espaço em que se vive e um melhor funcionamento de todos os organismos, incluindo, os seres humanos.

Para amenizar o quadro que projeta uma sociedade negligente em relação às questões de saúde e respeito ao planeta, o idealizador do festival, Ulisses Martins, acredita que “o contato com conhecimento é a única ferramenta capaz de mudar o ser”. Professor e médico, Ulisses diz que “é o momento de se repensar e modificar o estilo de vida, essa redescoberta é fundamental para as novas gerações, de modo que elas possam viver num mundo de múltiplas possibilidades no que tange a busca da qualidade de vida”.

Ulisses Martins, idealizador do festival
Ulisses Martins, idealizador do festival

A estrutura do festival começou a ser montado hoje e ele terá uma programação ampla com workshops, palestras, diálogos científicos, aplicações de massagens e outras técnicas para o bem estar e conexão com o planeta. A abertura será na sexta-feira, 24, às 17 horas na Praça da Liberdade e segue até o dia 26, com a abordagem dos mais diversos assuntos relacionados à “Biodiversidade Cultural”, tema do evento. A entrada para todas as atividades é gratuita. Mais informações no site do evento.

Ana Silvia Rabelo conserva hábitos saudáveis como passear com os seus cães
Ana Sílvia Rabelo, 17, estudante, conserva hábitos saudáveis como passear com os seus cães

Por Felipe Torres Bueno

Fotos: Felipe Torres Bueno

Saúde é importante para todas as idades e a Praça da Liberdade é um dos locais prediletos para quem quer se exercitar. Na manhã de hoje, um projeto do Sesc com a terceira idade,  levou muitos senhores e senhoras para uma caminhada na Praça.

O objetivo do projeto é incentivar um cuidado maior para a manutenção da saúde e da alegria dos idosos. O passeio, feito em diversos parques de Belo Horizonte, proporciona também a socialização. Antes da caminhada, o grupo de aproximadamente 30 idosos, faz um exercício de relaxamento e alongamento com uma professora de Yôga do Sesc.

Maria Natália, responsável pelo projeto, conta que são mais de 15 atividades fixas proporcionadas ao grupo. “Além da caminhada, fazemos eventos culturais como o serestas e teatro”.  Além dos exercícios ao ar livre, é oferecido aulas de hidroginástica, exercícios ao ar livre e outros.

Participe. Confira a programação e as atividades do Sesc. Acesse aqui a agenda.

fotos-008

fotos-0121

fotos-017

Texto e fotos Daniella Lages

Toda quinta é dia de feira na Savassi. Durante o dia, barracas de frutas, comidas típicas, queijos, doces e biscoitos tomam conta da Rua Tomé de Souza, entre as ruas Pernambuco e Avenida Cristóvão Colombo, como o Contramão já conferiu (veja aqui a matéria).

O que muita gente não sabe é que, depois das 18hs, quando as pessoas saem do trabalho, a feira se torna um grande ponto de encontro de amigos. São os amigos de feira.

Demétrio Araújo, Renato S. e Omar Vieira, 72, se encontram há quatro anos para um happy hour depois do trabalho. Eles escolheram a feira pelos mesmos motivos “por causa dos amigos, o bom atendimento que recebemos na barraca que sempre freqüentamos e pela comida.” explica Araújo, que mora bem longe, mas faz questão de encontrar os amigos toda quinta na feirinha. Eles são fregueses da barraca de churrasquinhos e bebidas de Sandro Santos, que trabalha na feira há mais de 10 anos.

Em frente à barraca de Sandro, fica a de bebidas de Agda Maria Lourenço, que trabalha há 10 anos na feira. Ela conta que a partir das 16hs já tem clientes, mas que a noite fica difícil andar na rua por causa da grande movimentação. “Este cliente aqui, freqüenta minha barraquinha desde quando eu abri” conta Lourenço cumprimentando um freguês que acabara de chegar.

Edney Alves freqüenta com os amigos a barraca de Agda desde 2000. “Você convive a muitos anos no mesmo lugar e acaba conhecendo as pessoas. Somos uma turma que se encontra a 10 anos no mesmo lugar. Não é do trabalho nem da rua, somos amigos de feira” relata Alves.

dsc_0312dsc_0307dsc_0343

Por Daniella Lages

Fotos João Marcelo Siqueira

O maior festival de diversidade cultural de Minas começa amanhã na Praça da Liberdade. Cerca de 38 tendas estão sendo montada nos arredores da Praça. Ao lado do coreto a maior delas “Espaço AR”, com 10×20 metros. Durante todo o evento acontecerá: shows workshops, palestras, discussões científicas, aplicações de massagens e outras técnicas para o seu bem estar e conexão com o planeta.

Para o professor e médico oriental Ulisses Martins Filho, o evento é muito importante, toda a população poderá participar,. Acontecerão diálogos científicos sobre a vida, o meio ambiente, de como envelhecer bem tendo hábitos de vida saudáveis. “Todos nós temos que envelhecer, mas, envelhecer com saúde e não com doença”, explica o professor que, ainda defende a ideia de que devemos repensar nosso estilo de vida perante o mundo e ao planeta.

A abertura do evento está programada para amanhã às 19h, o evento se estenderá até domingo, dia 27, de 7h às 20h. O evento conta com shows de Marcos Viana e os integrantes do Sagrado Coração da Terra, Udiyana Banda e outros. O festival é uma realização do Instituto Ayurveda e a entrada é gratuita.

Para mais informações acesse: https://festivalandandodebemcomavida.blogspot.com/

Por: Daniella Lages