sustentabilidade

Conhecida pela beleza arquitetônica e por proporcionar espaço à prática diária de exercícios físicos, a Praça da Liberdade abriga diariamente diversos animais (rolinhas, pombos e até micos!). Diariamente, o aposentado e freqüentador, Domingos Souza, 89, alimenta diversas aves ao longo da praça e quando não pode comparecer, sempre envia alguém para realizar esse trabalho, garantindo que os animais não fiquem sem a alimentação.

Natural da cidade Além Paraíba, Zona da Mata, o aposentado se recorda da época em que vivia em uma fazenda, nos anos 1940, e destaca que o homem é a principal causa da degradação ambiental. “O próprio homem está destruindo o meio onde vive e junto com ela a natureza vai se esgotando. Será que o homem não compreende que tem que cuidar da natureza, e que as espécies estão tentando sobreviver aos nossos costumes?”, indaga.


Domingos jogando alimento para os pássaros.
Domingos jogando alimento para os pássaros.

Os aliemntos são comprados pelo próprio aposentado.
Os alimentos para os pássaros são comprados pelo próprio aposentado.

Belo horizonte é uma capital que possui expressiva diversidade de aves em seu território. Fatores importantes contribuem para a riqueza de espécies do município, como a grande variedade de habitat: lagos, lagoas, fragmentos de mata, campos rupestres, parques, praças, ruas arborizadas e pastagens.

O desmatamento desses espaços faz com que espécies migrem em outros lugares. “Vários pássaros estão saindo de seu habitat em busca de alimento, pois não estão encontrando em outros lugares, estou contribuindo para que os animais não sumam de nossa paisagem”, conclui Domingos.


Por: Marina Costa

Foto: Bárbara de Andrade

Começa hoje a mostra individual de esculturas da artista plástica Lu Abreu. A exposição será no Hotel Mercure, na Avenida do Contorno 7315, esquina com Fernandes Tourinho. A artista expõe a série “Ferro e Fendas” com esculturas feitas a partir de ferro e madeira. “Como sempre fazemos exposições de telas, esta será a primeira grande exposição de esculturas do Mercure”, relata Raquel A. gerente do Hotel.

Mineira de Montes Claros, Abreu já mostrou sua arte em exposições coletivas internacionais em diversos países da Europa e individualmente em Firenze, na Itália. Ela também trabalha com pintura de ambientes e diante de materiais como aço inox, cobre, ferro oxidado, madeira e tecidos, explora diferentes formas no estilo moderno e contemporâneo.

Serão 14 esculturas de grande formato, utilizando técnicas de arte comprometidas com o meio ambiente. A exposição vai até o dia 12 de agosto e a entrada é franca.

foto-2Por Daniella Lages

Fotos Divulgação

O maior festival de diversidade cultural de Minas começa amanhã na Praça da Liberdade. Cerca de 38 tendas estão sendo montada nos arredores da Praça. Ao lado do coreto a maior delas “Espaço AR”, com 10×20 metros. Durante todo o evento acontecerá: shows workshops, palestras, discussões científicas, aplicações de massagens e outras técnicas para o seu bem estar e conexão com o planeta.

Para o professor e médico oriental Ulisses Martins Filho, o evento é muito importante, toda a população poderá participar,. Acontecerão diálogos científicos sobre a vida, o meio ambiente, de como envelhecer bem tendo hábitos de vida saudáveis. “Todos nós temos que envelhecer, mas, envelhecer com saúde e não com doença”, explica o professor que, ainda defende a ideia de que devemos repensar nosso estilo de vida perante o mundo e ao planeta.

A abertura do evento está programada para amanhã às 19h, o evento se estenderá até domingo, dia 27, de 7h às 20h. O evento conta com shows de Marcos Viana e os integrantes do Sagrado Coração da Terra, Udiyana Banda e outros. O festival é uma realização do Instituto Ayurveda e a entrada é gratuita.

Para mais informações acesse: https://festivalandandodebemcomavida.blogspot.com/

Por: Daniella Lages