Tecnologia

Belo Horizonte é invadida pelo calor e, com isso, o vestuário é modificado. Grande parte da população vem utilizando, nesta estação, roupas mais leves  como: vestidos, camisetas, bermudas e até as mini -saias, tudo isso para uma melhor sensação térmica.

Com os termômetros chegando a marcar 30°C na Capital, pesquisadores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) realizaram uma análise que avalia as sensações e condições climáticas. A Praça da Liberdade recebeu na tarde desta quinta-feira, estudiosos que fazem Mestrado Multidisciplinar em Ambiente construído e Patrimônio Sustentável.

Com a utilização de um Anemômetro, instrumento medidor de velocidade do vento, que verifica alterações climáticas, a umidade do ar, a capacidade de evaporação e o tempo de insolação, O Laboratório de Conforto e Eficiência Energética da UFMG, procura calibrar o índice de conforto térmico em espaço aberto, o equipamento e o estudo foram desenvolvidos na Alemanha.

Pequenos detalhes, como idade, peso, bairro, preferência de temperatura, consumo de água, utilização de roupa e observação do tempo são curiosidades que os pesquisadores buscam encontrar em seus entrevistados .

O projeto tem como objetivo fazer melhoras no ar e eficiências em obras públicas para maior atendimento a população.  Simone Hirashima, coordenadora do projeto, informa que a pesquisa se repetirá no dia 28 na Praça da Estação, no período da tarde.

Por: Iara Fonseca e Ana Sandim

Foto: Débora Gomes

Na Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, o Museu de Ciências Naturais da PUC Minas mobiliza a população. Do dia 22 ao dia 25 de Outubro, das 09h às 17h, tendas estarão montadas na Praça da Liberdade. Elas abrigarão exposições como “Da era do gelo à era digital – Desvendando Minas Gerais” entre outras. Ocorrerão bate-papos com pesquisadores, oficinas educativas, jogos e um paredão rupestre onde o visitante deixará seu registro.

Segundo os organizadores, as exposições têm como objetivo atrair jovens e crianças com temas e atividades ligados a Ciência e Tecnologia, valorizando assim a criatividade, a atitude cientifica e a inovação.

A Semana Nacional da Ciência e Tecnologia pretendem mostrar a importância do tema para o desenvolvimento do país, abrindo assim possibilidade para que a população brasileira tenha conhecimento e discuta as relevâncias e os impactos das pesquisas cientificas e tecnológicas. Mostrando assim na tenda Mecatrônica e Paleoarte, como seria o movimento dos braços do bicho preguiça.

Programação completa: Clique aqui

mais informações no site Ciência no Brasil

(foto: visitante deixando seu registro )

0 633

O Parque Municipal recebeu, hoje, o décimo terceiro hotspot (área de livre acesso à internet sem fio) de Belo Horizonte. O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da inauguração, no Espaço Municipal, localizado no prédio da Prefeitura, na Av. Afonso Pena, 1212, para a inauguração.

A iniciativa faz parte do Programa BH Digital, criado em 2005, a partir de uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte e o Governo Federal. O programa possui, também, 150 espaços para acesso à internet e realização de cursos de informática. Este novo ponto atingirá toda a população que circula pelo centro da capital.

Com um atraso de mais de uma hora, o prefeito Márcio Lacerda abriu o evento que, também, abordou o projeto Minha Casa, Minha Vida e contou com a presença do ministro das comunicações Hélio Costa.

Os locais que também possuem hotspots instalados são nas praças Sete, da Liberdade, da Estação e da Assembléia, nos parques Ecológico da Pampulha e das Mangabeiras, Centro de Referência Audiovisual (Crav), além da Rodoviária, prédios da Prefeitura e da Prodabel e Vilas Cafezal e Papagaio. Para acessá-los é necessário fazer um cadastro no site da Prefeitura assim que conectar pela primeira vez em um desses lugares. O usuário terá direito de navegar livremente por uma hora diariamente e por tempo ilimitado pelos sites da PBH.

Aproveitando o hotspot do Prédio da Prefeitura, fizemos uma cobertura do evento via Twitter.