Una

0 249

 

Neste mês de outubro, o Centro Universitário Una celebra uma década dos cursos Manutenção de Aeronaves e Pilotagem Profissional de Aeronaves

*Por: Italo Charles

Anualmente, 23 de outubro é marcado pelo Dia do Aviador, data instituída em homenagem a Alberto Santos Dumont, que no mesmo dia em 1906 se tornou o primeiro homem a voar a bordo do seu 14-Bis. No entanto, foi apenas em 1936, que a lei que decretava a data como comemorativa. 

Com o passar dos anos, o setor da aviação vivenciou grandes mudanças e evoluções até chegar no que é conhecido hoje, com cursos profissionalizantes e constante evolução tecnológica. Sempre de olho nas tendências, em 2010, foram inaugurados os cursos de Manutenção de Aeronaves e Pilotagem Profissional de Aeronaves pelo Centro Universitário Una.

Neste ano, 2020, os cursos completam uma década de atuação, instruindo e formando pessoas para o mercado de trabalho. Ao longo do tempo, os cursos passaram por grandes transformações e adequações. Segundo o coordenador dos cursos de Manutenção de Aeronaves e Pilotagem Profissional de Aeronaves, Kerley Alberto, as maiores mudanças durante esse período foram o corpo discente e docente.

“Acredito que a principal evolução foi no corpo discente, o perfil dos alunos foi mudando. No início tínhamos muitos estudantes que trabalhavam na área mas não possuíam uma graduação e com o passar do tempo, chegaram alunos que iriam iniciar sua carreira na aviação”, explica.

Todos os anos, acontece a Semana da Aviação, com uma  programação recheada de atividades, palestras e oficinas que tem por objetivo a troca de conhecimento, possibilitando a integração entre a academia e o mercado.

Para as comemorações dos dez anos dos cursos, uma programação diferenciada foi proposta. Além das palestras, oficinas e debates que ocorrem anualmente, dessa vez será marcado pela inauguração do selo Dr. Ozires Silva – Patrono da Aviação Ânima.

Homem para além da aviação brasileira

Ao se falar da aviação brasileira, não se pode deixar de citar o marco que o Doutor Ozires Silva representa para o setor. Engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico Aeronáutico (ITA), contribui para grandes feitos na concepção da aviação hoje.

Dr. Ozires foi um dos fundadores da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo. Além do grande alcance no setor aeronáutico, presidiu a Petrobrás e foi ministro da Infraestruturae das Comunicações. Em 2008, iniciou sua trajetória no grupo Ânima. Hoje, atua como Presidente de Inovação e é considerado o Patrono dos cursos de Aviação do grupo. 

Para Kerley, ter o Dr. Ozires como Patrono gera aprendizado, grande reconhecimento e para além do apoio dado aos cursos. “Falar em Dr. Ozires no meio aeronáutico é sinônimo de qualidade, seriedade, paixão. A presença dele só vem a chancelar a qualidade dos nossos cursos ”.

Representatividade

O espaço ao qual se tange o setor da aviação, é visto como majoritariamente masculino. Contudo, a ascensão das mulheres dentro da área tem crescido, não como sentido de igualdade, mas, estas estão conquistando espaços que há décadas atrás não podiam sequer ingressar.

Pensar que, uma mulher negra, advinda de uma família a qual não teria condições de sustentar os custos com um curso superior e, não somente, nesta mesma família não havia nenhuma pessoa que tivesse formação em uma ‘faculdade’, pode parecer longe, mas é realidade para muitos.

Mesmo com a indecisão em qual rumo tomar, Raphaella Menezes, 29, após formada no ensino médio, sabia que queria entrar para faculdade. Por alguns anos tentou o ENEM para que pudesse ter a oportunidade de conquistar uma bolsa, uma vez que não teria condições de custear as mensalidades do curso ao qual enfrentaria.

Foi em 2012 que, a atual Mecânica de Aeronaves, conquistou uma bolsa integral para ingressar no curso ofertado pelo Centro Universitário Una. Durante o período de estudo, Raphaella decidiu fazer um intercâmbio, o que a fez não conseguir formar com sua turma, e foi em 2017 quando concluiu seu curso.

“Eu sempre gostei muito de máquinas, sabe como elas funcionam. Inicialmente pensei em fazer um curso de mecânica de autos, eu sempre gostei de carros. Entretanto, pensei que deveria escolher algo diferente e foi nesse momento que pensei na Manutenção de Aeronaves. Hoje, sinto que fiz a escolha certa”.

Após ter passado por grandes desafios, estes que implicam em uma mulher alcançar altos patamares na carreira, e em setores que são de sua maioria dominado por homens, Raphaella superou as barreiras e conquistou seu espaço através da dedicação ao seu trabalho e sua formação. Para além da graduação em Mecânica de Aeronaves, concluiu  também uma pós em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, e atualmente atua como Mecânica Aeronáutica na Indústria de Aviação e Serviços (IAS).

Desafios 

Falar em desafios na aviação é uma grande abordagem. As questões financeiras em alguns momentos, pode ser considerada primordial para uma formação ideal. A área é considerada de alto custo, sendo que os cursos e as práticas precisam de capital para serem adquiridos e praticados.

Para Vitória Fonseca, formada em Pilotagem Profissional de Aeronaves, uma das maiores adversidades foi, e ainda é, a questão financeira. Durante a graduação, seus pais com muita perseverança a ajudaram e pagaram seu curso, entretanto, para a conquista e validação de horas de voo são necessárias as práticas para além da faculdade.

“O desafio maior durante a faculdade era dar o melhor de mim, por vários motivos. Meus pais pagavam a faculdade, e eu queria honrar o que a mim era atribuído. Por outro lado, acho que a parte financeira para muitos, como foi para mim, é um grande obstáculo”.

 

*Edição: Bianca Morais

** A matéria foi produzida sob a supervisão da jornalista Daniela Reis 

0 4901

*Por Daniela Reis

Você sabe o que é gemista? É um prato grego de vegetais recheados. E hoje quem nos agracia com essa receita vegetariana é Izabela Pereira, aluna do curso de Gastronomia do Centro Universitário Una.

Que tal aproveitar o calor que vai fazer no final de semana e fazer esse prato que tradicional do verão grego?

Gemista

Ingredientes

  • 2 tomates grande
  • 2 pimentões amarelos ou vermelhos grandes
  • 400g de batata inglesa
  • 100g de beringela em cubinhos
  • 100g de cenoura em cubinhos
  • 100g de abobrinha italiana em cubinhos
  • 25g de alho poró
  • 75g de arroz de risoto
  • 50g de cebola (picada bem pequena)
  • 100ml de azeite de oliva
  • Salsinha, orégano, tomilho, pimenta do reino, manjericão e sal a gosto

Preparo

  1. Corte o fundo do tomate e do pimentão para formar uma tampa e retire as sementes.
  2. Corte as batatas rusticas, coloque-as em uma assadeira junto ao tomate e ao pimentão. Acrescente azeite, sal e pimenta, reserve.
  3. Leve os legumes ao fogo médio com 20ml de azeite, adicione sal, pimenta e doure.
  4. Adicone o arroz e 100ml de agua, cozinhe até a textura ficar al dente.
  5. Adicione a salsa, tomilho, manjericão e o orégano.
  6. Recheie o tomate e o pimentão, feche com a tampinha, cubra com papel aluminio e leve ao forno a 200°C por 40 minutos.

Com a palavra, Izabela

“Comecei a me encantar com o mundo gastronômico ainda criança, enquanto ajudava minha mãe a preparar as refeições em casa. Esse amor ganhou ainda mais força quando resolvi buscar alternativas saudáveis para minha alimentação e da minha família, substituindo ingredientes calóricos por outros menos calóricos e mais nutritivos de boa procedência, além do uso reduzido de proteína animal”.

 

 

0 5075

Conheça o laboratório de Jornalismo e Produção de Conteúdo do Centro Universitário Una

Por: Italo Charles

Ser jornalista é viver para contar histórias, é acompanhar a transformação social e estar presente para registrar. Informar, fiscalizar, educar e entreter são algumas características da profissão. E em um espaço de aprendizado e práticas, futuros profissionais iniciam suas trajetórias. Hoje, apresentamos a você o NUC,  último eixo que compõe a Fábrica.

O NUC, desde sua criação, passou por várias transformações. Inicialmente contemplado como Núcleo de Convergência de Mídias visava a produção jornalística e o apoio ao corpo acadêmico do curso. 

Com o passar do tempo, o universo da comunicação se expandiu e o Nuc recebeu uma reformulação e se tornou Núcleo de Conteúdo, a partir disso conquistou espaços em novas plataformas, o que antes era produzido apenas em jornal impresso, ao longo do tempo começou a ser produzido no blog e nas mídias sociais.

Definido como laboratório experimental de jornalismo, o Nuc produz o jornal Contramão e conteúdos vão além das coberturas institucionais. A produção consiste na elaboração e execução de pautas sobre política, economia, social, diversidade, moda, gastronomia, educação, cultura e entretenimento. Para além das produções realizadas para o jornal Contramão, o lab executa conteúdos para mídias audiovisuais e para redes sociais como Instagram e Facebook.

Como forma de ampliar a conexão entre o laboratório e o corpo estudantil, o Nuc oferece oficinas  relacionadas a produção de conteúdo, assessoria de imprensa, comunicação integrada, além de receber materiais dos estudantes do curso de jornalismo para publicação diária, dessa forma o Núcleo fortalece o desenvolvimento dos estudantes.

Atualmente a equipe do lab é formada pela líder Daniela Reis – Jornalista, especialista em Rádio e TV e MBA em Marketing Estratégico, e pelo estagiário Italo Charles (estudante do 5° período de Jornalismo).

Com a palavra, a líder

“No NUC os alunos e estagiários têm a possibilidade de produzir nos veículos impresso e digital, que é o jornal Contramão, além de desenvolver capacidades em audiovisual (na cobertura de eventos, gravação de podcast, vídeos institucionais, etc.), mídias sociais e assessoria de imprensa. Aqui vivemos a rotina de uma redação com reuniões de pauta, parcerias com o mercado e oficinas práticas. É um espaço de criação, troca de ideias e crescimento além da sala de aula.” – Daniela Reis 

Depoimento

Posso dizer que o lab foi e é um lugar de grande aprendizado e construção de experiências. Aqui, tive a oportunidade de conhecer pessoas encantadoras que de certa forma contribuíram para o meu crescimento profissional e pessoal. Hoje, afirmo que nesse ambiente consegui colocar em prática tudo que aprendi na sala de aula e para além disso, aprendi técnicas, novas perspectivas, e um novo olhar sob o jornalismo” – Italo Charles.

Serviços:

Para acompanhar e conhecer mais sobre as produções do laboratório, siga no Instagram @jornalcontramão e acompanhe diariamente reportagens, entrevistas, crônicas e receitas aqui no nosso portal.

0 5109

Conheça o laboratório de moda do Centro Universitário Una

Por: Italo Charles

Moda é muito mais que vestir, é sentir, renovar, moda é criar. A moda transforma realidades, muda conceitos e otimiza processos. Todos esses atributos fazem parte do cotidiano de quem trabalha no setor. Hoje, apresentamos a você o Numo, Núcleo de Moda do Centro Universitário Una.

Fundado no ano de 2004, o curso de Moda abria espaço para uma nova realidade ao cenário ‘fashion’ em Belo Horizonte. Junto, surgia os laboratórios de Corte e Costura, Têxtil e o Studio de Fotografia para realização das atividades práticas

Atualmente, a equipe responsável pelo laboratório é composta pela líder Letícia Dias, pelas técnicas Andreza Ramos, Sheila Fonseca e pela estagiária Alda Viana. A estrutura do núcleo compõem os ambientes de Corte e Costura, Têxtil, Multiuso (utilizado para moulage e acessórios) e o estúdio de Fotografia, usado para editoriais de moda e fotografia de acessórios. Os espaços são planejados e organizados para os alunos desenvolverem as atividades de sala de aula, atividades extracurriculares e para realização das Unidades Curriculares (Uc’s).

“Temos diversos maquinários e materiais, além de uma equipe disponível integralmente para apoiar e auxiliar os docentes no desenvolvimento das atividades e projetos. O Laboratório de Corte e Costura é o mais utilizado pelos alunos nos intervalos das aulas e nos horários vagos e se tornou um espaço colaborativo, de trocas de ideias, local de encontros para desenvolver projetos, ampliar network, fazer parcerias e ainda bater um papo saudável e construtivo em um ambiente cheio de arte e criatividade”, comenta Letícia Dias.

O lab tem como missão gerar experiência aos alunos, conectá-los com o mercado, além de apoiar a coordenação do curso, o corpo docente e o ecossistema Ânima nas demandas relacionadas ao Curso de Moda. “Sempre tentamos trazer o melhor para os alunos, oferecemos cursos, oficinas, palestras com grandes nomes da Moda, ex alunos bem posicionados no mercado como inspiração e parcerias com eventos externos”, relata Letícia.

Através de parcerias e projetos o Numo estabelece um vínculo entre os alunos e o mercado, de tal forma, fomenta o ambiente acadêmico e eleva a produção dos estudantes. “A conexão com o mercado a partir das parcerias externas, oferece a oportunidade do aluno se apresentar, mostrar seu potencial às empresas, pessoas influentes na Moda, de descobrir e desenvolver habilidades, entender melhor a área profissional, construir seu network e agregar experiência ao currículo”, salienta a Líder.

Projetos 

Entre o final de 2019 e o início de 2020 aconteceu no lab o recrutamento de alunos para atuação no backstage do Minas Trend, além disso, ocorreu a produção de figurino para o bloco Então Brilha e a confecção de looks sustentáveis para o desfile do Mood (Festival de Moda de BH produzido pela Prefeitura).

Também foi disponibilizado espaços para realização de oficinas do FeedDog Brasil com vagas exclusivas para alunos, visita a fábrica da Cedro Textil, uma das principais empresas têxteis do País, parceria com o 1º coworking de Moda de MG – Co.crie – com grandes descontos para nossos alunos e ex-alunos do curso de Moda utilizarem o espaço.

Já neste período de retorno às aulas, o lab tem oferecido oficinas Extensão, tais como: E agora, para onde vou? Conhecendo as áreas de atuação na Moda, ministrado por Letícia Dias (líder do Numo) e Handmaid:  Bordados em pedraria – Teoria e Prática, com Sheila Soares.

Por se tratar de um período de pandemia, no qual o uso das máscaras para proteção são obrigatórios, e pensando no retorno das atividades, suscitou no Numo o desenvolvimento do projeto “Máscaras de proteção Ânima”. Além de proteger e colaborar para a  proteção e preservação da saúde de todos, o projeto colabora também com a cadeia produtiva do setor da Moda, que adaptou sua produção para confeccionar máscaras de proteção. 

As máscaras serão distribuídas entre os mais de 150 mil estudantes, educadores e prestadores de serviço que fazem parte de diversas Instituições do Grupo Ânima, presentes em vários estados do Brasil, colaborando para proteção e preservação da saúde de todos.

“Sabe-se que neste momento de pandemia, a indústria da moda passa por reduções significativas em sua produção, o que coloca em risco a garantia do trabalho aos trabalhadores formais e autônomos que dependem exclusivamente da confecção de vestuários. Atualmente, nosso desafio está sendo desenvolver um modelo de máscaras inclusivas para pessoas com deficiência auditiva que não embace”, afirma Letícia.

Além dos projetos e oficinas de extensão e o projeto Máscaras de proteção Ânima, o Numo produz o Una Trendsetters, desfile tradicional que acontece todo final de semestre letivo. O evento que celebra a formatura dos estudantes, teve a 17ª edição no CentoeQuatro (no final de 2019), e já passou por grandes espaços de BH, como: Mineirão, Iate Tenis Clube, Ilustríssimo.

Depoimentos

“Quando entrei para trabalhar no Numo, eu estudava Moda e estava no último período da faculdade, vi uma oportunidade enorme de crescer, de aprender e de me ingressar no mercado de trabalho através do laboratório. Hoje, depois de 2 anos trabalhando como técnica no Numo, me surpreendi com todas as oportunidades que tive, foi muito mais do que esperava, pude compartilhar o meu conhecimento e aprender muito mais, tive experiências em eventos, cursos, oficinas que me proporcionaram  desenvolvimento pessoal e profissional, conheci pessoas maravilhosas e fiz amigos incríveis” –  Andreza Ramos – (Técnica do Numo).

“Acredito que a nossa relação com o aluno seja mais próxima por termos um espaço físico onde eles podem ir, fazer trabalhos, conhecer pessoas. Temos sempre um contato bem direto com eles e estamos sempre procurando melhorar as formas de trazer coisas novas para dentro do curso e para os alunos.”-  Alda Viana  (Estagiária do Numo).

“Como ex aluna, foi no Numo que coloquei em prática muitas teorias aprendidas em sala de aula, criei minha primeira bolsa e minha primeira peça de roupa. Alguns dos momentos mais divertidos da faculdade aconteceram lá, e sempre que o estresse batia, era para lá que ia tirar uns minutos para dar uma aliviada.” – Sheila Fonseca  (Técnica do Numo).

Com a palavra, a líder

“O contato constante para com o aluno e os próprios alunos entre si  fora da sala de aula, em um ambiente disruptivo, criativo e sem rótulos, faz com que o resultado não seja menos que produtivo e engrandecedor para todos.” – Letícia Dias

Serviços extras

O Numo fomenta a conexão entre o aluno e o mercado a partir de oficinas, palestras, dicas, participação em eventos, recrutamento de alunos para realizar projetos externos relacionados a área, como por exemplo: alunos para trabalhar no backstage dos desfiles de um dos maiores salões de negócios de Moda da América Latina – MINASTREND – produzido pela Fiemg, que agora é parceira da Una.

Além de produzir conteúdos e vídeos diariamente para as redes sociais com temas sugeridos pelos próprios alunos.

A monitoria online como apoio aos alunos para realização das atividades solicitadas em sala de aula.

Para acompanhar os conteúdos e trabalhos ofertados siga o Instagram.

 

*A matéria foi produzida sob a supervisão da jornalista Daniela Reis

 

0 255

Conheça o laboratório de Relações Públicas do Centro Universitário Una

Por: Italo Charles

Tudo começou em 2010, quando um projeto temporário foi idealizado para a produção do Axé Brasil. Na época, não existia perspectiva para que o projeto, que ainda não tinha nome, continuasse. Entretanto, dois anos depois, o Centro Universitário Una suscitou uma parceria com a DM Promoções e criaram a “Una DM Jovem”, uma produtora de eventos que oferecia aos estudantes a oportunidade de conhecerem na prática toda a produção de um evento.

Mas só em 2014 nasceria a Agência Una 360. Após dois anos de crescimento e expansão da produtora, a 360 se configurou como o laboratório do curso de Relações Públicas, que tem como essência proporcionar aos extensionistas a chance de conhecerem a estrutura dos grandes eventos, passando por todas as etapas de organização, logística até o resultado final.

“A atuação dos alunos nos eventos externos, principalmente, é uma grande oportunidade para que eles coloquem em prática tudo aquilo que aprendem na sala de aula. Isso acaba criando um vínculo com o mercado e proporcionando experiência, network, desenvolvimento de carreira, e, consequentemente, revela e treina os talentos que eles possuem para o mercado de trabalho”, comenta a líder do lab Débora Lisboa.

Como o intuito de fomentar a interação entre a agência e os estudantes, o núcleo oferece a possibilidade dos alunos participarem dos eventos em suas várias fases. “A Una 360 tem uma boa conexão não só com os extensionistas atuantes, como também com demais alunos da Una. O núcleo oferece a possibilidade dos estudantes de atuar em grandes eventos, ver como funciona os bastidores, fazer conexões com excelentes profissionais e mais. É uma experiência única, com memórias para ficarem marcadas, por isso é vista com grande interesse e como uma boa oportunidade pelos alunos”,  salienta Débora.

Parceria e Serviços

Entre todas as parcerias envolvidas, hoje, a 360 faz parte da ‘Fábrica’ junto aos laboratórios da Economia Criativa da Una. Entretanto, devido ao cenário imposto pela pandemia (Covid-19), o setor de eventos foi um dos mais afetados e as produções externas sofreram interrupções.

Os principais serviços prestados pela agência são: gestão e criação de conteúdo para redes sociais; assessoria de Imprensa; suporte de Design Gráfico (criação de peças, campanhas e edição), cobertura fotográfica e filmagem; produção de vinhetas, filmes promocionais e vídeo mkt dos eventos; acompanhamento e interface com fornecedores  contratados pelo evento; pesquisas e identificadores de problemas durante o evento; suporte no credenciamento e staff, suporte e apoio de produção, gestão de contratos, suporte em projetos arquitetônicos e de ambientação, apoio na criação de peças e customização de camisetas/uniformes e suporte nos postos de atendimento médico. 

Equipe

Atualmente Una360 é composta por Débora Lisboa (líder da agência desde março, 2020), por Ana Paula Santos (responsável pelo administrativo) e pelos extensionistas: Jéssica Caroline e Thalia Costa (Relações Públicas), Cissa (jornalismo), Matheus Coelho (Design), Camila de Alencar, Gabriel Santiago, Guilherme Jardim, Mel Jhorge e Wallace Militão (Cinema), Gabriel Benzaquen (Arquitetura), Isabella Tavares (Direito), Lucas Felipe (Enfermagem) e Brenda Moreira (Moda), compõe o grupo.

Depoimentos do extensionistas

“A 360 é um laboratório de experiências únicas que serão levadas para a vida pessoal e principalmente profissional”, diz Lucas Felipe (Enfermagem).

“A agência foi o primeiro lugar onde tive um contato maior com o curso que escolhi. Conheci um outro lado dos eventos, consegui entender e conhecer o passo a passo da organização, me sinto muito feliz e realizada por ter essa experiência única”, comenta Thalia Costa (RP)

”Aqui é onde nós entramos em contato com o mundo. Onde testamos nossos limites e descobrimos coisas que não sabíamos, junto com nossos colegas, de áreas tão similares ou diferentes das nossas, e com as novas pessoas que encontramos no meio do caminho”, afirma Cissa (Jornalismo)

“É muito importante destacarmos que a Una360 reúne não só alunes de Relações Públicas e, esse espaço de aprendizado e as oportunidades que encontramos dentro das atividades do LAB, contribuem diretamente na construção profissional do graduando”, Mel Jhorge (Cinema)

“A Una360 me proporcionou conhecer diversas pessoas e participar de inúmeros eventos. É sem dúvida um episódio marcante na minha vida. A correria de fazer vários eventos e lidar com diversas pessoas diferentes é cansativa fisicamente, mas extremamente estimulante”, Gabriel Benzaquen (Arquitetura)

“Eu sou apaixonada pelo que faço e por ter sido apresentada ao ‘Mundo dos Eventos’, porque até então, não tinha conhecimento de que o Direito era tão necessário nos eventos. O nosso núcleo não é só um lugar que organizamos os eventos, mas também um lugar de muito aprendizado, trocas de experiências, responsabilidade, amadurecimento e principalmente união. Com a nossa equipe não tem moleza e nem preguiça! Com certeza, a Una 360 faz parte da melhor fase da minha história!”, Isabella Tavares (Direito).

“A Una360 é um núcleo que me proporcionou bastante aprendizado, tanto para minha vida profissional quanto pessoal. Conheci pessoas e profissionais incríveis e pude entender um pouco mais sobre esse mundo dos eventos. Sou muito grata por ter tido contato com todas essas experiências”, Jéssica Caroline (RP)

Com a palavra, a Líder

“Minha história com a Una 360 é um pouco mais antiga. Entrei na Una em 2016 e desde então a Una 360 faz parte do meu cotidiano e com o passar do tempo, nossos laços foram só aumentando. Parceiras, eventos, risos, aprendizado, tudo isso venho colhendo desde o nosso primeiro contato. Quando fui convidada a assumir a liderança do núcleo, bateu aquele frio na barriga, a responsabilidade agora era maior e o desafio também. Mas desde o início fui muito bem recebida por toda equipe e apesar deste momento atípico, estamos juntos e cada vez mais nos fortalecendo e desenvolvendo como equipe. E tenho certeza que quando isso tudo passar, estaremos ainda mais forte e preparados para arrebentar no universo dos eventos” – Débora Lisboa.

Para conhecer mais sobre o trabalho da Una360, acesse o Instagram (@una360oficial)

*A matéria foi produzida sob a supervisão da jornalista Daniela Reis

0 228

*Por Daniela Reis

Gosta de sanduiche? Então, hoje essa receita é para você!

Descrição do prato:

Sanduiche feito com pão ciabatta (de autoria da nossa empresa Sanxav – pães artesanais), com recheio de salada de repolho roxo e maionese, salada de rúcula, queijo minas canastra curado e salame (da charcutaria Tonini).

Quantidade de porções: 1 unidade de 20cm

Tempo de preparo: 25 min.

Nível de dificuldade: Fácil

Ingredientes:
– Ciabatta Sanxav de 20cm
– 20 g de salame autoral fatiado da charcutaria Tonini
– 15g de queijo minas canastra curado em lâminas
– 120g de repolho roxo
– Meio limão de tamanho médio
– 1 ovo
– 1 dente de alho
– Óleo de canola
– 10g de açúcar
– 60ml de vinagre de vinho branco
– Sal a gosto
– Folhas de rúcula a gosto

Passo a passo para preparação:

Maionese para salada de repolho roxa:
1 – Em um mixer coloque a clara do ovo, o limão espremido, o alho, o sal e bata. Enquanto está batendo os ingredientes, vá jogando o óleo devagar e constantemente até obter a consistência de maionese. Reserve.

Salada de repolho roxo:
1 – Corte o repolho em fatias finas.
2 – Misture 100g da maionese preparada, o açúcar, o vinagre e o repolho.

Montagem:
1 – Corte o pão ao meio na horizontal.
2 – Coloque a salada de repolho, o salaminho, o queijo e a rúcula por cima.
3 – Feche o sanduíche e aproveite.

Dica do chef:
A mostarda de jabuticaba da linha Sabarabuçu combina muito bem com o sanduíche.

Essa delícia de sanduba foi desenvolvida por Luan Santos, ex-aluno do curso de Gastronomia do Centro Universitário Una.

Com a palavra, o chef
“Desde novo sempre fui muito ligado à gastronomia, mas levava aquilo como um robbie. Aos 18 anos entrei na faculdade de análise e desenvolvimento de sistemas, mas percebi que aquilo não era o que eu realmente queria fazer. Então aos 19 anos entrei para a faculdade de gastronomia e agora eu trabalho com minhas habilidades gastronômicas. Trabalhei também em alguns restaurantes, mas agora tenho minha própria empresa de panificação artesanal” – Luan Santos

O Sanduíche Bem Live é um dos pratos da Feira Bem Live, que acontece no dia 29/08, a partir das 10h.

Feira Bem Live

A feira é o primeiro evento no formato online do MUNDO! Será criado um ambiente de feira, dentro do Restaurante Maria das Tranças, com transmissão de LIVE de shows de bandas do cenário mineiro, dentre elas a Lurex e ao mesmo tempo grandes Chefs renomados e promessas do mercado (Puiati, Penninha, Beto Haddad, Marcinho, Tonini, Luan, Julio Candido, além de A Cachaçaria Itinerante) estarão cozinhando e disponibilizando seus produtos para serem adquiridos pelos espectadores via plataforma de pedidos/delivery online, com ENTREGA GRÁTIS num raio de até 7km do local! Então os espectadores assistem aos shows e fazem seus pedidos para receberem na segurança e conforto aonde estiverem.

O evento também contará com ação social através de doações via QR Code, cujo montante será convertido em cobertores para pessoas em situação de rua e dependendo do valor arrecadado estenderemos os donativos para entidades de suporte aos setores artísticos, como auxílio a este que é um dos segmentos mais afetados pela pandemia.

O objetivo é fomentar os segmentos paralisados desde o início da reclusão: TURISMO, GASTRONOMIA, CULTURA e ARTES, permitindo um recomeço de atividades para que estas sigam revigorando estes setores, evitando que mais estabelecimentos fechem, mais pessoas percam seus empregos, ou seja, criando expectativa de retomada para os afetados.