Vídeo

A gincana “Ativa Urbana” promovida pelo Grupo Alvo da Mocidade, deixou a Praça da Liberdade com cara de praia. Pranchas de surf, guarda-sol, cadeiras de praia, frescobol e centenas de jovens muito animados integravam este cenário praiano.

Na gincana, oito equipes de jovens, a maioria de 13 a 17 anos, foram divididas por cores e nomes e participam de provas e prendas. O evento acontece uma vez por ano, sempre no mês de maio. Nos quatro sábados do mês eles se reúnem no pátio do colégio Promove no bairro Mangabeiras para as provas esportivas como, queimada, futebol, rouba-bandeira e outros jogos.

O estudante Giovani Rodrigues, 15, participa do grupo há cinco anos. Ele os conheceu através do padrasto que participava quando jovem e do irmão mais velho, que o levou um dia ao encontro do grupo. Segundo ele, participar da gincana ensina valores como, amar ao próximo e aproveitar a vida de forma saudável. “(…) também por causa das amizades que faço” conta Rodrigues que estuda no colégio Mendes Pimentel atrás do Minas Shopping.

Lucas Vinícius de Oliveira, 22, é programador do evento e conta que outra prova da gincana é o protesto “Já que Minas não tem mar, eu vou criar”. Alguns jovens usam roupas de banho, outros incorporam personagens como, vendedores de canga e churrasquinho, surfistas e até um cachorro fantasiado com barbatana de tubarão brincava com os jovens. “A nossa ideia é trazer mais jovens para o grupo”, relata Oliveira.

O Grupo

A idéia partiu de um grupo chamado ‘Alvo da Mocidade’, que teve origem nos Estados Unidos e atua pelo Brasil inteiro. Hoje, eles não têm nenhum vínculo com o grupo americano e existe em Belo Horizonte há mais de 33 anos. O grupo ajuda jovens em todos os aspectos de sua vida: emocional, física, social e espiritual. Apesar de não terem nenhum vínculo com alguma religião, a missão do Grupo Alvo é apresentar a mensagem de Jesus Cristo para os adolescentes e ajudá-los a crescerem na fé. Até a última contagem, havia 309 jovens participando da gincana nesta tarde.

Alvo da Mocidade está presente em Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Ribeirão Preto, Nova Lima, São José do Rio Preto e São Paulo.

imagem-008imagem-017imagem-021

Por  Daniella Lages
Fotos: Daniella Lages, Marcus Ramos
Vídeo: Marcus Ramos

1 453

Há uma semana, o Contramão entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte e com a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) para pedir informações sobre a remoção da grande quantidade de lixo acumulado na Rua Sergipe com Avenida Brasil. Nada foi feito: o lixo continua na calçada atrapalhando os pedestres.

O Prazo estipulado pela Prefeitura era de no máximo cinco dias para solucionar o problema. Segundo a SLU, a situação estaria normalizada no dia seguinte. Porém, o Lixo continua intacto do local.

Regimar Honorário,41,é manobrista da rua há 30 anos e  reclama da situação

Pedestres precisam andar pelas ruas por causa de lixos nas calçadas



Maria das Graças orienta população


Postado por Matheus de Azevedo

 

O conjunto arquitetônico “Encontro Marcado” será transferido da Praça Carlos Drummond de Andrade para a Biblioteca Pública Estadual Luis Bessa. A obra, composta pelas estátuas de bronze em tamanho natural dos escritores Otto Lara Rezende, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos e Hélio Pelegrino, ficavam entre a antiga Secretaria de Educação e o anexo da Biblioteca Pública, em frente à Praça da Liberdade.
Helena Maria Alves, arquiteta responsável pela transposição do monumento, esclarece que com a implantação do Circuito Cultural da Praça da Liberdade, as estátuas perderam a visibilidade no lugar onde estavam. “Nada mais conveniente do que trazer o conjunto arquitetônico dos escritos para frente da biblioteca,” ressalta.
A obra, projetada pelo artista plástico Léo Santana, faz alusão ao livro de Fernando Sabino, “Encontro Marcado“, publicado em 1956, e recria um encontro casual dos “quatro cavaleiros do apocalipse”, como eram conhecidos os escritores. O intuito era eternizar a amizade deles.  O monumento, muito popular, foi inaugurado em 2005 e foi alvo de depredações nos anos seguintes.

Por: Natália Oliveira

A Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) promoverá  a terceira edição do Saúde na Praça, sábado 17, das 8h às 13h, na Praça da Liberdade. O evento tem como objetivo orientar a população sobre as doenças que podem ser combatidas com uma simples mudança de hábitos para ter uma vida saudável. Ocorrerá palestras, cursos de primeiros socorros, aferição de pressão arterial entre outras atividades ligadas a saúde e bem estar.

mais informações no site: (AMMG)