zManchete

1 571

“Em Destaque” é o nome da exposição permanente de incentivo a leitura na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. Neste mês os livros em exposição abordam as Grandes Guerras. Maria Helena foi quem criou o projeto e Alessandra Gino, coordenadora, explica que são escolhidos livros que chamam a atenção dos leitores e que isto tem gerado muitos resultados. “Sempre são escolhidas datas específicas para cada tema, mas estamos abertos a sugestões”, conta Alessandra.

A responsável pelo setor de empréstimo, Aparecida Duarte, informa que é possível ficar com dois livros durante 14 dias. É necessário levar Identidade, comprovante de endereço e uma contribuição de R$3,00 (Três reais) para adquirir a carteirinha válida por dois anos. A biblioteca fica aberta ao público de segunda a sexta, das 8 às 20 horas e sábado de 8 às 13 horas.

 

Texto e foto: Camila Sol

0 514

O trânsito congestionado e a poluição sonora produzida pelas buzinas fazem parte do Conjunto Arquitetônico da Praça da Liberdade. A cena se repete todas as sextas-feiras.  Entre os cruzamentos das ruas da Bahia com Gonçalves Dias e, também, na Avenida Cristóvão Colombo, os semáforos ascendem a luz verde, mas os carros continuam parados.

Filas de ônibus azuis colorem o asfalto cinzento. Caminhões de grande porte misturados entre motos e carros de passeio, mesmo com a proibição do tráfego de carga pesada nesta região.

Em frente ao prédio da Secretaria Estadual de Cultura, flagramos um carro oficial do Estado de Minas Gerais estacionado em uma vaga exclusiva para deficientes físicos. O motorista não se intimidou com a presença de policiais militares.

Na mesma região, rua Sergipe esquina com Av. Cristóvão Colombo, deparamos com outro carro oficial, desta vez da Policia Federal, estacionado em fila dupla atrapalhado o tráfego. O carro se encontrava com o pisca alerta ligado, e não havia motorista dentro.

O horário de maior fluxo de automóveis que seria às 18h, agora, começa às  15h. No trânsito engarrafado, na tarde desta sexta-feira,  além das imprudências constantes, é possível observar que as ruas não suportam mais tantos carros.

dsc04770

dsc02745

dsc02746

dsc02752


Texto e fotos por Ana Paula P. Sandim, Daniella Lages

1 611

Na tarde desta segunda feira (25), o site do Contramão testou a qualidade do serviço de internet livre na Praça da Liberdade. Para o teste, foram escolhidos três pontos,mas nenhum deles houve conexão.

Em alguns lugares, como a esquina de Rua da Bahia e Av. João Pinheiro e em frente à Secretária de Educação, é possível encontrar a rede, chamada BHDigital Prefeitura, mas a conexão não acontece. No coreto da Praça não é possível nem encontrar a rede.

O serviço

Criada em 2005, a internet livre chegou a Belo Horizonte depois de uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte e o Governo Federal. Além da Praça da Liberdade, a Rodoviária e o Parque ecológico da Pampulha recebem este tipo de serviço entre outros lugares.

O contramão acompanhou a inaguração do décimo terceiro hotspot (área de livre acesso à internet sem fio) de Belo Horizonte.

Por Matheus de Azevedo

Foto: Juliene Schlosser

1 593

Agentes da BHtrans foram obrigados a fechar a rua  que da acesso ao anexo da Biblioteca Pública  e o Museu de Mineralogia de Belo Horizonte, na lateral da Praça da Liberdade. Devido a grande movimentação de pedestres na Praça no período da noite. A rua foi barrada para o tráfego de veículos e foi ocupada pelos pedestre. Para os visitantes é aconselhável não subir para praça com carro, deixando estacionados nas imediações. Confira a rua intrasitável para veículos:

Visualizar Praça da Liberdade em um mapa maior

Por Ana Paula P. Sandim e Natalia Oliveira

A Praça da liberdade não está de cara nova só por causa da iluminação de natal, ela ganhou também novas placas de conscientização,preservação e localização. As plaquinhas de não pise na grama, respeite os passarinhos e outras, foram substituidas por novas e as lixeiras foram reformadas.

A novidade é que a praça ganhou ainda placas que mostram a direção do Palácio do Governo, das fontes, do Edifício Niemeyer e outros pontos da Praça.  Algumas outras placas contam a história do local e uma indica a pista a cooper com 750 metros. Todas elas são nas cores verde e amarelo.

pict0205Por: Natália Oliveira

Um semáforo está em fase de implantação na Avenida Cristóvão Colombo com Santa Rita Durão. Segundo a BH Trans ele atenderá motoristas que tinham dificuldade em sair da Rua Santa Rita Durão e cruzar a Avenida Cristóvão Colombo até a Avenida Bias Fortes.

Ainda de acordo com informações da BH Trans o semáforo não está funcionando porque antes é preciso implantar a sinalização horizontal na via. Devido ao período de chuvas, não foi possível cumprir o cronograma e pintar as legendas no solo. Assim que a sinalização horizontal for implantada, o semáforo será ligado.

Por: Natália Oliveira

Foto: Ana Sandim