A contemporaneidade de Renato Russo

A contemporaneidade de Renato Russo

0 500

A contemporaneidade de Renato Manfredini Júnior ainda está presente na vida das pessoas, que com o passar de vinte estações não deixaram cada letra, palavra e verso se perderem no tempo. Quem não sabe, cantou ou ouviu músicas do Legionário?

Da capital, Brasília, para o mundo, Manfredini escreveu em giz o que não se apaga. Discursos e ideias da geração Coca-Cola catalisados por aqueles que têm sua esperança no futuro da nação.

Renato morreu naquele dia 11 de outubro de 1996, mas Russo ainda vive nas rodas de músicas, nos flertes dos namoros, na política suja e na injustiça da favela.

Ainda é cedo pra esquecer o mito Renato e atestamos, nas ruas, o que, há tempos, sabemos: o líder da Legião Urbana ultrapassa gerações como um profeta e suas canções são espelho do antes e do agora.

https://www.youtube.com/watch?v=njJeBBM2hJA

Matéria produzida pelo aluno do quarto período de jornalismo, Pedro Lucas, na disciplina TIDIR/JOR2B

SIMILAR ARTICLES

NO COMMENTS

Deixe uma resposta