Dia da Consciência Negra, convida a luta por igualdade entre todos

Dia da Consciência Negra, convida a luta por igualdade entre todos

O Dia da Consciência Negra é celebrado em rememoração ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder do maior quilombo existente no Brasil. O quilombo ficava na Serra da Barriga em Alagoas e ficou marcado como o maior símbolo da resistência da luta dos negros pela liberdade e fim da escravidão.

Aqueles que se lembram da data acham importante o dia, pois é um marco na história do Brasil. “O Dia da Consciência Negra, historicamente, é uma data muito importante por ser uma luta contra o preconceito”, afirma a estudante de engenharia ambiental, Amanda Lima.

Outras pessoas acham que ainda é preciso fazer muito não somente em relação aos negros. “Acho que no Brasil, a questão das mulheres e dos índios não tem tanta repercussão como a questão racial e a homossexual.”, aponta a estudante de direito, Gabriela Araujo.

Há o reconhecimento de uma necessidade em tornar as políticas contra a desigualdade social mais efetiva. “A luta contra a desigualdade social, no Brasil, está muito mais no papel e nos dizeres que, propriamente, nas ações de todas as pessoas.”, diz Lima.

O Brasil é a segunda maior nação negra do mundo, ficando apenas atrás da Nigéria. Segundo o site Portal Brasil, os afrodescendentes constituem 51,1% da população brasileira; em 2009, 6,9% das pessoas informaram ser pretas e 44,2% de autodeclararam pardas, o que representa 51,1% dos brasileiros.

Por Ana Carolina Vitorino e Hemerson Morais

Foto Hemerson Morais

NO COMMENTS

Deixe uma resposta