. para curar-te do amor .

. [do livro de cartas] para curar-te do amor .

0 147

Por Débora Gomes – as cores dela – Parceira Contramão Hub

minha querida Alice,

quisera eu saber o que dizer pra confortar teu coração. sou também feita de imperfeições, minha querida. tenho minha carga de dores passadas e que contam muito sobre o que este meu coração cansado se tornou. em palavras, só sei dizer sobre misturas de chás, receitas para bolos, melhores biscoitos de nata para acompanhar cafés da manhã, qual janela abrir para o sol entrar durante as tardes de outono. de resto, minha pequena, não sei remédio algum que possa curar-te do amor.

sim, amor sim, Alice. afinal, que outra palavra darias pra tamanha espera? que outra palavra escolherias pra nomear teu frio no estômago e tuas lembranças que nunca evaporam? bem tentei, por vezes, alertá-la sobre ele, querida. mas preferiste não ouvir e, cá dentro de mim, fico feliz que não tenhas mesmo me dado ouvidos. penso que se fosse você a ir embora antes que o sentimento fizesse morada em teu peito, talvez nunca virias a conhecer tamanha grandeza.

eu sei que dói, minha pequena. e, se pudesse, transformaria todos os desejos do teu coração em realidades bem docinhas, pra acompanharem teu caminho. mas já que não posso, peço apenas que se lembre: não há dor que dure para sempre, nem desencontro que não possa ser remediado com manjericão e alecrim.

acalma teu coração… é dele que virão todas as tuas respostas.

com carinho,
Bisa.

ps.: ferva, por dois minutos, quatro mãos de folhas de manjericão e duas de alecrim,
em dois litros de água. tampe a infusão, deixe esfriar um pouco e coe tudo.
assim que atingir a temperatura ambiente, derrame o “chá” do pescoço para baixo,
depois de tomar banho.
pense coisas boas e tenha fé de que elas virão para você…

ps2.: manjericão e alecrim afastam energias negativas. não vão curar teu coração,
mas vão deixar tua alma mais levinha…

 

SIMILAR ARTICLES

0 221

NO COMMENTS

Deixe uma resposta