Dopamine dressing: as pessoas querem mais cores do que nunca

Dopamine dressing: as pessoas querem mais cores do que nunca

0 168

Por Keven Souza

A busca por vestimentas e acessórios que melhoram o humor tem sido cada vez mais alta hoje em dia. Com as novas perspectivas da pandemia, a overdose de cores vibrantes e intensas têm chegado fortemente neste ano para traçar dias melhores e mais leves, indo na contramão de tempos sombrios. 

Seja nas roupas, nas makes, nos sapatos e também nos móveis domésticos, a atmosfera colorida é real e se faz presente como nunca se viu antes. Já parou para refletir o que sentimos ao ver algo colorido? Se não, repare! A sensação é comum e possui nome e sobrenome: moda dopamina (dopamine dressing). 

E caso você não conheça a trend, o Contramão traz hoje detalhes desse estilo que é divertido, conquistou o coração das fashionistas e já é mais do que um sucesso entre a geração Z. 

Afinal, o que é moda dopamina? 

Para começar, é preciso se desprender do universo fashion e ir até o campo da Ciência.  Isso porque, a trend está envolvida com a psicologia das cores em uma análise que, apesar de não ser atual, fica evidente neste momento com o tensionamento das pessoas a usarem fortes tons. 

O estudo revela como o cérebro humano identifica e entende as cores, bem como reage por meio delas, às emoções, sentimentos e desejos. Agora, partindo para a Neurociência, o nome ‘Moda Dopamina’ já sugere tudo. É designado do neurotransmissor essencial responsável pelo prazer: a dopamina, processo orgânico do corpo que libera a sensação de bem-estar e motivação. 

Ao entender isso fica mais claro compreender o poder dessa tendência, já que as vestimentas resultam consideravelmente em todo o nosso humor e possuem o efeito de influenciar sensações positivas ou negativas a partir do que usamos. E com esse pressuposto, a moda dopamina entende! Os looks nesse estilo são pensados para liberar altas quantidades de hormônios do prazer em nosso corpo. 

Sabe aquele sapato de cor verde neon que é quase impossível de não se olhar? Ou aquela bolsa de cor de rosa muito chamativa? Pois então, essas peças são feitas para produzir a sensação de euforia aos nossos olhos. Uma vontade única de querer ter aquele objeto simplesmente pela cor ou estilo. 

Fonte: Pinterest

Colorindo o mundo afora

E não é preciso ser designer de moda ou um expert no universo fashion para notar um aumento na usabilidade de cores fortes na vida das pessoas e no mundo afora. Basta estar atento e de olho nas ruas, nas redes sociais e nos desfiles de passarela, para observar esse comportamento frenético. 

Nos EUA, por exemplo, a indústria musical tem se embebedado da MD (moda dopamina) e popularizado o estilo. Cantoras como Rhianna, Ariana Grande e Beyoncé, são artistas que mais aderem a trend. Já na Europa Ociedental, a super modelo e cantora, Dua Lipa, pode ser considerada “cara e crachá” do movimento. 

Isso porque, a britânica de 26 anos tem adotado a atmosfera colorida no seu dia a dia em suas roupas, acessórios e até mesmo nos videoclipes. Em janeiro de 2020, sua produção nomeada de ‘Physical’ deu um show de tendências após a cantora usar looks monocromáticos nas cores Verde Bottega, rosa pink, amarelo canário, azul elétrico, entre outras. 

Na época, a moda dopamina já existia, mas pouco se falava sobre. O que fez com que o estilo usado por Dua lipa despertasse grande interesse popular e fizesse daquela música mais um hit viral, somando mais 355 milhões de visualizações e 3 milhões de curtidas na plataforma do Youtube. Um verdadeiro sucesso a partir de um mar de cores, não é mesmo? 

Fonte: Youtube/internet
Fonte: Youtube/internet

Como investir na trend

Agora que sabe de onde surgiu o conceito da moda dopamina e que ela é queridinha mundial, é hora de aprender a usá-la!  

Como dissemos, a moda dopamina chegou para dar um up no guarda-roupa das pessoas. Mas como se vestir de acordo com o estilo? Bom, o que mostra o relatório de 2022 do Pinterest, para o que deve bombar neste ano no mundo fashion, teremos pessoas usando estampas, brilhos, texturas e muitas cores. 

Então pegue essas dicas e, caso queira, comece por aí. Porque, em via de regra não existe uma lógica a se seguir. O ideal seria apostar em uma cor forte e criar um look totalmente monocromático, construir também combinações de tons análogos ou adicionar acessórios diferentões. 

Sabe aquele colar colorido que sua tia lhe deu no natal? Aquele par de brincos na cor laranja que comprou na feira de domingo? Ou aquela bolsa que não usa faz um tempo por achar ela extravagante demais? Chegou a hora de usá-los e se desprender do padrão! 

É com essa pegada que você fará parte da MD. E se quer dicas básicas para um bom começo, anote aí! 

– Tente combinar cores análogas. 

Fonte: Instagram

– Aposte nos looks monocromáticos.

fonte: Internet/Glanzfashion

– Abuse de acessórios.

Fonte: Pinterest

Vista-se da cor do ano

Entre todas as cores vibrantes que existem, uma vai se destacar neste 2022. É o que acredita a empresa americana, Pantone, com a cor ‘Very Peri’. A organização, conhecida por seus sistemas de cores, elege a cada fim de ano tons que podem ser hit em certas temporadas.  

E neste ano, se buscamos alegria e criatividade por meio da trend MD, o tom é perfeito! Reflete uma transformação intensa que passamos durante o período de isolamento, a liberdade de explorar sua personalidade e a praticidade que o espaço digital oferece, pensando na convergência digital que se faz presente dia após dia. 

O fato é que as pessoas querem melhorar o humor por meio dos looks, mas fazer aquela produção incrível com base na cor do ano – segundo a Pantone – seria o cenário perfeito para arrasar de modo ímpar neste 2022. Por isso, tente colocar a Very Peri na sua paleta de cores, porque ela irá dar uma guinada no seu astral e estilo. 

É a hora de seguir sua intuição e montar um visual que te deixe feliz. Crie, use e divirta-se! 

 

NO COMMENTS

Leave a Reply