Especialista em cachos, queridinho das artistas baianas, chega à BH neste final...

Especialista em cachos, queridinho das artistas baianas, chega à BH neste final de semana

0 186

Por Daniela Reis

Edy Rios é considerado o “Reis dos Cachos” no estado da Bahia. Queridinho de muitas famosas, se especializou em cabelos cacheados e crespos. Recentemente lançou sua própria linha de cosméticos e essa semana ele chega a Belo Horizonte para fazer a cabeça das mineiras. 

O Contramão conversou com o cabeleireiro e hair stylist, confira a entrevista!

Conta pra gente, quando começou a trabalhar com cabelos cacheados e por que focar nesse tipo de fios?

Eu já trabalhava com outros tipos de cabelos, mas focar nos cabelos cacheados foi uma surpresa do destino. Uma grande foi fazer mechas com outro profissional e o resultado não ficou positivo, ela me pediu para corrigir. No início fiquei um pouco receoso, pois não tinha experiência em cabelos crespos, mas quando coloquei a mão na massa, foi uma surpresa! A cor ficou linda, perfeita. Ela começou a me indicar para outras pessoas e o processo foi acontecendo, fiquei reconhecido pelo meu trabalho. 

Como surgiu a referência “Rei dos Cachos”? 

Não foi de um dia para o outro. O mercado dos cabelos crespos e cacheados não tinha um nicho específico. A minha maior propaganda foi boca a boca, as pessoas começaram a me conhecer através das indicações, daí surgiu o “Rei dos Cachos”. 

Muitas mulheres alisavam os cabelos e eram reféns de chapinha e processos químicos. Hoje, elas querem assumir a identidade cacheada como você analisa esse processo? 

A dependência química capilar é como qualquer tipo de dependência química.  Ela limita as pessoas, faz com que as pessoas fiquem na inerência de ter sempre alguém ou alguma coisa. Com relação ao cabelo, a busca pela independência foi o que deu início ao  movimento de libertação. E mesmo com o movimento, me lembro que quando as meninas vinham atrás de mim para cortar o cabelo e retirar a  química, era uma sensação muito estranha, porque eu sentia dor junto com elas.  São muitas as questões que envolvem um processo de mudança, de sair da zona de conforto e mudar a sua textura. Mas no final, esse processo delicado tem um resultado lindo e é  emocionante poder participar desse momento único, em que a mulher consegue se redescobrir, se rever.  Muitas delas não se lembram nem qual é o tipo de cabelo que tinham antes da química e que naturalmente é maravilhoso. 

Quais os cuidados essas mulheres devem ter no processo de transição? 

O processo de transição é bem delicado e difícil. Para algumas pessoas chega a ser doloroso, mexe muito com a pessoa e com a autoestima. Mas quem se propõe, tem que iniciar já pensando no final da transição, no resultado.

Qual a dica você dá para quem quer iniciar esse processo de transição? O ideal é procurar um profissional para manter a saúde dos fios? 

A primeira dica para quem vai iniciar a transição é procurar um profissional especializado antes de começar. Hoje, o acesso às redes sociais ajuda muito. As pessoas conversam sobre o assunto, trocam ideias, pegam indicações de profissionais. Outra dica é ter persistência e paciência, entender que você é o responsável pela sua vida, pelas suas escolhas, então não deve dar ouvidos para alguns comentários durante o processo. Realizar a transição em um espaço que trabalha e foca em cabelos naturais, como o meu, é excelente, pois a pessoa vai ter contato com outras que querem e optam pela mesma coisa que ela.  Recentemente, você lançou sua própria linha de cosméticos, conta um pouco pra gente sobre essa novidade e o que as cacheadas podem esperar dos produtos. 

O lançamento da minha linha aconteceu em um momento bem legal. Eu já estava estudando a possibilidade de trabalhar em cima disso há dois anos. A minha experiência de quase uma década com cabelos naturais me fez entender o que de fato os fios necessitam.  Eu  tentei juntar todos os  produtos em uma linha totalmente liberada pelos órgãos competentes e que foram desenvolvidas com tudo que há de melhor. O resultado ficou surpreendente. Elas podem esperar muito, pois o que eu quero é que o produto cuide dos cabelos assim como eu, com carinho. 

Edy, você passou por um grande susto quando contraiu a Covid-19. Agora recuperado, conta para gente sobre esse período e qual a lição você tirou disso tudo? 

Foi há exatamente um ano atrás que eu contraí o vírus, fiquei em estado grave. Foram dez dias entubado, fiquei com sequelas bem delicadas, tive que realizar a amputação dos dedos dos pés. O que mais aprendi é que nós somos dádivas divinas e que Deus é só amor. Entendi que Ele me ama, que sou capaz de superar qualquer tipo de dificuldade. Enfrentar a Covid foi o momento mais difícil da minha vida, e posso garantir, já enfrentei muitos obstáculos complicados. Eu quero aproveitar para agradecer a Deus e a todas as pessoas que oraram por mim nesse momento tão delicado que venci. 

Você é uma grande referência quando o assunto são os cabelos cacheados. Atualmente você atua em Salvador na Bahia, qual a motivação para vir atender as mineiras? Você já tem uma relação com BH?

Então, eu sou baiano e sair de Salvador para ir em outra cidade, como Belo Horizonte, para mostrar o meu trabalho é uma grande satisfação. Isso é a prova da empatia e reciprocidade que as pessoas têm pelo meu trabalho. É uma forma de carinho! BH foi a primeira cidade que eu vim pra fazer atendimento fora do meu estado. Já tenho uma relação muito legal com a capital mineira, são mais de cinco anos,  então eu me sinto em casa. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer Belo Horizonte,  que sempre me recebeu muito bem. 

O cabeleireiro estará na cidade nos dias 12 e 13/03, sábado e domingo. Informações e agendamentos (31) 99957- 6775 (Gaby). Para saber mais sobre o trabalho de Edy Rios acesse seu perfil no Instagram.

NO COMMENTS

Leave a Reply