Hábitos de Colecionar Figurinhas Voltam na Copa

Hábitos de Colecionar Figurinhas Voltam na Copa

0 1141

Não é de hoje em que escutamos falar de trocas de figurinhas. Colecionadores de todas as idades e parte do mundo aproveitaram que

a Copa do Mundo será realizada em solo brasileiro para colocar os antigos hábitos de colecionar figurinhas em pauta.

Muitos resolveram adquirir o álbum para guardar como lembrança a Copa de 2014. Para preencher os espaços vazios e para não acumular figurinhas repetidas foi criado o grupo: “Álbum de Figurinhas da Copa do Mundo 2014 Panini – Troca-Troca e Encontros” no Facebook.

O estudante Paulo Henrik, 16, declara que nunca havia comprado um Álbum de Figurinhas antes, “Este é o primeiro ano no qual estou colecionando figurinhas da copa.

Até o atual momento não efetuei troca alguma, estou apenas procurando alguém que more em Betim (Região Metropolitana de BH), para realizar trocas”.

Já o jornalista, Arthur Minoves, de 22 anos, já teve outros álbuns, “Do Street Fighter, Mortal Kombat e do Brasileirão”. Segundo Minoves, desde as duas últimas Copas (2006 e 2010) ele coleciona com o irmão. Ele reconhece que gasta muito dinheiro com a compra dos pacotes das figurinhas, mas ressalta que no caso de uma Copa realizada no Brasil, o álbum serve para guardar de recordações no futuro, como lembrança de um evento esportivo de grande importância.

Arthur tem o costume trocar as figurinhas repetidas com o pessoal do serviço e da faculdade. “Tenho grupos no Whatsapp e no Facebook destinados a isso, inclusive.”

O estudante Henrique Menezes, 22 anos, coleciona álbuns da Copa desde 1998. “Meu Tio comprava e eu colava. É como uma fotografia velha, pego, o

lho e me recordo do tempo em que estava colecionando e de todo o contexto da minha vida na época”, lembra o estudante.

Troca-Troca

Os encontros são agendados através do link no Facebook. Neste post os colecionadores marcam de se encontrar durante a semana em diferentes pontos da capital.

Por: Juliana Costa

Foto capa: Paulo Henrik

Fotos no corpo matéria: Internet.

NO COMMENTS

Leave a Reply