Page 457

1 884

 Cerca de 80 servidores do Ministério Público da União (MPU), em Belo Horizonte, paralisaram as atividades e fizeram uma manifestação para reivindicar melhores condições de trabalho e reajuste salarial. De acordo com a presidente em exercício do Sindicato Nacional do Servidores do Ministério Público da União (Sinasempu), Márcia Broxado dos Santos, há quase dois anos eles não são recebidos pela administração do MPU.

Ainda segundo Santos, a manifestação ocorre em todo o Estado de Minas Gerais. Maria Angélica Nobre,Vice-diretora Jurídica do Sinasempu, informa que a partir de segunda-feira o Sindicato vai propor uma greve nacional. Ela questiona o excesso de pessoas estranhas ao quadro que está ocupando funções de confiança, a carência de servidores e o baixo índice de nomeação para o MPU. Albanise Pires, Primeira Secretária da Diretoria Nacional do Sinansempu, diz que os servidores reivindicam que a carga retorne às 30 horas semanais de anos atrás – hoje, são 40 horas, sendo 35h cumpridas no MPU e 5h de sobreaviso. 

Segundo André Luiz, assessor de Imprensa do MPU, ainda não houve uma reunião dos Servidores com a Procuradora Chefe Elaine Nacif. Os manifestantes estão reunindo entre si para decidirem sobre a continuação da greve.

 

Texto e foto: Camila Sol

2 1235

Atravessar a Av. Bias  Fortes em frente ao Palácio do Governo ficou diferente. A BH Trans pintou novas faixas de pedestre para facilitar o trajeto. Antigamente, as faixas eram da esquina do palácio até a calçada do meio da Av. Bias Fortes. Agora o pedestre atravessa da mesma esquina para a calçada do meio da Av. Cristóvão Colombo, e então atravessa para a calçada do meio da Av. Bias Fortes. O semáforo de pedestre entre a Av. Cristóvão Colombo e Av. Bias Fortes, já está funcionando, mas na outra travessia, o semáforo ainda não foi arrumado.

pedestre-faixa

Texto e fotos por Juliane Schlosser

1 953

Quem passou pela Praça da Liberdade no início da tarde dessa quarta-feira percebeu algumas luzes a mais no local. A decoração de natal começou a ser testada e a praça ficou ainda mais bonita com as luzes dos enfeites. A iluminação está sendo instalada desde o dia 03 de novembro e a cada dia a praça ganha novos enfeites. A últimas novidades são os tubos de PVC com luzes coloridas que foram instalados ao redor da fonte próxima ao coreto. Dentro dos tubos estão pequenas lâmpadas coloridade que, acessas, jogarão luzes ao céu. Algumas estrelas também foram colocadas em volta das árvores.imagem-047 Por: Natália Oliveira

Fotos: Anna Sandim e Natália Oliveira

O Ministério Público do Trabalho realizou na tarde desta segunda feira (23/11) uma assembléia no próprio prédio do órgão. Os servidores estão pedindo melhores condições de trabalho. A pauta da reunião não foi divulgada e o mais provável é que o resultado da assembléia seja publicado até a próxima quarta feira (25/10).É possível que aconteça greve.

Por Matheus de Azevedo

Um semáforo está em fase de implantação na Avenida Cristóvão Colombo com Santa Rita Durão. Segundo a BH Trans ele atenderá motoristas que tinham dificuldade em sair da Rua Santa Rita Durão e cruzar a Avenida Cristóvão Colombo até a Avenida Bias Fortes.

Ainda de acordo com informações da BH Trans o semáforo não está funcionando porque antes é preciso implantar a sinalização horizontal na via. Devido ao período de chuvas, não foi possível cumprir o cronograma e pintar as legendas no solo. Assim que a sinalização horizontal for implantada, o semáforo será ligado.

Por: Natália Oliveira

Foto: Ana Sandim

0 790

Devido ao horário de verão, tendo as tardes mais longas e os dias mais quentes, as pessoas que antes faziam exercícios físicos na Praça da Liberdade com o céu já escuro, agora podem cuidar da saúde ainda sob a luz do dia. Para aquelas pessoas que gostam de tomar uma cervejinha após o expediente, ficam com a sensação de ter mais tempo para apreciar os momentos de folga.
Lugares como, Xodó, Delizza Pizza e Ponto Bahia já estão cheios no fim da tarde. Para quem ainda pretende continuar a noite pela Savassi, estes são apenas pontos de encontro. Com isso é gerado mais lucro no comércio da região. E o consumidor pode aproveitar mais as suas tarde ao céu aberto.

Por  Camila Sol
foto: Camila Sol