O corpo e seus extremos em exposição na Biblioteca Pública

O corpo e seus extremos em exposição na Biblioteca Pública

0 429

Fotografias nas paredes e no chão mostram corpos tatuados, homens em meio a montanhas, imagens de um mesmo corpo em diversas posições sendo fundidas e um homem segurando um coração. As imagens têm o intuito de analisar o corpo e suas possibilidades plásticas e conceituais e podem ser vistas na exposição “O corpo e seus extremos” na galeria de Arte Paulo Campos Guimarães Biblioteca Pública Estadual Luiz Bessa.
O trabalho foi realizado pelo coletivo de arte “MÚLTIPLO”, formado por Ana Galvão, Élida Ribeiro, Rico Maciel e Rodrigo Paiva. As fotografias são resultado de encontros temáticos, debates e pesquisas realizadas pelos artistas em 2008 e 2009. Forma, significado, afetuosidade e importância são matérias constituintes das pesquisas realizadas pelos autores. A figura humana é tratada como suporte de criação, reflexão e registro da vivência das pessoas e também do que permeia o universo dos artistas.
A exposição pode ser vista de segunda a sexta das 8h às 20h e sábado de 8h às 12h. Ela foi inaugurada no dia 19 de janeiro e ficará aberta até o dia 12 de fevereiro de 2009 na Praça da Liberdade, 21, funcionários.

Por: Natália Oliveira

Fotos: Débora Gomesdsc02952

NO COMMENTS

Deixe uma resposta