“Siga vivo” debate o fim da violência no trânsito

“Siga vivo” debate o fim da violência no trânsito

A série de debates “Siga Vivo – Pelo fim da violência no trânsito” terminou na tarde desta quinta-feira, 20, com a assinatura do documento contendo o todo o histórico das discussões da semana. A intenção é conscientizar motoristas e pedestres sobre direção defensiva, segurança e , principalmente, os riscos do  excesso de velocidade.

Para o presidente da Comissão de Segurança Pública, deputado João Leite, o mais importante foi o panorama feito sobre os pontos críticos do trânsito no estado. “Um dos principais problemas é o gasto que o estado tem com o com os acidentes de trânsito. Além disso, as perdas das vidas nas cidades e nas estradas. Ficou demonstrada, também, a incompatibilidade do transporte rodoviário com o transporte urbano. e então, este relatório traz todas as informações”, explica o presidente da comissão.

O ciclo de debates mobilizou a sociedade em todas as regiões do estado, proporcionando uma discussão ampla sobre um dos temas que mais causa mortes no Brasil: Acidentes de trânsito.

 Petição pede fim da violência no trânsito

O fim do ciclo debates coincide com a notoriedade que ganhou uma petição que começou a circular, esta semana, no Facebook, cujo objetivo é “mudar nossa lei e acabar com a impunidade no trânsito brasileiro”. Uma das razões do protesto é o acidente que provocou recentemente a morte do estudante Fábio Fraiha, 20, na avenida Nossa Senhora do Carmo, no bairro Belvedere, na região Centro-Sul da capital.

Por João Vitor Fernandes e Marcelo Fraga

Foto: Hemerson Luiz

SIMILAR ARTICLES

0 174

NO COMMENTS

Leave a Reply