Tags Posts tagged with "1° de abril"

1° de abril

0 82

Por Bianca Morais

No dia 30 de outubro de 1938, marcianos invadiram os Estados Unidos. Essas criaturas escolheram a cidade de Grover’s Mill, no interior de Nova Jersey, para pousarem suas naves pela primeira vez no planeta Terra. Eles causaram um caos, máquinas gigantes mataram milhares de pessoas e destruíram cidades. 

O TBT de hoje, do Jornal Contramão, conta essa reportagem, que na verdade, é apenas uma pegadinha de 1 de Abril, uma fake news. A história real contamos agora.

O ano era 1938, a televisão não era acessível a grande parte da população que viam nos rádios os maiores veículos de comunicação e entretenimento. Nessa época os EUA viviam um cenário pós Grande Depressão, nome dado à crise financeira que levou milhares de americanos à falência, e o mundo todo acompanhava a ascensão de Adolf Hitler que comandava uma iminente 2°guerra mundial. Em uma realidade tão caótica, todas as notícias que se ouviam nas rádios eram de suma importância. 

Na véspera de halloween daquele ano, Orson Welles, era um jovem desconhecido, ator e diretor de cinema responsável pela produção e direção do programa Mercury Theare da Rádio CBS (Columbia Broadcasting System). O programa de rádio semanal, apresentava adaptações de obras literárias clássicas e o roteiro daquela noite seria inspirado no livro de ficção científica “Guerra dos Mundos” de Hebert George Wells. 

O programa

Naquele dia, Welles queria inovar. O espetáculo começou de uma forma bem comum, a programação tocava músicas, à medida que passava o tempo, boletins iam sendo soltados e noticiavam fenômenos estranhos. Inicialmente um meteoro havia atingido a cidade de Grover’s Mill e a emissora enviou um carro para o local. A produção foi tão astuta que dentro do estúdio colocaram um repórter para narrar o acontecimento como se estivesse realmente na cidade. 

O repórter, já no lugar, narrava que escutava barulhos estranhos e ao chegar mais perto de onde o meteoro caiu, “alguém se aproximava” deles. Dali para frente não existiam mais dúvidas, se tratava de uma invasão alienígena. A ideia foi genial, os efeitos sonoros tornaram tudo mais real, explosões, gritos, correria. 

No começo, havia sido informado que se tratava de um radioteatro, porém, a rádio em questão, não era muito conhecida, por isso, poucas pessoas acompanharam o início e entenderam que se tratava de uma trama. A CBS calculou que o programa foi ouvido por cerca de 6 milhões de pessoas, onde metade delas sincronizaram apenas no meio e perderam a introdução.

Pânico coletivo

A dramatização gerou uma histeria geral entre os espectadores do programa. Houve uma fuga em massa, aglomerações nas ruas, congestionamentos, linhas de telefones sobrecarregadas, todos queriam fugir daquele ataque que se aproximava. Nesse dia também foram registrados muitos suicídios. 

A transmissão de “A guerra dos Mundos”, popularizou  muito na época e é lembrada até hoje como um alerta de como os meios de comunicação podem exercer alto poder de influência sobre quem os acompanha.