Tags Posts tagged with "astronomia"

astronomia

0 539

“Num grão de poeira suspenso num raio de sol. A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica.” – Carl Sagan.

img_1_12_3389
Novo mapa em 3D, com mais de um bilhão de estrelas. – Foto: Divulgação

Agora as pessoas que são fãs de astronomia, não precisam mais se decepcionar com o jogo de ação e simulação do espaço, No Man’s Sky. Ontem, quarta-feira, 14, foi publicado pela Agência Espacial Européia (ESA), o novo mapa, em três dimensões, da Via Láctea, com imagens captadas do Satélite Gaia. Que de acordo com o portal, é a maior pesquisa de corpos celestes feita até hoje.

O mapa que é todo detalhado, contém mais de um bilhão de estrelas e além de registrá-las, Gaia captou a distância delas entre a terra e sua movimentação. Segundo o diretor de ciência da ESA, Álvaro Giménez, os dados que o Gaia ainda vai fornecer, pode revolucionar a compreensão de como as estrelas são distribuídas e sua movimentação.

O satélite Gaia

The Milky Way blazes above the European Southern Observatory (ESO) facilities at Mount Paranal in northern Chile’s Atacama Desert. Paranal hosts the world’s most advanced ground-based astronomical observatory, the Very Large Telescope (VLT), and is home to two new telescopes for large imaging surveys currently under construction, the VLT Survey Telescope (VST) and the Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy (VISTA). Both are expected to “take up duty” in the 2009-2010 timeframe.  This photograph shows an edge-on view of the Milky Way’s glowing plane slicing across the night sky, laced by bands of dust and dark gas. Taken with a digital camera using a three-minute exposure, the photograph also reveals a bit of action on the ground. To the left, a vehicle with its parking lights on stops lets out a passenger. Though bathed by the light of the Milky Way, the high-altitude desert remains quite dark. To illuminate the rightward path to the underground entrance ramp of the ‘Residencia’, where staff and visitors stay, the passenger takes along a small flashlight, seen as a squiggly bright line. In the lower right, the glass dome on the Residencia’s roof reflects the starry sky overhead. One of our Milky Way’s galactic satellites, the Large Magellanic Cloud, is seen hanging above the Residencia in the lower right corner of the image.
Satélite Gaia – Foto: Divulgação

Gaia foi lançado para o espaço em julho de 2014, com uma super câmera de mil megapixels, capaz de detectar brilhos, 400 mil vezes menores que o detectável a olho humano, isso tudo graças a dois telescópios instalados, que podem distinguir os níveis de brilho. Ele fez a varredura do céu até setembro de 2015, portanto, o mapa contém informações dos primeiros 14 meses de viagem. A missão tem duração de cinco anos, sendo que já se passaram dois anos.

Assista aqui, a coletiva de imprensa, em inglês, com os cientistas explicando o novo mapa em três dimensões.

Espaço do Conhecimento

images (1)
Espaço do Conhecimento UFMG – Foto: Divulgação

Localizado no centro do Circuito Cultural Praça da Liberdade, o Espaço do Conhecimento UFMG, oferece atrações especiais para quem é fã de astronomia, como o planetário e o terraço astronômico.

Com o projetor analógico Skymaster ZKP4,  as salas do planetário se transformam em um ambiente imersivo, com a sensação de profundidade e total envolvimento.

O terraço astronômico, fica no quinto andar do Espaço do Conhecimento UFMG, ele possui um teto retrátil, que concede a experiência completa da observação dos corpos celestes, por meio de um telescópio. Saiba mais.

Texto: Amanda Eduarda

Nesta semana, o eclipse total da lua pôde ser observado a olho nu por milhares de pessoas. O fenômeno deixou vermelho o satélite natural  devido ao alinhamento entre a Terra, a Lua e o Sol. O estudo amador dos astros e estrelas é o tema do debate Café com Conhecimento – Astronomia amadora, no Espaço Conhecimento UFMG, neste sábado, 19, conduzido por Cristovão Jacques

 O engenheiro civil e químico, Cristovão Jacques juntamente com o advogado Eduardo Pimentel e ao psicanalista João Ribeiro de Barros, desenvolveram em 2013 o observatório Sonear, que descobriram o primeiro “cometa brasileiro” batizado de C/2014 A4 Sonear. Jacques explica as diferenças entre os amantes da observação celeste. “Existem vários tipos de astrônomos amadores: os que gostam de contemplar o céu, os que gostam de construir instrumentos e os que se dedicam à pesquisa, como é o meu caso”, explica o engenheiro.

Para os iniciantes, Cristovão Jacques ressalta a importância dos grupos de discussões. “Para os que querem começar, eu sugiro que procurem um clube de astronomia amadora, até para que a pessoa não faça um grande investimento comprando equipamentos por empolgação, e depois fique perdida”, ressalta o engenheiro.

 A escassez de  incentivo e investimento do governo para a astronomia faz com que os curiosos abandonem os estudos. “A falta de investimento governamental no setor e um comum despreparo por parte dos professores para lidarem com o tema, acabam deixando o ensino de astronomia, a divulgação para o grande público, e até a pesquisa muito imbricados às ações dos astrônomos amadores”, explica Jacques.

Programação:

Café com Conhecimento – Astronomia amadora

Data:  19 de abril, 11h

Local: Espaço do Conhecimento UFMG – Circuito Cultural Praça da Liberdade

Entrada Franca

Por: Gabriel Amorim

Foto: Divulgação

A exposição temporária “Universo Incrível” é a atração do Espaço TIM UFMG do Conhecimento e reúne astrofotografias inacreditáveis do universo, feitas a partir dos observatórios da European Southern Observatory(ESO) – Observatório Europeu do Sul.  A divulgação dessas  imagens marca a comemoração do cinquentenário dos observatórios do ESO. As figuras são ricas em detalhes, e é possível ver fotos de galáxias, nebulosas e diversos corpos celestes.

Estrelado de La Silla, créditos ESO.

O ESO se configura como uma das mais importantes organizações intergovernamentais para estudos de astronomia no mundo. A sede fica na cidade de Garching na Alemanha e tem três observatórios em operação no Chile: o La Silla, no deserto do Atacama, o Very Large Telescope, em Cerro Paranal, e no platô Chajnantor, com pretensões de ser o maior observatório do mundo a vigiar os céus, a intenção é construir o European Extremely Large Telescope.

Serviço

Exposição: Universo Incrível

Período: 07 de novembro a 10 de Dezembro.

Horário: terça a domingo das 10h às 17h.

                quinta das 10h às 21h.

Entrada franca.

 

Por Hemerson Morais e Rute de Santa

Foto Hemerson Morais