Tags Posts tagged with "Bacalhau"

Bacalhau

0 193

Por Daniela Reis 

Hoje trouxemos uma delícia para os amantes de bacalhau! Uma ótima pedida para entrada ou até mesmo para o tira-gosto do final de semana. Quem nos agracicou com a receita foi a chef de cozinha e professora do Centro Universitário Una, Rosilene Campolina.

 

Casquinha de Bacalhau à Moda Rosilene Campolina

Rendimento: 20 unidades

Tempo de preparo: 45 minutos + tempo de forno

Ingredientes:

  • 1 kilo de bacalhau saithe dessalgado e desfiado
  • 20 casquinhas de siri limpas (compradas em peixarias ou supermercados)
  • 1 lata de molho de tomate refogado ou caseiro
  • 1 colher de sobremesa de açúcar
  • 2 pimentões, sendo 1 vermelho e 1 amarelo bem picadinhos
  • 1 colher (sopa) de azeite-de-dendê
  • 200 ml ou 1 xícara (chá) de leite de coco
  • 6 pães de forma sem a casca picados
  • 1 xícara de azeite (preferência português)
  • 1 colher (sopa) bem cheia de alho triturado ou amassado
  • 2 pimentas dedo de moça bem picadinhas, sem as sementes
  • 1 maço de cheiro verde (salsa e cebolinha) bem picadinho
  • 1/2 maço de coentro bem picadinho (opcional)
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 4 colheres (sopa) de farinha de rosca
  • 6 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • Sal a gosto
  • Pimenta biquinho, limão e salsa para decorar

Modo de Preparo:

Depois de dessalgar o bacalhau saithepor 24h. Afervente-o por alguns minutos, até abrir em lascas. Escorra a água e desfie-o. Reserve. Coloque o pão numa tigela e cubra com o leite de coco, deixando de molho até amolecer. Numa panela grande, aqueça o azeite de dendê misturado com metade do azeite português e refogue a cebola e o alho. Junte o bacalhau, os pimentões e o molho de tomate misturado ao açúcar.

Acrescente o pão umedecido, o cheiro verde, o coentro, as pimentas dedo de moça e misture bem. Regue tudo com mais azeite e reserve. À parte, misture o queijo ralado, a farinha de rosca e a manteiga. Recheie as casquinhas com o creme reservado e salpique um pouco dessa mistura de queijo ralado por cima. Leve ao forno para gratinar.

Sirva a seguir, regado à azeite e decorado com fatias de limão, cheiro verde e pimenta biquinho.

Toque de chef: o uso do coentro deve ser moderado e pode ser opcional, mas é bom lembrar que, nesta receita ele faz toda diferença!

Quer mais receitas da chef Rosilene Campolina, acesse o site dela:

 www.chefachef.com.br

0 150

Por Daniela Reis 

O Dia dos Namorados é uma data perfeita para aquele jantarzinho especial com quem a gente ama. E em tempos de isolamento o ideal é comemorar em casa, por isso, o Contramão trouxe uma receita especial para você preparar e arrasar na comemoração!

A delícia de hoje é um Risoto de Bacalhau da chef e professora do curso de Gastronomia da Una, Rosilene Campolina.

Vamos ao passo a passo?

Risoto de Bacalhau 

Ingredientes

  • 2 xícaras de (chá) de arroz para risoto (tipo arbório)
  • 500g de bacalhau da Noruega tipo Saithe dessalgado e lascado grosseiramente
  • 1500ml de caldo de legumes ou da água quente usada para aferventar o bacalhau
  • 1 cebola média picadinha em cubinhos (brunoise)
  • 1 colher (sopa) de alho bem picadinho
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 1 pitada de açafrão ou colorau
  • 1 cálice de vinho branco seco (cerca de 150ml)
  • 1/2 pimentão vermelho em cubinhos (brunoise)
  • 1/2 pimentão amarelo picado em cubinhos (brunoise)
  • 100g de azeitonas verdes em rodelas (sem caroço)
  • 100g de azeitonas pretas em rodelas (sem caroço)
  • 1 colher de manteiga (reserve 1 bem gelada)
  • Flor de Sal ou sal comum, pimenta dedo de moça e do reino a gosto
  • Salsinha e cebolinha o quanto baste
  • Azeitonas portuguesas, pimentas dedo de moça e ciboullete para decorar

Modo de Preparo 

Ferver a água do cozimento do bacalhau. Numa frigideira ou caçarola funda e grossa, colocar o azeite e dourar a cebola e o alho. Adicionar o arroz e mexer com uma espátula até ficar translúcido. Colocar o açafrão e deglaçar com o vinho. Deixar apurar. Usando uma concha, acrescentar aos poucos o caldo de legumes ou a água do próprio bacalhau. Continuar mexendo, abaixar o fogo.

Quando o arroz estiver cozido al dente, colocar o bacalhau, os pimentões, as azeitonas e a pimenta dedo-de-moça. Acertar os temperos com flor de sal e Finalizar com a manteiga reservada e cheiro verde. Servir imediatamente em prato fundo, decorado com azeitonas portuguesas, pimenta dedo-de-moça e ciboullete (cebolinha francesa).

 

Agora é só comprar os ingredientes, preparar a receita e arrasar com o mozão!

 

 

*Revisão: Bianca Morais

 

 

 

0 927

Por Ana Sandim – Ingrediente da Vez – Parceira Contramão HUB

O Bacalhau

Bacalhau é o nome comum de várias espécies de peixes classificados em particular no gênero Gadus, pertencente à família Gadidae, sendo o dito “original”, ou “verdadeiro”, o bacalhau encontrado no mar Atlântico, chamado Gadus morhua, que é uma das cerca de 60 espécies da mesma família de peixes migratórios. O Gadus vive nos mares frios do norte, sendo geralmente de tamanho pequeno, embora alguns exemplares possam chegar a pesar 100 kg e medir pouco menos de dois metros. Alimenta-se de outros peixes menores, como o arenque.

Origem

Os portugueses descobriram o bacalhau no século XV, na época das grandes navegações. Naquela época, os viajantes precisavam de produtos que não fossem perecíveis, que suportassem as longas viagens. Segundo a história, eles fizeram tentativas com vários peixes da costa portuguesa, mas foram encontrar o peixe ideal perto do Polo Norte. Foram os portugueses os primeiros a ir pescar o bacalhau na Terra Nova (Canadá), que foi descoberta em 1497. Existem registros de que em 1508 o bacalhau correspondia a 10% do pescado comercializado em Portugal.

Já em 1596, no reinado de D. Manuel, se mandava cobrar o dízimo da pescaria da Terra Nova nos portos de Entre Douro e Minho. Também pescavam o bacalhau na costa da África.

O bacalhau foi imediatamente incorporado aos hábitos alimentares e é até hoje uma de suas principais tradições. Os portugueses se tornaram os maiores consumidores de bacalhau do mundo, chamado por eles carinhosamente de “fiel amigo”. Este termo carinhoso dá bem uma ideia do papel do bacalhau na alimentação dos portugueses.

 O hábito de comer bacalhau veio para o Brasil com os portugueses, já na época do descobrimento. Mas foi com a vinda da corte portuguesa, no início do século XIX, que este hábito alimentar começou a se difundir. Data dessa época a primeira exportação oficial de bacalhau da Noruega para o Brasil, que aconteceu em 1843.

Bolinho de Bacalhau

Ingredientes:
200g Bacalhau;
2 Batata cozidas amassada (280g);
1 colher de sopa de azeite;
½ cebola;
2 dentes de alho;
¼ xícara de chá de farinha de rosca;
Cheiro verde picado;
Sal e pimenta do reino a gosto;
Óleo para fritar;
Limão taiti para acompanhar.

Modo de preparo:

Prepare um fundo de legumes para cozinhar o bacalhau. Corte a cebola e o alho em pequenos pedaços e doure no azeite, acrescente o bacalhau cozido e já desfiado. Reserve na geladeira. Utilize a água do fundo, onde foi cozinhado o bacalhau para cozinhar a batata. Quando a mesma estiver cozida amasse e leve para refrigerar. Pique as folhas do cheiro verde em pequenos pedaços e misture o sal e a pimenta. Retire o bacalhau e a batata da geladeira e misture todos os ingredientes. ELES DEVEM ESTAR FRIOS. Acrescente aos poucos a farinha de rosca até a mistura dar o ponto de enrolar.
Aqueça o óleo em 160°C e frite os bolinhos colocando poucas unidades por vez na gordura. Escorra em um papel absorvente e sirva quente com um limão. Rende aproximadamente 20 bolinhos.

Quer mais receitas? Seguem os links: Arroz com Bacalhau / Estrogonofe de Bacalhau – Vídeo