Tags Posts tagged with "Cancer de prostata"

Cancer de prostata

0 184

A partir do dia 28 de outubro, a Clínica Integrada em Atenção à Saúde em Nutrição da Una Guajajaras, promoverá palestras em torno de debates sobre o câncer de mama e próstata. 

Por Keven Souza

A nutricionista Júnea Regina Pires Drews e a professora Natália Soares Figueiredo serão as anfitriãs das ações que irão acontecer semanalmente durante às quintas-feiras na parte da manhã de forma online. Além das palestras, haverá momentos híbridos a partir de alguns encontros presenciais no Espaço Itambé ‘Cozinha Escola’ no Mercado Central, seguindo todos os protocolos de segurança da Covid-19, a fim de promover a degustação de alimentos entorno da culinária saudável que converge para a auxiliar na prevenção do câncer e salientar uma vida salubre com menos fatores de risco. Os interessados deverão se inscrever através do site oficial da Una, através de um formulário que permite selecionar dia e horário disponível em que desejam participar.

O Outubro Rosa e o Novembro Azul são campanhas que fazem parte do “calendário colorido” usado como ferramenta para disseminar informações relacionadas às questões de saúde da população, a partir da associação de cores e meses na mente das pessoas. Ainda que este calendário não seja oficial, estabelecendo uma regra sobre a cor de cada mês, ele existe e tem o intuito de conscientizar a sociedade acerca da prevenção de inúmeras doenças ou alertar sobre movimentos e causas importantes, além de abrir um espaço de debate sobre elas. 

Outubro Rosa

No mês de outubro, a celebração acontece em volta da campanha que está entre as mais bem-sucedidas em termos de divulgação nacional e em todo o mundo, dedicada à conscientização do câncer de mama, o Outubro Rosa. Um movimento que carrega a cor do laço rosa, começou nos Estados Unidos, a partir da década de 1990, onde vários Estados promoviam ações sobre a doença e a importância do autocuidado. 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, com aproximadamente 2,3 milhões de casos novos estimados em 2020, o que representa 24,5% dos casos novos por câncer em mulheres. É também a primeira causa de morte por câncer em mulheres no Brasil e sua incidência, e a mortalidade tende a crescer progressivamente a partir dos 40 anos. 

Novembro Azul

Já a campanha do Novembro Azul, é bastante conhecida por tratar do combate ao câncer de próstata e o diagnóstico tardio. Um movimento que carrega a cor azul e o traz promocionalmente o bigode como símbolo da campanha, surgiu na Austrália, em 2013, a princípio chamado de Movember, com o intuito de prevenir o câncer de próstata, o tipo mais comum entre os homens. Hoje, além da próstata, outras doenças como o câncer de testículo, depressão masculina, cultivo da saúde do homem, entre outros, são debatidos na campanha. 

Este câncer, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas, segundo o  Instituto Nacional de Câncer (INCA). No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, de acordo os dados mais recentes do instituto.

Venha participar!

De acordo com as campanhas e os dados, Júnea Regina Pires Drews, nutricionista e uma das responsáveis pela organização das palestras, explica que, a participação das pessoas é de vital importância para a conter a falta de informação relacionada ao corpo e à saúde, bem como a prevenção dos câncer de mama e próstata.  “A cada ano os novos casos de câncer só aumentam e nesse decorrer os hábitos alimentares da população só piora, por isso, mais do que nunca, é imprescindível abordar a prevenção que envolve desde a preocupação com os exames preventivos, até mesmo a mudança de estilo de vida que atinge a alimentação dessas pessoas. Procuramos através das oficinas e palestras conscientizar a sociedade quanto a isso e oferecer opções de alimentação de fácil preparo e que atuem na prevenção do câncer”, diz a nutricionista.

 

Para participar acesse o site disponível ou o Instagram oficial da Una. 

Mercado Central de Belo Horizonte

Av. Augusto de Lima, 744 – Centro, Belo Horizonte.

(31) 3274-9434

0 627
Reprodução: Campanha Novembro Azul

Com o objetivo de quebrar barreiras e derrubar tabus que ainda existem na sociedade quando o assunto é câncer de próstata e tudo o que gira em torno da enfermidade, a  Campanha Novembro Azul vem para a conscientização. Urologistas tentam alertar para o fato de que a patologia está entre as três mais incidentes e para que esse quadro mude é preciso levar informação e passá-la adiante. Pois, a única barreira que há entre a prevenção e o diagnóstico: é o preconceito.

Os dados apresentados pela Coalização Internacional para o Câncer de Próstata, o IPCC, são alarmantes. Eles mostram que 47% dos homens descobrem a doença em estágio avançado e desconhecem seus sintomas e são 1,1 milhão de homens afetados pela doença e 307 mil mortes no mundo, sendo que apenas no Brasil estima-se um total de 61.200 casos.

Diante desses dados a Campanha tem como principal foco alertar a sociedade da necessidade da prevenção, assim como o de um diagnóstico precoce, já que o sucesso do tratamento depende do estágio em que a doença foi diagnosticada. De acordo com Leonardo Pimentel, radio-oncologista da Radiocare quando a enfermidade é descoberta cedo, as chances de cura são muito altas, podendo chegar a mais de 90%.

Ainda segundo Pimentel a idade ideal para que os homens deem início aos exames periódicos variam de acordo com vários fatores: histórico familiar de câncer de próstata, 45 anos, ou que possuam mais de um parente de primeiro grau diagnosticado, 40 anos. Mas para os homens que não se enquadram nos grupos de maior risco, a idade para dar início aos exames anuais é de 50 anos.

Os médicos atentam para o fato de que o câncer de próstata é uma doença silenciosa, como explica o professor e urologista adjunto da Faculdade de Medicina da UFMG Bruno Mello: “Existem exames que podem ser realizados em pessoas que não possuam indícios ou sintoma da doença, os exames de rastreamento. Como o câncer de próstata usualmente só causa sintomas quando em estágio avançado, somente a prevenção pode detectar a doença de forma mais precoce”, finaliza.

Em 2014, a Lei 13.045 foi aprovada. Ela garante que o exame de próstata seja feito pelo SUS.

Para mais informações visite o site do INCA.

Por Ana Paula Tinoco

Após a conscientização das mulheres sobre a importância do exame preventivo do câncer de mamas, é a vez dos homens. Inspirada na campanha do Outubro Rosa, tem-se também o Novembro Azul. A mobilização trata-se de um movimento de conscientização sobre a importância do exame de câncer de próstata. Esse é o segundo tipo de câncer mais comum entre homens no Brasil, perdendo apenas para o de pele não melanoma. Em visão geral, esse tipo de câncer é o sexto mais comum no mundo, e representa cerca de 10% do total de casos de canceres, de acordo com Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), todos os homens com mais de 45 anos de idade devem fazer o exame do toque anualmente, que ainda é a forma mais eficiente de controle e prevenção desse tipo de câncer. Durante o exame, o urologista pode sentir a glândula prostática da paciente para saber se há algum tipo de anomalia. Ainda conforme consta nas recomendações do IBCC, homens que tem histórico de casos da doença na família (pai e irmãos) ou de câncer de mama (mãe e irmãs) devem fazer o exame a partir dos 40 anos.

A campanha de conscientização ganhou força em novembro de 2003, em Melbourne, na Autrália, quando um grupo de amigos, que estudavam modas antigas, resolveram raspar a barba e deixar apenas os bigodes. Daquele ano em diante, todo mês 11, os homens raspam as barbas e deixam apenas os bigodes (ou mustache, em inglês). O movimento era uma iniciativa para alertar sobre o exame de prevenção do câncer de próstata. Recentemente o símbolo da campanha passou a ser usado nas redes sociais e virou ícone da moda, mas sem deixar de representar a iniciativa de prevenção.

Quando precocemente diagnosticado, o câncer de próstata tem uma taxa de cura de 76% a 96%. O Jornal Contramão apoia essa causa e conscientiza sobre a importância do exame.

Além do azul, Novembro também pode ser colorido. A Fundação Sara, localizada no norte de Minas Gerais, lançou nesta segunda-feira, 03, a campanha Novembro Dourado, que visa combater a luta das crianças contra o câncer infanto-juvenil.

Texto: Luna Pontone e Umberto Nunes

Foto: Internet