Tags Posts tagged with "Entrevista"

Entrevista

O edifício Arcângelo Maletta, o cinquentão mais famoso da cidade, está prestes a ser tombado. Pelo menos esta é a proposta do sindico, Amauri Batista dos Reis, junto aos condôminos. O objetivo é conseguir recursos por meio de leis municipais, estaduais e federais para revitalizar o imóvel, que é referência para intelectuais, boêmios, políticos e escritores de ontem e de hoje.

Localizado na esquina da Avenida Augusto de Lima com a Rua da Bahia, o prédio, que hoje é um importante centro comercial e residencial, se consagrou também como um ponto de encontro da resistência política nos chamados “Anos de Chumbo”. Este fato, assim como outros momentos importantes do prédio, é um argumento forte em favor do tombamento do edifício.

Quando o tombamento é definido, colocam-se sob a tutela pública os bens móveis e imóveis, públicos ou privados que, por sua vez integra-se ao patrimônio cultural de uma localidade. Devido a uma confusão causada pela palavra “tombamento”, alguns moradores e frequentadores ficaram receosos de uma possível demolição do prédio, o síndico colocou no quadro de avisos do edifício um cartaz explicando o que é o processo de tombamento e suas vantagens.

Ouça a seguir as entrevistas:

Povo Fala – Tombamento

Por: João Vitor Fernandes/Heberth Zschaber

Fotos/Imagens: Heberth Zschaber

O trânsito ficou complicado esta tarde para quem trafegava na Av. Gonçalves Dias sentido Praça da Liberdade devido a uma manifestação que acontecia no local. Duas famílias que foram desapropriadas de suas posses há 69 anos reivindicavam indenização por essa desapropriação. Filhos, netos, bisnetos, sobrinhos, amigos e conhecidos das famílias Abreu e Hilário, gritavam “queremos justiça”, e “cadê nosso dinheiro?” em frente ao prédio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

“Esse movimento é dos descendentes das duas famílias fundadoras da região que hoje é o Parque Industrial em Contagem- RMBH. Eles foram desapropriados de suas terras, por volta de 1943 pelo governo da época. Já aconteceram diversas audiências com o governo, mas eles enrolam e não resolvem nada, por isso estamos aqui para reivindicar que o processo seja resolvido”, conta Carlos Ferreira da Costa, professor e amigo da família Hilário. Ainda de acordo com Costa, já foi ganho na justiça a indenização, em ultima instância, mas o pagamento ainda não aconteceu.

Um dos manifestantes era Senhor Leontino Luiz Hilário que, mesmo sendo cego, veio acompanhar a luta da família por justiça. Ele é bisneto de Luiz Hilário que por sua vez era dono da fazenda Peroba, na região do Industrial em Contagem. Ele conta que o governo desapropriou as famílias principalmente para instalar as fabricas na região e com a desapropriação sua família ficou desabrigada e muitos foram morar em favelas, “o governo tem dinheiro aos montes pra todas essas falcatruas que a gente vê aí, mas não têm para pagar os pobres, que estão precisando, como eu. Meus filhos sempre me perguntam: e ai pai? O dinheiro da indenização sai ou não sai?”, desabafa emocionado.

No vídeo entrevista com Leontino Hilário contando toda a história.


A Bhtrans e Polícia Militar estiveram no local para acompanhar a manifestação que aconteceu de forma pacifica.

Click na foto e acesse a galeria: antiga fazenda e manifestação

23

Por: Danielle Pinheiro