Tags Posts tagged with "FIT BH"

FIT BH

0 796

O Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte (FIT-BH) comemora 20 anos. Dentre os dias 6 a 25 de maio, os apaixonados por teatro poderão acompanhar uma vasta e diferenciada programação de espetáculos. Ao todo, serão 160 apresentações, sendo, 13 nacionais, 25 locais e 17 peças internacionais. Além dos espetáculos para o público adulto, os curadores pensaram uma programação especialmente infantil, voltada para o público de até 12 anos, intitulado como “Fitinho”, visando à formação desse público na cidade de Belo Horizonte.

 Em 1994 e 1997, a trupe francesa Generik Vapeur, marcou presença com espetáculos de tirar o fôlego, o que fez com que muitas pessoas despertassem o interesse pela arte efêmera do teatro. Neste ano, em sua terceira passagem pela capital mineira, a trupe traz o espetáculo “Jamais 203”, que faz uma sátira agridoce da sociedade. O grupo francês apresenta a peça na Avenida dos Andradas, na Praça da Estação no dia 10 de maio e espera mais uma vez surpreender o público.

FIT-BH Comemora 450 anos de William Shakespeare

Em comemoração aos 20 anos, o FIT-BH celebra também os 450 anos do dramaturgo William Shakespeare, trazendo uma das obras mais importantes da carreira do autor, o dilema entre a consciência e decisão de “Hamlet”, da companhia alemã Berliner Ensemble. A apresentação será no Grande Teatro do Palácio das Artes, nos dias 17 e 18 de maio.

Um dos criadores do FIT-BH, o ator e diretor, Chico Pelúcio, destaca a importância das políticas públicas voltadas para o teatro, onde no Brasil o investimento ainda é muito baixo e se concentra no eixo Rio-SP, além de priorizar espetáculos em espaços fechados. No decorrer dos anos, o FIT-BH deixou de privilegiar de maneira igual o palco e a rua. Nesta edição serão 108 espetáculos em espaços fechados e apenas 52 em espaços públicos, diferente dos anos anteriores quer era meio a meio.

 Para participar os ingressos dos espetáculos podem ser adquiridos pela internet ou na bilheteria dos teatros com até 1 hora de antecedência. Os valores são de R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia).

Mais informações: https://www.fitbh.com.br/

Por: Lívia Tostes

Foto: Divulgação

0 505

Belo Horizonte passará por uma experiência inédita. Neste sábado, 23, o Festival Internacional de Teatro e Palco de Rua (FIT-BH2012) traz a Virada Teatral FIT. O evento tem como objetivo uma programação de 24 horas interruptas, que será realizada no corredor cultural entre a Praça da Estação e o Teatro Marília, proporcionando ao público múltiplas atrações.

Durante todo o evento serão apresentados shows, peças de teatro, filmes e performances. Ocorrerão no Parque Municipal atrações simultâneas, assim a platéia poderá escolher o que mais lhe agradar. “Por ser uma atração incomum é bem mais estimulante, e quando você participa te permite ser ator e interagir com o espetáculo”, relata a estudante Jessica Luiza Almeida.

FIT-BH promove primeira Virada Teatral de Belo Horizonte

A atração do evento é a exibição do documentário Estamira, no Cine Humberto Mauro, às 20h de sábado, na sequência, às 23h59min começa a Virada Teatral FIT.

Os espetáculos apresentados no Espaço Cento e Quatro, Teatro Marília, Centro Cultural de UFMG, Funarte e Teatro João Ceschiatti serão cobrados ingressos (20 reais a inteira e 10 reais meia), exceto para Cenas Curtas (gratuito). A partir das 19h30min será cobrada a entrada no valor de 10 reais (inteira) e 5 reais (meia) para as atrações do Ponto de Encontro. O público receberá uma pulseira que permitirá livre acesso a essas apresentações. As demais atrações são gratuitas.

Veja a programação completa no site.

https://www.fitbh.com.br/2012/baixar.php?arquivo=Grade-Virada-Teatral.pdf

Por: Ana Carolina Nazareno e Rute de Santa

Foto: Nidin Sanches e Marieta Vazquez

Música, maquiagem, luzes e efeitos entram em cena esperando aplausos do grande público. O Centro de Cultura Belo Horizonte recebe a exposição “E as Luzes brilharam outra vez” que reuni fotografias dos espetáculos realizados durante os 12 anos do FIT (Festival internacional de teatro palco e Rua) de Belo Horizonte. Comemora-se neste momento com a exposição que passeia pelo universo teatral no espaço localizado na Rua da Bahia com Augusto de Lima.  O momento é de alegria para mais um ano de sucesso e consolidação e o público pode conferir algumas ocasiões mais que especiais durante toda a trajetória.

Com pequenas tiras de renda amarada ao monóculo e uma linha imaginaria desenhando uma cortina, painel de letras misturando o preto e branco, e uma cortina de veludo vermelha despertam os visitantes para um mundo de encanto.

Na exposição também são exibidos dois filmes curtas-metragem que apresentam as fotos do evento nas imagens em movimento. No inicio da exposição, havia sessões reservadas para apresentação dos filmes, eram exibidos no telão, mas devido à baixa procura da população, eles passaram a ser exibidos em uma TV comum.

Recentemente o Centro Cultural da Rua da Bahia passou por uma extensa reforma, e os recursos do governo para tal chegaram a atingir R$1.800,000, 00 melhorando a qualidade do espaço para que as pessoas possam usufruir dos trabalhos apresentados ali. “A população não procura, não participa, muitas pessoas já me disseram na rua que sentem vergonha de entrar aqui, a maioria (das poucas pessoas que vem) são formadas, povo mesmo não vem” conta Jefferson, estudante e monitor da exposição.

dsc_0271dsc_0268dsc_0276dsc_0283

Por Iara Fonseca e Danielle Pinheiro


Quem passa pela região da Savassi todos os dias, foi surpreendido nesta manhã por uma escada vermelha no cruzamento das avenidas Getúlio Vargas e Cristovão Colombo.

dsc_0126

Comerciantes da região disseram que, na tarde de quarta- feira, uma estrutura de ferro foi montada no meio do cruzamento, e hoje pela manhã, tomou forma originando uma escada larga, na cor vermelha, com seis degraus.“Eles estão agindo durante a madrugada”, disse Vanderley Elias, 58, proprietário da banca de revistas “Newstand” localizada na praça Diogo Vasconcelos, aludindo à possível ação de seres extra terrestres.

Você sabe o que é uma escada vermelha na Savassi?


Na verdade, não é uma escada: é uma arquibancada, montada para receber espetáculos do 10° Festival Internacional de Teatro (FIT). A idéia foi uma iniciativa do cenógrafo Paulo Pederneiras, diretor artístico do Grupo Corpo. A intenção é despertar a atenção do público, tanto para as apresentações do FIT quanto para as paisagens urbanas de Belo Horizonte. “Parar para observar a cidade causa certa estranheza, porque as pessoas nunca têm tempo para fazer isso. Com essa obra, as pessoas poderão olhar a mesma coisa de outra maneira, de outro ponto de vista”, diz Pederneiras.

Para mais informações sobre o FIT e as intervenções na cidade, acesse o site: https://www.fitbh.com.br

Por Débora Gomes e João Marcelo Siqueira

Fotos: Débora Gomes