Tags Posts tagged with "gastronomia"

gastronomia

0 80

Por Daniela Reis 

O Dia dos Namorados é uma data perfeita para aquele jantarzinho especial com quem a gente ama. E em tempos de isolamento o ideal é comemorar em casa, por isso, o Contramão trouxe uma receita especial para você preparar e arrasar na comemoração!

A delícia de hoje é um Risoto de Bacalhau da chef e professora do curso de Gastronomia da Una, Rosilene Campolina.

Vamos ao passo a passo?

Risoto de Bacalhau 

Ingredientes

  • 2 xícaras de (chá) de arroz para risoto (tipo arbório)
  • 500g de bacalhau da Noruega tipo Saithe dessalgado e lascado grosseiramente
  • 1500ml de caldo de legumes ou da água quente usada para aferventar o bacalhau
  • 1 cebola média picadinha em cubinhos (brunoise)
  • 1 colher (sopa) de alho bem picadinho
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 1 pitada de açafrão ou colorau
  • 1 cálice de vinho branco seco (cerca de 150ml)
  • 1/2 pimentão vermelho em cubinhos (brunoise)
  • 1/2 pimentão amarelo picado em cubinhos (brunoise)
  • 100g de azeitonas verdes em rodelas (sem caroço)
  • 100g de azeitonas pretas em rodelas (sem caroço)
  • 1 colher de manteiga (reserve 1 bem gelada)
  • Flor de Sal ou sal comum, pimenta dedo de moça e do reino a gosto
  • Salsinha e cebolinha o quanto baste
  • Azeitonas portuguesas, pimentas dedo de moça e ciboullete para decorar

Modo de Preparo 

Ferver a água do cozimento do bacalhau. Numa frigideira ou caçarola funda e grossa, colocar o azeite e dourar a cebola e o alho. Adicionar o arroz e mexer com uma espátula até ficar translúcido. Colocar o açafrão e deglaçar com o vinho. Deixar apurar. Usando uma concha, acrescentar aos poucos o caldo de legumes ou a água do próprio bacalhau. Continuar mexendo, abaixar o fogo.

Quando o arroz estiver cozido al dente, colocar o bacalhau, os pimentões, as azeitonas e a pimenta dedo-de-moça. Acertar os temperos com flor de sal e Finalizar com a manteiga reservada e cheiro verde. Servir imediatamente em prato fundo, decorado com azeitonas portuguesas, pimenta dedo-de-moça e ciboullete (cebolinha francesa).

 

Agora é só comprar os ingredientes, preparar a receita e arrasar com o mozão!

 

 

*Revisão: Bianca Morais

 

 

 

0 99

Nada melhor que um drink de primeira para dar start no final de semana, não é mesmo? Então se liga nessa delícia desenvolvida pela técnico do laboratório e estudante de Gastronomia do Centro Universitário Una, Wessery Zago.

DRINK: DIVINA ROSKA RUSSA MINEIRA
by Wessery Zago

INGREDIENTES
12 seriguelas inteiras bem maduras
2 colheres de sopa rasas de açúcar demerara
2 conchas de gelo escamado
120/180 ml de Cachaça Divina D’Minas
20 ml de licor siciliano
30 ml de espuma de gengibre
Capim-santo

MODO DE PREPARO
Na coqueteleira, coloque as seriguelas.
Adicione o açúcar demerara.
Com um socador, amasse bastante a fruta juntamente com o açúcar até que restem poucos pedaços
inteiros.
Mexa com uma colher o conteúdo da coqueteleira para que as seriguelas de baixo fiquem em cima.
Volte a amassá-las até quando restarem poucos pedaços grandes.
Coloque o gelo escamado.
Acrescente o licor siciliano e a Cachaça Divina D’Minas
Tampe a coqueteleira e chacoalhe-a por 10 segundos ou até quando não sentir a presença de grandes
pedaços de gelo.
Sirva em uma taça ou copo de drink, como desejar.
Decore com capim-santo.

ESPUMA DE GENGIBRE

INGREDIENTES
200 ml de preparado de chantilly
60 ml de xarope de gengibre
04 colheres de chá de gengibre ralado
1/2 colher de chá de raspa de limão.

MODO DE PREPARO
No mixer ou batedeira adicione o preparado de chantilly
Acrescente o xarope de gengibre e bata até a textura desejada
Coloque o gengibre ralado, a raspa de limão e bata até incorporar.
(a receita rende de 8 a 10 drinks)

Tim-tim!

0 140

Hoje o Contramão veio para deixar sua páscoa mais gostosa! Uma receita de Pescada Amarela no azeite de Sálvia e purê de banana da terra do professor do curso de Gastronomia da Una, Sinval do Espírito Santo.

Vamos ao passo a passo!

Nome da receita: Pescada do Brasil
Quantidade de porções: 4
Tempo de preparo: 1h
Categoria: Prato Principal
Nível de dificuldade: fácil

Ingredientes:

Para o peixe:
4 pedaços de filé de pescada amarela
8 folhas de sálvia fresca
sal e pimenta à gosto
600 ml de Azeite extra virgem

Para o purê:
6 bananas-da-terra maduras
½ cebola
2 colheres (sopa) de manteiga
caldo de 1 limão
½ xícara (chá) de leite integral
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
1/2 xícara de creme de leite fresco

Passo a passo para a preparação:
Escolha uma assadeira ou tabuleiro e faça uma espécie de envelope de papel alumínio para que o peixe possa ser envolvido. Coloque os filés de pescada na assadeira, tempere com sal e pimenta do reino. Coloque as folhas de sálvia fresca por cima de cada um dos peixes. Regue com bastante azeite até cobrir os filés. Feche o envelope de papel alumínio cobrindo o peixe totalmente. Leve ao forno em temperatura baixa, entre 100 e 120 graus, por 30 minutos.

Para o purê, descasque e corte as bananas em rodelas de 1 cm, transfira para uma tigela, regue com o caldo do limão e reserve. Descasque e pique fino a cebola.
Leve uma panela média com a manteiga ao fogo baixo. Quando derreter, acrescente a cebola, tempere com uma pitada de sal e refogue por 2 minutos, até murchar. Junte as bananas (com o caldo de limão) e misture bem.

Regue com o leite, tempere com sal e pimenta, tampe e deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 5 minutos, mexendo de vez em quando, até as bananas ficarem bem macias – o tempo de cozimento das bananas pode variar, se a banana estiver menos madura e mais firme, junte mais água e deixe cozinhar mais um pouquinho. Adicione o creme de leite fresco e deixe incorporar.
Desligue o fogo e, com o mixer, bata as bananas na própria panela até formar um purê bem liso e cremoso – se preferir uma textura mais rústica, amasse as bananas com a colher de pau. Sirva a seguir.

Se vc curtiu a proposta de servir o peixe com a Farofinha de Limão siga o preparo:

Farofinha de limão
2 colheres de sopa de manteiga
Suco de 2 limões
Sal a gosto
1 xícara de Farinha tipo Panko
1 colher de chá de alho em pasta (sem sal)

Numa frigideira coloque a manteiga e deixe derreter. Acrescente o alho e deixe dourar. Coloque o suco do limão mexendo bem. Desligue o fogo e misture a farinha panko e o sal. Pra servir polvilhe por cima do peixe assado ao lado do purê de banana.

Sobre o chef Sinval
 Sinval Espírito Santo é Mestre em Cucina Italiana pelo ICIF, Doutorando em História na UFMG, Professor de Gastronomia da UNA. Membro da Academia Della Cucina Italiana e da Frente da Gastronomia Mineira. Chef do Fubá, já viajou pelo mundo em busca de temperos, sabores e para representar o Brasil em diversos eventos internacionais. Cozinheiro de Minas, orgulhoso de suas raízes, tradições e “causos”, sendo essa mistura, a base que move seus trabalhos, questionamentos e paixão pela cozinha.

0 266

Por Daniela Reis 

Hoje, 26 de março, é comemorado o Dia do Cacau. Essa data foi instituída como uma maneira de difundir o consumo do fruto além do uso na fabricação do chocolate e discutir a importância política e econômica que esse alimento tem para nosso país.

E é claro que aqui no Contramão a gente comemora essa data de maneira deliciosa, trazendo para você uma receita especial de FUDGE DE CHOCOLATE, que tem uma textura macia e o sabor marcante do cacau. Quem nos agraciou com essa gostosura é a aluna do curso de Gastronomia da Una, Olívia Junqueira.

Ela começou a fazer doces e bolos para família, quando percebeu na gastronomia uma paixão. Há 10 anos atua na área da confeitaria e dá aulas para crianças e adultos no projeto Chefinhos Escola, juntamente com a nutricionista Cristina Marques.

Vamos ao passo a passo?

FUDGE DE CHOCOLATE

Quantidade de porções: Aproximadamente 20 unidades
Tempo de preparo: 30 min de preparo e 2h de geladeira
Categoria: Sobremesa
Nível de dificuldade: Fácil

Ingredientes:


– 400 g de chocolate meio amargo
– 395 g de leite condensado (1 lata)
– 20 g de manteiga
– 25 g de cacau em pó
– 1 pacote de biscoito (Oreo) sem o recheio

Passo a passo para a preparação:
1) Adicionar em uma tigela o chocolate meio amargo, o leite condensado, o cacau em pó e a manteiga.

2) Levar ao banho maria, até derreter bem o chocolate e incorporar todos ingredientes.

3) Retirar do fogo e adicionar os biscoitos quebrados grosseiramente. Misturar bem, colocar em uma forma ou aro revestida com papel manteiga e levar à geladeira por duas horas. Quando estiver firme, cortar em quadrados e passar no cacau em pó.

Agora é só preparar! Aproveite para fazer em comemoração ao Dia do Cacau ou como opção de uma deliciosa sobremesa de Páscoa!

 

 

0 225

Hoje a receita do Contramão é do grupo vencedor da 10ª edição do GastroUna, o Tempero da Serra. A delícia da vez é Barriga de Porco, confira o passo a passo da iguaria

Barriga de Porco 

Ingredientes

Barriga

1kg de barriga de porco 10g de Sal

7g de Pimenta do reino

50ml de Cachaça

Picles de cebola

200g de cebola roxa

200ml de vinagre 50g de açúcar

5g de sal

Glacê cítrico

50ml de suco de limão Capeta

50g de açúcar

Modo de Preparo

Picles

Ferver vinagre, açúcar e o sal;

Desligar o fogo e adicionar a cebola cortada em Juliene Tampar o recipiente e deixar 12h no refrigerador

Glacê

Ferver  suco  do limão e o açúcar até o ponto fio e servir em temperatura ambiente.

Barriga

Temperar Barriga e marinar por pelo o menos 3h;

Assar barriga por duas horas a 180 graus, com papel alumínio recobrindo a carne de forma que a pele fique exposta;

Descansar por 1 hora, cortar em tiras e fritar;

Cortar em cubos e servir com os picles e a calda de limão por cima.

 

Para ter acesso ao e-book completo do GastroUna, acesse o link.

0 248

O projeto proporcionou uma imersão na solução de problemas entre os empresários, estudantes, professores e o consultor de negócios do Sebrae

*Por Italo Charles

A 3ª edição do Hackatur – Desafios de inovações no Turismo –  teve encerramento no dia 10 de dezembro. O último encontro, que foi transmitido online, contou com apresentação do consultor de empreendimentos, Marcos Fábio, e teve a participação dos empresários assistidos, professores e estudantes do Centro Universitário Una.

Desenvolvido em parceria entre Sebrae, Belotur e Una, o programa teve como objetivo proporcionar aos empresários de bares e restaurantes de Belo Horizonte e alunos uma imersão na elaboração de ideias inovadoras para melhorar a gestão e posicionar esses estabelecimentos durante e após o período de pandemia. 

O programa selecionou 14 estabelecimentos, 5 professores e 15 estudantes para que, através de uma série de palestras, treinamentos e consultorias os participantes pudessem identificar os problemas e assim junto a equipe criar estratégias para resolução dessas adversidades. A consultoria e treinamento aconteceram de forma híbrida, online e presencial, ministrada por Marcos Fábio (consultor do Sebrae) com a finalidade de auxiliar os empresários a identificarem qual era o real estado do empreendimento naquele momento.

Durante o encerramento, o consultor responsável pelo evento, Marcos Fábio, realizou a apresentação e fez agradecimentos a todos que participaram no decorrer dos três meses de trabalho, que mesmo em tempos de pandemia encontraram maneiras de se reerguer buscando novas ferramentas para realização do programa.

“Foi um projeto muito bacana que teve como execução do Sebrae, patrocínio da Belotur e parceria com a Una. Foram 14 restaurantes participantes, eles saíram no mínimo mais conscientes do seu negócio. Nós tivemos um caso muito legal também de uma pessoa que fechou o restaurante e parou com a estratégia de pensar no restaurante CNPJ. Projetamos e agora ela vai trabalhar muito mais o nome dela como chef do que como um restaurante”, comentou Marcos.

Para o professor do Centro Universitário Una, Edson Puiati, é de suma importância a participação dos estudantes no evento por se tratar de desafios da vida real. “Eu diria que é um reality show ao vivo, os alunos vão aos estabelecimentos, escutam os empresários, sentem de fato os problemas que eles possuem, o que impacta no desenvolvimento, rentabilidade e no sucesso dos estabelecimentos, a partir daí os próprios alunos propõem soluções criativas”. 

Depoimentos 

Diogo Medeiros – Canto de Mainha

“Nós do Canto de Mainha aprendemos e somamos muito conhecimento através do Hackatur. Temos certeza que saímos dessa etapa muito mais preparados para desenvolver o nosso restaurante. Agradecemos muito a todos envolvidos, Belotur, Una, Sebrae e principalmente ao Marcos Fábio que nos auxiliou e entregou muito conteúdo para que pudéssemos enxergar o que havia de falha e possíveis melhorias para o nosso negócio”.

Ruy Oliveira  – Takos Mexican Gastrobar

“Só tenho a agradecer pelo projeto que foi desenvolvido com a gente. O Marcos esteve presente e agregou muito com a sua visão e experiência. Eu acho que foi uma consultoria muito proveitosa, muito por ele realizar uma abordagem mais profunda e não só aplicar as ferramentas de gestão geralmente conhecemos, mas, realmente uma análise do negócio, perfil do empreendedor. E, além disso, ele nos orientou muito bem”.

Pedro Márquez – Tacomtudo Taqueria Mexicana

“O programa Hackatur foi um suporte muito valioso para a nossa empresa, principalmente pelas dificuldades que o momento de isolamento está impondo. No início da pandemia nos vimos forçados a trabalhar somente com o delivery, mas, junto com os consultores do programa, nós conseguimos enxergar que esse já seria um caminho a ser trilhado pelo negócio e que deveríamos aprender com ele.

Passamos por um longo processo de olhar para dentro da empresa e ver onde deveríamos inovar e como fazê-lo. Começamos reposicionando a marca, que antes era restaurante e agora se assumiu como fast-food, mudamos o conceito, a identidade da marca e a maneira como nos comunicamos com nossos clientes.

Não foi fácil, pois mudar e inovar requer muita coragem, mas com os profissionais super competentes do Hackatur ao nosso lado nesse desafio se fez possível. Ficamos extremamente contentes com o resultado e agradecemos muito a todos que se empenharam nessa jornada”.

Marlúcia – Tele-marmitex do Prado

“Foi bem proveitoso, eu aprendi muito. O Sebrae é muito muito organizado, então foi um curso que deu para aproveitar bastante, deu para agregar valores, entender a importância da gestão, da qualidade e do planejamento, percebi que o negócio precisa de planejamento, do contrário ele não vai para frente. Estou muito agradecida pela oportunidade!”

Cintia Regina – Bar da Cintia 

“O inova gastronomia para mim foi ótimo. Obtive um crescimento em relação assim a visão de administração e percebi que já tinha já um pouco de noção, mas depois que vi os exemplos através de estudos apresentados e a informações tive a real certeza que não é só a cozinha, tudo dependendo um do outro. Não adianta ser muito bom na cozinha e não saber como administrar o negócio.

Se a gente não tiver uma ficha de cliente, saber realmente o que o cliente precisa não vai servir eu achar que o que eu tenho vai ser o suficiente. Aprendi que tudo tem que ser analisado, para que assim eu consiga entregar um bom serviço. Eu só tenho a agradecer pela participação e pelos ensinamentos”.

David Garandy – Único Pampulha

“Apesar de ter participado pouco das reuniões, mas todas aquelas que eu pude participar e todas as informações que eu recebi de toda equipe foram muito bem absorvidas, me ajudaram bastante até para desenvolver uma linha de raciocínio. Consegui alinhar o padrão do meu restaurante, elaborar ficha técnica, custos e administrar funcionários, horário de trabalho e cardápio.

Hoje, estou com o restaurante mais estruturado. Neste momento de pandemia estamos trabalhando duro, fazendo eventos e promoções, com isso conseguimos atrair os clientes.

O Inova gastronomia me ajudou bastante pelo pouco que eu participei das reuniões gostaria de agradecer muito ao pessoal da Betolur, Sebrae e Una que me ajudaram”.

Fernanda Maranhão – Recanto da Portelinha

 “Com essa pandemia que nós estamos enfrentando sem poder ir trabalhar, e para não ficar atoa em casa,  tomei a coragem  de empreender e construir o meu próprio negócio, sair do emprego de carteira assinada para ser uma empresária no ramo de gastronomia, montei um delivery na casa da minha mãe em junho de 2020, então tive o conhecimento do  projeto pelo grupo de bares e restaurantes para ajudar micro pequenos empresários no ramo de gastronomia, confesso que a empresa precisava de um empurrãozinho para começar a caminhar. As reuniões online e presenciais com o consultor Marcos Fábio  foram essenciais, trouxe conhecimentos na área de gestão e Marketing auxiliando com CRM, o Pedro com a sua formação em design que trouxe uma nova cara para empresa a troca da logo Recanto da Portelinha para Fernanda Maranhão Parmegiana Gourmet, mudanças nas embalagens uma nova apresentação mais padronizada, a formação do site e redes sociais. 

O projeto Hackatur Inova gastronomia  foi uma rica troca de experiências e um aprendizado maravilhoso com a parceria entre o Centro Universitário Una, Sebrae MG e Belotur. Aprendemos a fazer e colocar em prática várias dicas de sucesso, técnicas e recomendações. O conteúdo bem preparado é atual e será com certeza aplicado no dia-a- dia da minha empresa Recanto da Portelinha por sua vez ter a mudança do nome para Fernanda Maranhão Parmegiana Gourmet”. 

 

**Revisão: Bianca Morais e Daniela Reis

***Essa matéria foi produzida sob a supervisão da jornalista Daniela Reis