Tags Posts tagged with "Loucura"

Loucura

Fora do manicômio e dentro da galeria. Esta é a proposta da 3º Mostra de Arte Insensata que acontece até o dia 30 de junho, no espaço Centro e Quatro, no centro da capital mineira.

Organizada pela rede de politica de saúde mental de Belo Horizonte, a mostra tenta trazer algo novo para a cultura da cidade. “Esta é uma proposta de diálogo com a sociedade sobre o lugar da arte e sua intercessão com a loucura. É um acontecimento novo na cultura, que é a inclusão do louco na cidade e na cidadania” informa a educadora social Ana Paula Esteves.

 

Nesta edição estão previstas exposições de artes plásticas, fotografia, e algumas oficinas. “Vamos trazer trabalhos artísticos ligados a saúde mental em outros municípios de Minas e do Brasil. Essa participação de usuários e profissionais e grupos de vários lugares é importante para divulgar os trabalhos do pessoal”, comenta Ana Paula.

A exposição de plásticas reunirá cerca de 200 obras, entre desenhos, pinturas, cerâmicas, fotografias e instalações e todos os trabalhos foram feitos pelos usuários da rede de saúde mental.
A entrada no local é gratuita, clique aqui e acesse a programação completa

Por João Vitor Fernandes

Foto: João Vitor Fernandes

O Fórum Mineiro de Saúde Mental organizou hoje, 18, a Caminhada Antimanicomial. Com o objetivo de trazer para cidade a discussão sobre as politicas de saúde pública para pessoas com transtornos mentais, o evento reuniu profissionais e usuários dos programas de saúde mental na Praça da Liberdade. “Nós queremos trazer pra cidade a discussão sobre o lugar da loucura. Discutir a não exclusão do louco do seio da sociedade dita normal”, informa o professor de jornalismo, Jaques Arqueman, um dos organizadores do evento.

Pessoas de vários lugares do estado compareceram à praça para comemorar os progressos já conquistados. “São muito os avanços, já conseguimos reduzir mais de 60.000 leitos no Brasil. Estas pessoas que antes estavam abandonadas nos leitos de hospitais hoje estão aqui na rua conosco comemorando a liberdade”, enfatiza o presidente do conselho federal de psicologia, Humberto Verona.

Caminhada Antimanicomial

O clima era de comemoração, porém os serviços de saúde mental têm muito que evoluir. O preconceito e o tratamento para usuários de álcool e outras drogas são dois grandes desafios.  “As pessoas estão vindo com um pensamento antigo e conversador. Com discurso de internação, um discurso inteiramente manicomial, e tudo que agente já conseguiu até hoje está em risco em função de uma politica equivocada que está sendo proposta para essas pessoas que usam drogas. Para nós qualquer tipo de tratamento tem que ser em liberdade”, completa Humberto Verona.

O sistema de saúde já pensa em novos programas de tratamento mais dignos e eficientes para os usuários. “Estamos trabalhando agora com o esquema de matriciamento. Juntamos os psicólogos, psiquiatras, e toda equipe de saúde para olhar cada caso e definir o melhor tratamento. Quando começamos a pensar assim as melhoras foram grandes”, informa a gerente da Unidade Básica de Saúde (UBS), Angola de Betim, Janina Oliveira.

Caminhada Antimanicomial
Caminhada Antimanicomial
Caminhada Antimanicomial
Caminhada Antimanicomial
Caminhada Antimanicomial

Por João Vitor Fernandes

Foto: Joao Vitor Fernandes e Ana Carolina Nazareno