Tags Posts tagged with "semana santa"

semana santa

0 1459

Por Bianca Morais

Em uma época em que as mulheres viviam refém dos pais e depois dos maridos, quando elas não tinham acesso à educação e trabalhavam apenas em funções domésticas, uma delas, talvez uma das primeiras feministas do mundo, se levarmos o termo cru do movimento que luta pela igualdade de gêneros, se destacou. O nome dela: Maria Madalena. 

Tida por muitos, ao longo de séculos de catolicismo, como prostituta e pecadora, aquela que acompanhou Jesus Cristo até sua morte e ressureição, muito provavelmente, teve de deixar para trás padrões impostos pela sociedade da época que diziam que ela deveria permanecer em casa.  

Lucas 8:2 diz: “Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios”. Para os judaicos, ter demônios, nada mais é que ter uma doença, mas no cristianismo europeu aquilo foi ligado ao pecado, e por ela ser mulher, relacionado ao sexual. Em nenhum momento o versículo deixou claro que era uma prostituta, mas estamos cansados de saber que as religiões interpretam a bíblia da forma como querem, por isso, muitas a consideram de tal forma, inclusive, as mesmas que dizem que o relacionamento homoafetivo é pecado, mesmo Jesus durante toda sua vida ter pregado o amor. 

No livro “O Código da Vinci” de Dan Brown, é narrado um relacionamento secreto entre Jesus e Maria Madalena retratados nas obras de da Vinci. O argumento parte em teorias feitas pelos chamados “Evangelhos Canônicos” nos livros apócrifos do Novo Testamento e dos escritores gnósticos. Segundo eles, na pintura A Última Ceia, quem está ao lado de Jesus de cabelos compridos e traços femininos seria Maria Madalena e não o apóstolo João. Além disso, o fato de Jesus não envergar o Gral leva a interpretação que a mulher é o “Cálice Sagrado”, onde repousa o “sangue de Cristo”, ou seja, que ela estaria grávida. 

Após a crucificação de Jesus Cristo foi Maria Madalena que visitou sua tumba levando especiarias para ungir seu corpo nu, tarefa assumida por esposas, mães ou familiares. Já dizia a bíblia que Jesus viveu entre nós como um homem comum, e homens naquele tempo e com a idade dele tinham esposas. Os cristãos fervorosos dizem que o filho de Deus não veio a terra para se casar, muito menos para ter filhos, por isso, repudiam tanto Maria Madalena.  

Claro, isso é uma teoria, assim como toda bíblia escrita pela Igreja Católica, a mesma que considera Jesus Cristo, nascido em Jerusalém, um homem branco de olhos azuis.  

Na atual sociedade com o machismo imposto toda mulher autossuficiente, dona de si, financeiramente independente, mãe solo, líder e chefe, intimida e sofre preconceito. Quantas mulheres que saem a noite para tomar uma cerveja com o marido, ou levam o filho na apresentação da escola sozinha são vistas com maus olhos pela sociedade que por mais avançada que seja, ainda acredita que lugar de mulher é no fogão, faxinando casa para quando o marido chegar à noite do trabalho sua janta estar servida? 

Sendo assim, não seriamos todas nós feministas, Maria Madalena? 

Maria Madalena é vítima. Vítima de um catolicismo exacerbado, vítima de sua imagem ser possivelmente ligada a uma relação mais intima com Jesus. Vítima de ter largado costumes da época para seguir seu líder espiritual.  

E se Maria Madalena de fato fosse prostituta, qual seria o problema? Prostituta é uma profissão, mulheres que ganham a vida com trabalhos sexuais, inclusive, para homens de bem, seguidores do catolicismo. A questão é, do mesmo jeito que eles têm o direito de seguirem uma religião e usufruírem dos serviços delas, elas também têm o direito de acreditar em Deus e seguir os ensinamentos de Jesus. Independente se Maria Madalena foi ou não uma prostituta, ela teria a mesma licença para seguir a Jesus Cristo, afinal, foi ele quem disse “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”.  

No Brasil não se discute religião, política e futebol. 2022, copa do mundo e eleições. Com as redes sociais é, sem dúvidas, impossível não se discutir esses assuntos. Por que não discutir religião então? Discussão é uma palavra forte, pode remeter algo agressivo e não precisa ser. Discutir religião pode ser simplesmente uma maneira de tentar trazer os ensinamentos de Jesus Cristo para a nossa atual realidade.  

Paz, amor, harmonia, perdão, respeito entre os homens, por que é tão fácil adorar Jesus e tão difícil seguir seus mandamentos? Por que considerar uma mulher solteira uma prostituta? Por que levar um fora de uma mulher te leva a ofendê-la? Do que adianta não consumir carne na sexta-feira da paixão para ser perdoado dos seus pecados se você poderia simplesmente não os cometer? 

O feminismo te incomoda porque algumas pessoas são cheias de preconceitos dentro de si, e o pior, tentam justificar isso em cima do cara mais bacana que já passou pela Terra. E como disse Bruna Marquezine em uma recente participação num podcast, “Jesus Cristo é maneiraço, o fã clube que estraga o rolê”.

Nota do editor: os textos e fotos, vídeos publicados nos artigos de opinião não refletem necessariamente o pensamento do Contramão, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

 

 

 

Com o feriado da Semana Santa batendo à nossa porta, os serviços públicos de Belo Horizonte possuem um esquema diferenciado a respeito dos horários de funcionamento. A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) funcionará facultativamente nesta quinta-feira, 17. E na sexta-feira da paixão, 18 e na segunda-feira, feriado de Tiradentes, não haverá expediente.

COMÉRCIO E BANCOS

Nesta sexta-feira, 18, e na próxima segunda-feira, 21, o comércio não funcionará devido aos feriados nacionais. Apenas padarias, supermercados, farmácias, postos de gasolina, bares, restaurantes funcionarão nestes dois dias.

Os lojistas que desejarem abrir seus estabelecimentos não poderão contar com seus funcionários. De acordo com o artigo 70 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), os patrões que obrigarem seus funcionários a trabalharem estarão sujeitos a pena de multa de até R$ 4.025, prevista no artigo 75 da CLT.

TRANSPORTE

Os ônibus funcionarão quinta-feira e sábado normalmente, cumprindo o quadro de horário normal. Na sexta, no domingo e na segunda-feira, o transporte coletivo funcionará de acordo com o horário de domingo e feriado.

LAZER

O Mirante do Mangabeiras (Rua Pedro José Pardo, 1.000, Mangabeiras) funciona normalmente de amanhã a segunda, das 10h às 22h.

O Parque Municipal Américo Renné Giannetti (avenida Afonso Pena, 1.377, Centro) abre de amanhã a domingo das 6h às 18h. Os demais parques funcionam, nos mesmos dias, das 8h às 18h. Na segunda, dia 21, eles não abrirão.

O Jardim Zoológico, o Jardim Botânico, o Aquário do Rio São Francisco (avenida Otacílio Negrão de Lima, 8.000, Pampulha) e o Parque Ecológico da Pampulha (avenida Otacílio Negrão de Lima, 6.061, Pampulha) funcionam normalmente amanhã, sábado, domingo e segunda. O Jardim Botânico e o Jardim Zoológico, das 8h30 às 16h, o Aquário, das 9h às 16h, e o Parque Ecológico, das 8h30 às 17h. Na sexta-feira, 18, todas as unidades da Fundação Zoo-Botânica ficam fechadas.

COLETA DE LIXO

Quinta-feira,17, e Sábado,19, a limpeza urbana funcionará normalmente. Somente na sexta-feira,18, que o serviço não será realizado. Já no domingo, 20, e na segunda-feira, 21, haverá plantões de varrição nas áreas central, hospitalar e na Savassi.

Por: Luna Pontone
Foto: Getty Imagens

Nos dias 15 e 16 de abril, semana que antecede o feriado da semana santa, o Planetário do Espaço TIM UFMG do Conhecimento exibirá o filme O Alvorecer da era espacial em comemoração aos 50 anos da primeira viagem do homem ao espaço.

O filme é uma produção holandesa de 36 minutos de duração, o espectador vai conhecer o início das viagens espaciais. O filme também fala das tecnologias e á atração pelo espaço que levou homens e mulheres a se arriscarem nas viagens.

As projeções do Planetário acontecem às 12h30, 13h30, 14h30 e 15h30 no sábado e no domingo. É aconselhável a chegada 10 minutos antes do horário para retirada da senha no balcão. A entrada é gratuita.

O Espaço TIM UFMG do Conhecimento fica na Praça da Liberdade, s/n em Belo Horizonte e quem quiser visitar o planetário pode fazer o agendamento pelo fone: (31)3409-8360 ou pelo site www.ufmg.br/espacodoconhecimento.

Por Raphael Jota

Foto: Vitor Rocha