Tags Posts tagged with "teatro"

teatro

0 299
Campanha de Popularização do Teatro e da Dança movimenta a capital e região metropolitana

A 46ª campanha de popularização do teatro e da dança acontece até o dia 16 de fevereiro

*Por Joyce Oliveira

Ahh… as férias! Uma pausa da correria do dia dia, tempo livre para fazer coisas diferentes, sair da rotina, dar uma relaxada, como não amar as férias?Porém, muitas vezes o baixo orçamento acaba sendo uma pedrinha no sapato de quem quer curtir esse período e a Campanha de Popularização do Teatro e da Dança vêm como uma opção de diversão sem pesar no bolso. Com 150 espetáculos, todos montados por artistas mineiros, a campanha traz ingressos à preços populares que variam entre dez e vinte reais, o que dá margem para fazer uma programação cultural para crianças e adultos até o dia 16 de fevereiro.

A 46ª edição tem como novidade a extensão da campanha para além de Belô. Agora as sessões também acontecem em Betim, Contagem, Confins, Juiz de Fora, Ribeirão das Neves e Sete Lagoas.

Na edição anterior 460 mil pessoas estiveram presentes nos espetáculos oferecidos. Para bater esse público, o Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc) conta com 52 atrações estreantes e também com a proximidade do carnaval que atrai muitos turistas desde o aquecimento da folia ainda em janeiro.

Com peças para todos os gostos e idades, a programação conta com espetáculos de comédia, dança contemporânea e clássica, drama, infantis, mostras especiais, stand-ups e teatro de rua. Sendo os de humor os mais procurados. O slogan “Você na Campanha” traduz a intenção de atrair ao teatro pessoas que não frequentam espaços culturais e divulgar artistas e produções mineiras não só no período da campanha, mas durante todo o ano.

As montagens agradam o público, um exemplo é a peça veterana Um Espírito Baixou Em Mim, do ator e diretor Maurício Canguçu que está em cartaz e detém a maior bilheteria do evento há 21 anos. O artista também está envolvido em mais três peças desta edição.

Como comprar 

Os valores de dez e vinte reais são válidos apenas para as compras nos postos Sinparc e na internet. Nas bilheterias dos teatros, são cobrados os valores integrais dos ingressos. Na internet você compra no site https://www.vaaoteatromg.com.br/  ou no aplicativo Vá ao Teatro, com pagamentos somente no cartão. Nos postos oficiais é possível adquirir os ingressos com dinheiro e cartão de débito. O posto do Shopping Cidade também aceita Dotz e Vale Cultura.

Qualquer dúvida basta entrar em contato no (31) 25517758 de segunda a sábado das 10h às 19h, e aos domingos até às 18h. As dúvidas sobre vendas on-line podem ser esclarecidas no atendimento@vaaoteatromg.com.br

Aqui você encontra o guia de toda a programação: https://www.vaaoteatromg.com.br/files/7da1c16303feda6ee936236746badb46.pdf

Você pode comprar também nos postos físicos oficiais:

Belo Horizonte

  • Posto Mercado das Flores (avenida Afonso Pena, 1055, esquina com Rua da Bahia, centro)

Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 10h às 18h.

  • Posto Shopping Cidade (rua Tupis, 337, G5, centro)

Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 10h às 18h.

  • Posto Shopping Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6.061, Piso L3, Funcionários)

Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

  • Posto Shopping Estação BH (avenida Cristiano Machado, 11.833, Piso 2, Venda Nova)

Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

  • Posto Shopping Oiapoque BH (avenida Oiapoque, 156, Piso 2, Box J106, centro)

Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 09h às 15h

Betim

  • Posto Partage Shopping Betim (rodovia Fernão Dias, KM 492, 601, 3º Piso)

Seg a Sáb das 12h às 19h , Dom das 14h às 18h

Contagem

  • Posto ItaúPower Shopping (avenida General David Sarnoff, 5160, 2º piso, Cidade Industrial)

Seg a Sáb das 12h às 19h, Dom das 14h às 18h

  • Posto Shopping Oiapoque Contagem (Térreo- Box 275) (rua Mario vital, 168, Térreo, Box 275, Eldorado)

Seg a Sáb das 10h às 19h, Dom das 09h às 15h

 

  • A matéria foi realizada sob a supervisão da jornalista Daniela Reis

0 699
Foto: José Sérgio

A peça fica em cartaz até dia 19 de dezembro com entrada franca

  • Por: Italo Charles

Transitar entre o individual e o coletivo, transmitindo pensamentos sobre modos de existência, levando ao público uma parcela de desconstrução e referências do que permeia na cidade de Belo Horizonte, possibilitou a criação  de “Vinte”, peça encenada pelos alunos formandos do 3ª ano do curso Técnico em Teatro do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart).

 

Dirigida por Márcio Abreu, diretor da Companhia Brasileira de Teatro, e com os diretores assistentes Lydia Del Picchia e Rafael Bacelar, a obra apresenta aos espectadores um aclamo à sociedade que se desenvolve a partir de movimentos do mundo atual.

 

O processo de construção do espetáculo surgiu de forma orgânica após o convite dos formandos à Márcio em 2018. “Partimos de dois princípios, investigar as impossibilidades e a partilha, como um campo possível de convivência, de pensamentos a respeito do que é comum dentro de uma experiência artística quanto pública, na dimensão que isso se dá nas nossas relações sociais”, comentou Tomás Sarquis.

 

De acordo com Rafael Bacelar os atores foram divididos em núcleos e participaram de todo processo. “Os alunos estiveram presente desde a elaboração e construção dos textos que se deu de forma individual e coletiva até a execução do espetáculo no palco”. Para o ator Davds Lacerda a divisão da turma em núcleos foi uma oportunidade muito rica de estar imerso no trabalho para além da atuação. “Participei do núcleo de produção por pedido meu, por interesse na área e foi uma experiência muito interessante”, completa.

 

Já o ator Arthur Barbosa participou do núcleo de cenografia e afirma: “Em primeiro momento fiquei em dúvida entre dois núcleos, o de cenografia e figurino. Mas por ter muito interesse na área de cenografia e já ter formação em Edificações, o Márcio sugeriu que eu ficasse no de cenografia”.

 

Encenado por vinte atores e atrizes, a montagem tem início no exterior do Teatro. Uma performance dá vida a primeira cena interpretada por Arthur, nela os espectadores são convidados a percorrerem um trajeto com destino ao Palácio das Artes. “O texto dessa cena partiu de um pedido do Tomás Sarquis (participante do núcleo de dramaturgia), como um exercício. Fiquei responsável por inserir o meu contexto diário dentro do trajeto, brincando com a questão de existir tantos palácios, porque nossa turma sempre esteve conectada com Palácios”,  comentou Arthur.

 

Já no interior do Teatro, as luzes se apagam e uma voz surge, “ouve, ouve  o rumor?”, uma súplica à sociedade sobre o que está acontecendo ali dentro e lá fora. Marcados pelo espaço e tempo, as cenas partem da particularidade  para multidão. Fragmentos da dança, música e performance tomam conta do palco.

 

Repleto de cenas reflexivas, a montagem leva ao público o contexto da nudez como quebra de paradigmas. A cena em que o ator Davds aparece nu sobre uma bicicleta durante a fala de Vinny sá, leva a plateia uma experiência de observação. “Acho que a imagem gerada nessa cena é muito bonita. Me instiga a forma como o teatro traz a nudez para um lugar de naturalidade, são apenas corpos, como o meu e o seu, é importante ao meu ver, que saibamos observá-los com naturalidade e respeito”, comentou Davds.

 

A partir de uma cartografia de Belo horizonte, com mapas, ruas e histórias ocultas a cena central acontece. Segundo Tomás, “A passagem pode representar três críticas”. Marcado por grandes acontecimentos da cidade, a cena é narrada por seus moradores contando as histórias não oficiais.

 

“Silêncio por favor, enquanto esqueço um pouco a dor no peito”, trecho da música “Para ver as meninas de Marisa Monte”, marca a passagem em uma das cenas finais, com o desejo que o público ouça o que está acontecendo no contexto atual.

 

Serviço

 

A peça fica em cartaz até o dia 19 de dezembro. Sendo terça, quarta e quinta às 20h, na Sala João Ceschiatti – Palácio das Artes

A entrada é franca, com retirada de ingresso uma hora antes do espetáculo.

*A matéria foi realizada sob a supervisão da jornalista Daniela Reis

0 136
Interativa, performance Looping: Bahia Overdub conduziu o público ao frenesi. Foto: Guilherme Jardim

Evento que entrou de vez para o calendário cultural da capital mineira, o FIT-BH propõe um novo olhar para o teatro, ao trazer espetáculos e companhias que trazem linguagens e estéticas próprias

Por Mateus Araujo, Tawany Santos e Thais Gonçalves*

A abertura da 14ª edição do Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte (FIT-BH), atração que entrou de vez para o calendário cultural da cidade, reuniu cerca de 5 mil pessoas no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no centro da capital mineira, na última quinta-feira, dia 13. O evento inovou mais uma vez ao trazer para o espaço público atrações que rompem com a linguagem e estética teatral tradicional. As performances “Looping: Bahia Overdub” e “Batucada” foram as responsáveis por abrir a mostra e criar junto ao público uma forte interação.

O tema escolhido para este ano, Corpos-Dialetos, tem o intuito de trazer ao público “Urgências históricas e sociais de indivíduos e grupos não neutros, recusando a ideia de que exista um ‘sujeito padrão’ que possa servir de exemplo ou determinar a experiência de vida das demais pessoas”. No primeiro dia de festival, intervenções teatrais vieram com propostas de quebrar paradigmas e fazer com que o público interagisse com o espetáculo.

A performance baiana Looping: Bahia Overdub, de Felipe de Assis, Leonardo França e Rita Aquino, foi um dos destaques da primeira noite. O espetáculo trouxe referências da cultura afro-brasileira, da música popular e sonoridades urbanas diversas. A plateia ficou contagiada com a interatividade da apresentação. Os bailarinos, incorporados ao público, conduziram uma dança com movimentos propostos por correntes de pessoas.

Em meio à multidão, artistas e público formavam um só corpo, misturavam sensações e contato físico fomentando uma dança coletiva, ao som de batidas baianas e luzes baixas, se assemelhando a uma festa.

O espetáculo contou com cerca de 120 integrantes voluntários inscritos em um edital antes do início do festival. Para a realização da performance coletiva, artistas da companhia chegaram a Belo Horizonte uma semana antes do festival.

“As pessoas precisam de mais cultura, e nós, através desta apresentação, aprendemos que não existe barreira entre artista e público, é possível interagir. Não é só estar em cima de um palco e ser a estrela do espetáculo. Quando o público interage, o trabalho passa a fazer sentido”, afirma a estudante de teatro Bruna Gomes.

Festival Internacional de Teatro Palco e Rua (FIT 2018)

Criado em 1994, o FIT-BH promove sua 14ª edição, com diversos espetáculos através da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e da Fundação Municipal de Cultura (FMC) e Instituto Periférico. O conceito “Corpos-Dialetos”, proposto pela curadoria de Grace Passô, Luciana Romagnolli e Soraya Martins, norteou toda a programação do evento.

O festival se estende entre até o dia 23 de setembro e a programação completa está disponível no site oficial fitbh.com.br e redes sociais: facebook.com/fitbelohorizonte e @fitbh.

*(Os alunos de jornalismo produziram a reportagem sob orientação do jornalista Felipe Bueno).

0 309
A atriz Fernanda Montenegro ao lado do diretor regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda

Fernanda Montenegro esteve em Belo Horizonte, na última sexta-feira, dia 24 de agosto, para o lançamento do livro “Itinerário Fotobiográfico”

Por Moisés Martins e Marcelo Duarte

Fotos Marcelo Duarte

Na ocasião de sua passagem por Belo Horizonte, na última sexta-feira, dia  24 de agosto, a atriz Fernanda Montenegro lançou o livro “Fernanda Montenegro: Itinerário Fotobiográfico”, obra que narra em imagens sua vida e carreira. Ela também apresentou a leitura dramatizada de “Nelson Rodrigues por Ele Mesmo”, de Sonia Rodrigues.  

Cerca de 800 pessoas ocuparam as cadeiras do Grande Teatro do Sesc Palladium para ver a dama dos palcos apresentar passagens da vida e obra de Nelson Rodrigues, a partir do livro organizado pela filha do dramaturgo.

A artista aproveitou a noite também para autografar o livro “Fernanda Montenegro: Itinerário Fotobiográfico”. A publicação, organizada pela própria atriz, foi construída a partir de fotos de acervo pessoal.

Entre os momentos destacados no registro biográfico, há fotos de Fernanda Montenegro ao lado de grandes nomes da dramaturgia como Nathalia Timberg, Sérgio Britto e Paulo Autran. O livro também conta com seções especiais de diversas premiações recebidas em sua carreira e uma homenagem comovente a Fernando Torres, seu companheiro de vida e de trabalho.

Mediado pelo diretor regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, o lançamento contou com alguns comentários contundentes da Fernanda em torno do atual cenário do teatro e sobre os direcionamentos que o campo das artes estão tomando. “A educação não se fixa sem a cultura”, sentenciou Fernanda Montenegro, durante o evento.

Veja o vídeo da Fernanda Montenegro no lançamento de sua fotobiografia:

0 396
Foto: Gabriel Peixoto

23 de fevereiro / Sexta-feira

Memórias de Ana | 44ª Campanha de popularização do Teatro & Dança

Data: de 23.02.2018 até 04.03.2018

Local: Sesc Palladium

Contada de forma poética e em clima interiorano, a peça nos remete a valorização dos relacionamentos e sentimentos humanos. Sendo um convite a todos para um dedo de prosa, por meio de diversas línguas e linguagens, como português, LIBRAS, mímica, teatro de sombras e música ao vivo. São duas peças realizadas simultaneamente: uma sonora/sensorial e uma visual, proporcionando assim uma vívida experiência acessível a todos.

Informações Adicionais:

Horários das apresentações – Clique aqui

Categoria de Peças: Teatro Adulto
Gênero: Dramacomico
Classificação: Livre
Duração: 50 minutos

https://www.vaaoteatromg.com.br

A empregada quase perfeita | 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Data: de 23.02.2018 até 25.02.2018

Local: Dayrell Hotel & Centro de Convenções

Sinopse:
Você já imaginou se, de repente, descobrisse que a sua empregada é uma antiga namorada de seu marido? Ela veio pra matar a patroa de raiva e você de tanto rir… Diversão garantida nessa comédia do mesmo autor de “Acredite um espírito baixou em mim”, que se inicia quando um casal resolve contratar uma empregada através de uma agência. A situação “pega fogo” quando a empregada recorda que o patrão é um antigo namorado.

Informações Adicionais:

Horário | sexta e sábado às 21h e domingo às 19h

Classificação | 14 anos

https://www.vaaoteatromg.com.br

Guia prático de como educar a sua mãe | 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Data: de 23.02.2018 até 25.02.2018

Local: Estação Cultural

Sabe aquela mãe que te manda sair com guarda-chuva porque vai chover, e chove? Aquela que manda você dormir, estudar, comer, pegar uma blusa de frio? Aquela que não larga do seu pé? Essa é a Dona Jandira, mãe de Carlos Eduardo, e eles vão mostrar para você que mãe é tudo igual – e que filho é tudo igual também – só muda de endereço! Mas tudo pode mudar depois deste Guia Prático de Como Educar a Sua Mãe!

Horários: Sexta e sábado às 21h; domingo às 19h
Categoria de Peças: Teatro Adulto
Gênero: Comédia
Classificação indicativa: 12 anos
Duração: 60 minutos

Informações Adicionais:

Ingressos pelo Site da Campanha de Popularização ou na bilheteria do teatro.

https://www.shoppingestacaobh.com.br/Teatro

24 de fevereiro / Sábado

Nuvens de barro| 44ª Campanha de popularização do Teatro & Dança

Data: de 24.02.2018 até 25.02.2017

Local: Sesc Palladium

O espetáculo se inspira no universo poético de Manoel de Barros para recria-lo nos corpos em movimento. Tomando como pretexto suas palavras “poesia não é para compreender, mas para incorporar”, foram dadas formas a um mundo em que realidade e imaginação se misturam, o humano se coisifica e as coisas se humanizam… a ludicidade, o humor, e a sensibilidade do poeta são evocadas, pedindo permissão para “voar fora da asa”.

Informações Adicionais:

24.02.2018 – 20:00

25.12.2018 – 19:00

Categoria de Peças: Dança
Gênero: Contemporâneo/Moderno
Classificação: Livre
Duração: 50 minutos

https://www.vaaoteatromg.com.br

Por um fio | 44ª Campanha de popularização do Teatro & Dança

Data: de 24.02.2018 até 25.02.2018

Local: Sesc Palladium

A companhia transpõe o fascínio pelos bordados, escritos, amontoados de Arthur Bispo do Rosário, para o emaranhado de braços e corpos que bordam coreografias. Emaranhado de fios elétricos, filamentos das lâmpadas incandescentes que se confundem com os fios condutores das coreografias e com a sucata do trabalho dos bailarinos, que lhes servem de matéria prima para a composição da obra.

Informações Adicionais:

24.02.2018 – 21:00

25.02.2018 – 20:00

Categoria de Peças: Dança
Gênero: Contemporâneo/Moderno
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos

https://www.vaaoteatromg.com.br

Nuvens de Barro | 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Data: de 24.02.2018 até 25.02.2018

Local: Grande Teatro – Palácio das Artes

Integrando a programação da 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança, nos dias 24 e 25 de fevereiro a Cia. de Dança Palácio das Artes sobe ao palco do Grande Teatro com o espetáculo Nuvens de Barro, com direção de Fernando Martins e Joaquim Elias.

Inspirado no trabalho do poeta Manoel de Barros, Nuvens de Barro estreou em 2016 e retoma as palavras do escritor: “poesia não é para compreender, mas para incorporar”. Fruto de um processo de pesquisa sobre a obra do escritor, o espetáculo foi criado de maneira colaborativa entre os bailarinos da Cia de Dança, com movimentos que refletem o imaginário poético da obra numa coreografia inventiva que alcança o ponto de encontro entre dança e poesia.

A direção de Nuvens de Barro também traz caminhos e olhares amplos: Joaquim Elias e Fernando Martins trabalham unindo experiências distintas na narrativa teatral e da dança, respectivamente. Os componentes cênicos, como figurino, iluminação e cenário, também refletem a interação corpo-objeto, em que coisas se humanizam e pessoas se coisificam. Predominam as referências ao ambiente natural do próprio Manoel de Barros, nativo do pantanal sul-mato-grossense.

A trilha sonora, selecionada por Fernando Martins, mescla o instrumental do compositor Rodrigo Salvador a trabalhos de outros artistas de destaque da música nacional, como Tom Zé.

Informações Adicionais:

Horários | Dia 24 de fevereiro, sábado, às 20h30, e dia 25 de fevereiro, domingo, às 19h

Duração | 50 min

Classificação | Livre

POSTOS DE VENDA AUTORIZADOS

Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 – Savassi)

Shopping Cidade (Rua Tupis, 337 – Centro)

Shopping Estação BH (Av. Cristiano Machado, 11833 – Venda Nova)

Edifício Maleta (R. da Bahia, 1148 – Centro)

https://www.fcs.mg.gov.br

Telefone: 31 3236-7400

Chapeuzinho Vermelho | 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Data: de 24.02.2018 até 25.02.2018

Local: O espetáculo ocorrerá em dois locais.

Endereço e horário das apresentações:
Data: 24/02
Horário: 16h
Local: Praça da Jabuticaba – Av. Pref. Gil Diniz – Nossa Sra. do Carmo, Contagem

Data: 25/02
Horário: 10h
Local: Praça Floriano Peixoto

Praças de Contagem e Belo Horizonte contam com uma programação especial neste fim de semana, 24 e 25/02, dentro da 44ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, patrocinada pelo Instituto Unimed-BH. A peça “Chapeuzinho Vermelho”, da Cia O Trem, estará em cartaz em sessões gratuitas, nas praças da Jabuticaba e Floriano Peixoto, respectivamente.

As apresentações, promovidas pelo Instituto Unimed-BH, fazem parte do projeto Teatro na Rua, e Trem – Companhia de Teatro, que desde 2006 vem se especializando em obras para crianças, propondo reflexões de forma divertida e e lúdica. O espetáculo Chapeuzinho Vermelho faz uma releitura da clássica história da menina que vai pela floresta levar doces para a avó e acaba se encontrando com um lobo mau. Nessa versão, os atores da trupe apresentam o ponto de vista de cada um dos personagens – afinal, todos querem sair como inocentes ou heróis na história. Através de músicas e muita criatividade, os atores vão se revezando em todos os papeis, com musicalidade, o humor e a criatividade.

Circuito Instituto Unimed-BH
Estimular a saúde social, o bem-estar, a convivência em espaços públicos: com esse objetivo, o Circuito Instituto Unimed-BH foi criado em 2010 e, desde então, oferece gratuitamente de lazer e de cultura na Praça Floriano Peixoto e na Praça da Saúde, em BH, e na Praça Milton Campos, em Betim.

Somente em 2017, foram realizadas mais de 85 apresentações culturais que beneficiaram mais de 55 mil pessoas.
Em 2018, a programação do Circuito durante todo o ano será de comemoração dos 15 anos do Instituto Unimed-BH. Confira as atrações e programe-se para curtir!

https://www.facebook.com/companhiaotrem/

Entrada Franca

Berenice e Soriano- infantil | 44ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

Data: de 24.02.2018 até 04.03.2018

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB

Berenice, menina doce e destemida, sai pelo mundo em busca de seu sabiá Soriano. Sempre acompanhada de Rosa, sua boneca de pano, inicia um caminho de aventuras e descobertas. Na travessia são surpreendidas por personagens do cancioneiro popular brasileiro e das cantigas de roda. A montagem une teatro, dança, música e poesia em um diálogo sensível para contar e recontar histórias que habitam nossas memórias de infância.

Informações Adicionais:

Horário| sábado e domingo às 11h

https://culturabancodobrasil.com.br/portal/belo-horizonte/

Telefone: 31 3431-9400

Foto: Reprodução internet/ Peça Como sobreviver em festas e recepções com o Buffet escasso

Em sua 43ª edição, a Campanha de popularização Teatro e Dança começou no dia 5 de janeiro e esse ano sob o tema “A diversidade é nossa marca” traz uma programação variada que conta com 190 espetáculos, sendo 115 para o público adulto, 58 para o público infantil, 18 exibições de dança e entre eles 95 inéditos. Mas a novidade está no fato de que alguns dos espetáculos contam com tradução em libras e audiodescrição.

Considerada como uma das mais importantes manifestações artísticas de Belo Horizonte, a Campanha se tornou algo tradicional na vida da capital mineira. Promovida pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc), os espetáculos têm seus ingressos oferecidos a preços populares. Comprados pela internet ou em postos de venda os preços variam entre 5 a 15 reais, na bilheteria dos teatros os valores são colocados de acordo com a produção apresentada.

O evento que irá até o dia 19 de fevereiro tem como expectativa atrair cerca de 250 mil pessoas com base na iniciativa de proporcionar-lhes a oportunidade de irem ao teatro e assim prestigiarem os profissionais: “Isso faz parte da diversidade, que é a nossa marca. Por isso, a Campanha traz diversos gêneros em cartaz, como drama, comédia, farsa, tragédia e vários outros”, explica Rômulo Duque, presidente da Sinparc.

Incluídas no itinerário da ação Betim, Juiz de Fora e Nova Lima também contaram com apresentações. Para os interessados os ingressos que começaram a ser vendidos antes do início do evento ainda podem ser adquiridos pelo site www.vaaoteatromg.com.br ou pelo aplicativo do Sinparc ‘Vá ao Teatro MG’, disponível para download em tablets, smartphones e iphones.

Abaixo pontos de vendas:

Data: 5 de janeiro a 19 de fevereiro

Preço: R$ 5, R$ 8, R$ 10, R$ 12 e R$ 15 (preço nos postos de venda para peças adulto, infantil e dança).

Nas bilheterias dos teatros, os preços são diferentes, conforme cada estabelecimento.

Postos Fixos

As vendas de ingressos nos postos fixos estarão abertas a partir do dia 5 de janeiro. Confira os locais.

Posto Mercado das Flores

(Av. Afonso Pena, 1055 – esquina com Rua da Bahia)

Diariamente das 9h às 19h
| Funcionamento: 5 jan a 19 fev

Posto Shopping Cidade (Piso G)

(Rua Tupis, 337 – Centro)

Segunda a sábado das 10h às 19h, Domingos das 14h às 18h | Funcionamento: 5 jan a 19 fevereiro.

Posto Shopping Pátio Savassi (Piso L3)

(Av. do Contorno, 6.061 – Funcionários)

Segunda a sábado das 13h às 19h, domingos das 14h às 18h | Funcionamento: 5 jan a 19 fevereiro.

Posto Shopping Estação BH (1º Piso)

(Av. Cristiano Machado, 11.833 – Venda Nova)

Segunda a sábado das 13h às 19h, domingos das 14h às 18h | Funcionamento: 5 jan a 19 fevereiro.

Partage Shopping Betim (3º Piso)

(Rodovia Fernão Dias km 492, 601)

Segunda a sábado das 13h às 19h, domingos das 14h às 18h | Funcionamento: 5 jan a 19 fevereiro.

Posto Shopping Del Rey

(Av. Presidente Carlos Luz, 3001 – Pampulha)

Segunda a sábado das 13h às 19h, domingos das 14h às 18h | Funcionamento: 5 jan a 19 fevereiro.

Venda On-line e Aplicativos da Campanha

Outra forma de adquirir os ingressos é pelo site www.vaaoteatromg.com.br ou pelo aplicativo gratuito do Sinparc ‘Vá ao Teatro MG’, que está disponível para download em tablets, smarthphones e iPhones pelo link www.vaaoteatromg.com.br/mobile

O pagamento é feito por meio de cartão de débito bancário. A pessoa deverá retirar o ingresso na bilheteria do teatro 30 minutos antes do espetáculo. Os ingressos comprados pela internet terão acréscimo de uma taxa de conveniência, que varia de acordo com o valor e a quantidade comprada.

SERÃO ACEITOS VALE CULTURA E DOTZ

Nos Postos Sinparc, o ingresso pode ser pago com Dotz.

*Limitado a dois pares de ingressos por CPF, a cada dia.

DZ 1135 (1 ingresso)

DZ 2280 (2 ingressos)

DZ 4535 (4 ingressos)

Necessária a apresentação do Cartão Dotz e/ou CPF do titular e senha.

* O Vale Cultura na compra do ingresso é disponível somente no Posto de Venda do Mercado das Flores.

Para outras informações: Vá ao Teatro

Por Ana Paula Tinoco