Tags Posts tagged with "twitter"

twitter

0 280
Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Por: Raphael Segato

Após a demissão do técnico venezuelano Rafael Dudamel, pelos maus resultados, o Atlético anunciou a chegada do argentino Jorge Sampaoli, de 60 anos, ex-comandante de Santos-SP e das seleções chilena e argentina, que já iniciou os trabalhos na Cidade do Galo. O comandante chega ao Galo cercado de expectativas, tanto por parte da diretoria do clube quanto da torcida e da imprensa mineira.

A grande expectativa da torcida alvinegra se dá pela volta das boas atuações do Atlético. Para tal, Sampaoli terá um trabalho longo pela frente, e, também, um grande desafio: manter-se no cargo durante todo seu contrato – algo que só Cuca, treinador do Atlético entre 2011 a 2013, conseguiu nos últimos anos, já que seis treinadores se sucederam durante a gestão de dois anos e três meses do presidente Sérgio Sette Câmara.

Sampaoli já demonstra dar retorno imediato fora de campo. Esperam-se muitas adesões ao novo sócio torcedor, lançado pelo Atlético no dia 10 de março. Há promessa, também, de casa cheia nos jogos em casa. Isso tudo devido à imagem e à visibilidade que Sampaoli transmite ao clube.

Guilherme Frossard, jornalista do site globoesporte.com, que realiza a cobertura do clube, conta que o Atlético vem de dois anos ruins, com pouca relevância e resultados ruins em campo. “Afinal, o time investiu em um treinador de seleção, com trabalhos sólidos na América do Sul e na Europa. Isso tudo passa um recado aos patrocinadores, a clubes concorrentes, a atletas. Gera maior expectativa, e traz holofotes. Isso tudo, se bem explorado, pode ajudar muito”, comenta.

Twitter da Fifa

Após o anúncio da chegada de Sampaoli, diversos veículos de comunicação noticiaram o grande acerto do treinador com o clube mineiro. A visibilidade foi tão grande que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) mencionou, em sua página oficial, no Twitter, a publicação do anúncio feito pelo presidente do clube. No post, a Fifa cita o retrospecto de Sampaoli, o primeiro título da seleção chilena, a quebra da invencibilidade de 40 jogos do Real Madrid, o vice-campeonato brasileiro do Santos, no ano passado, e o terceiro lugar como melhor técnico do mundo, em 2015, disputado com Luís Henrique e Pep Guardiola.

Fora de campo, este é um dos vários efeitos de Sampaoli no Atlético – e, até mesmo, em Minas Gerais. Dentro de campo, quais resultados o técnico pode trazer ao clube?  Frossard fala do estilo de ataque do time e do jeitão do treinador: “Já é possível ver o estilo Sampaoli no dia a dia. Dentro de campo, viu-se um time mais agressivo, dominante, com posse de bola e jogo mais vertical. A estratégia de controle precisa ser aprimorada, mas já é possível observar uma linha de raciocínio tático”.

No que diz respeito ao comportamento fora de campo, fica claro o perfil “durão” do argentino. “Ele não é muito de papo, nem gosta muito de falar à imprensa. Além disso, fecha praticamente todas as atividades, mas, dentro de campo, entende-se bem com os atletas, desde que estejam comprometidos”.

Quanto à postura da diretoria, cujo pensamento anterior buscava austeridade nas finanças, tudo mudou: agora, pretende-se adotar a busca por reforços. “Sampaoli, cobra um time competitivo, além de reforços. A diretoria já tem se movimentado neste sentido, para buscar reforços e montar um elenco qualificado, com foco nos atletas, para que tenham espaço”.

Na visão do jornalista, tudo isso é consequência natural da pressão implícita com a chegada de Sampaoli ao Atlético. “São elementos que ‘obrigam’ o clube a pensar grande, a vislumbrar objetivos audaciosos”, esclarece, ao ressaltar: “Resumidamente, Sampaoli traz, ao Atlético, um perfil competitivo, determinado a entrar nas competições para disputar título, e não só para participar. Significa que vai dar certo? Não, necessariamente. Mas é um bom começo”.

Certo é que, hoje, o Atlético Mineiro entra em busca do título brasileiro, que não vem há 49 anos. Sem dúvida, trata-se da obsessão de dirigentes, jogadores e torcedores do clube.

 

*A matéria foi produzida sob a supervisão do professor Maurício Guilherme Silva Jr. e da jornalista Daniela Reis

 

Facebook, Twitter, Foursquare, etc. Os nomes das redes sociais são bem conhecidos, mas os usuários usam as redes sociais da mesma forma? Para a doutora em Ciência da Informação Joana Ziller, a resposta é não. “Hoje, nós temos site de rede social para quem está procurando trabalho, outras que se preocupam com o Meio Ambiente e os usuários já entram nestas redes sabendo o que vão encontrar”, explica.

Antes ao se pensar em redes sociais apenas em computadores e hoje, pode-se acessar estas redes de qualquer lugar. Para Joana Ziller, esta facilidade altera a forma como os usuários acessam e disponibilizam informações. “As redes sociais já vem mudando nossos hábitos, a maneira como lidamos com a informação, à maneira como nos posicionamos e nos relacionamos com as outras pessoas”, comenta.

Esta diversidade na utilização é ilustrada pelo aplicativo Foursquare que usa o GPS para rastrear a localização do usuário e compartilhar essa informação com seus seguidores. O CONTRAMÃO fez um levantamento dos usuários deste aplicativo na região centro sul de Belo Horizonte. Veja no mapa como e onde as pessoas ultilizam as redes sociais.

Por João Vitor Fernandes

Foto: João Vitor Fernandes

0 494

Janeiro é mês de férias e nessa época aumentam as liquidações em quase todo o comércio. As lojas ficam cheias e as filas dos crediários crescem devido ao pagamento das compras de fim de ano. Nos Brechós, a procura maior é pela moda praia, por ser verão no Brasil, mas também há uma boa saída de casacos para aqueles que pretendem passar as férias fora do país. Os preços mudam nessa época e variam de acordo com a qualidade, marca e modelo dos produtos.

Sofia Santos de Lima, 22, diz que a procura é variada, indo da moda fashion até o aluguel de roupas para peças teatrais. Proprietária de “Ô Brechó”,  loalizado na Avenida Bias Fortes, quer oferecer por meio do Twitter e de um blog (ainda em construção), vendas on-line para ampliar seu público e dispor de uma maior facilidade de acesso. Para o novo ano ela pretende destacar a moda alternativa dando um diferencial ao seu estabelecimento, atraindo um público mais jovem a procura de um estilo único.

Texto: Camila Sol, Débora Gomes e Iara Fonseca

Foto: Camila Sol