Um dia cheio no trânsito

Um dia cheio no trânsito

0 689

O trânsito congestionado e a poluição sonora produzida pelas buzinas fazem parte do Conjunto Arquitetônico da Praça da Liberdade. A cena se repete todas as sextas-feiras.  Entre os cruzamentos das ruas da Bahia com Gonçalves Dias e, também, na Avenida Cristóvão Colombo, os semáforos ascendem a luz verde, mas os carros continuam parados.

Filas de ônibus azuis colorem o asfalto cinzento. Caminhões de grande porte misturados entre motos e carros de passeio, mesmo com a proibição do tráfego de carga pesada nesta região.

Em frente ao prédio da Secretaria Estadual de Cultura, flagramos um carro oficial do Estado de Minas Gerais estacionado em uma vaga exclusiva para deficientes físicos. O motorista não se intimidou com a presença de policiais militares.

Na mesma região, rua Sergipe esquina com Av. Cristóvão Colombo, deparamos com outro carro oficial, desta vez da Policia Federal, estacionado em fila dupla atrapalhado o tráfego. O carro se encontrava com o pisca alerta ligado, e não havia motorista dentro.

O horário de maior fluxo de automóveis que seria às 18h, agora, começa às  15h. No trânsito engarrafado, na tarde desta sexta-feira,  além das imprudências constantes, é possível observar que as ruas não suportam mais tantos carros.

dsc04770

dsc02745

dsc02746

dsc02752


Texto e fotos por Ana Paula P. Sandim, Daniella Lages

NO COMMENTS

Leave a Reply