Voltando à velha infância

Voltando à velha infância

0 458

“Carneirinho, carneirão-neirão-neirão, olhai pro céu, olhai pro chão, pro chão”. Quem não se lembra das cantigas infantis que embalaram tantos sonhos e sonos? Jovens, adultos e idosos se encontraram hoje no teatro da biblioteca pública Luiz de Bessa para relembrar os tempos de criança.

No projeto da editora LÊ, o escritor e contador de histórias Adelson Murta, 39, ou Adelsin, como é conhecido, levou ao palco brincadeiras, histórias e canções, procurando resgatar o simples e a sensibilidade do público. “O que para as pessoas é tão complicado (um pedaço de jornal, um pedaço de cordão, um rolo de papel higiênico), pra gente vira brinquedo.” , diz a acessora pedagógica da Editora Ler Sandra Bittencourt, 44.

A palestra que aconteceu em dois turnos (manhã e tarde) lançou a coleção “Cuidar”, composta por três volumes escritos por Adelsin, que alerta a importância com o meio ambiente, as crianças e com nós mesmos. “Tudo começa da gente. Os adultos precisam resgatar a criança que tem por dentro. E encontrá-la para cuidar do outro”, ressalta a acessora. O projeto prevê ainda uma oficina de construção de brinquedos aberta ao público.

Por: Débora Gomes

NO COMMENTS

Leave a Reply