AMOR NÃO TEM EXPLICAÇÃO, CARALHO!

AMOR NÃO TEM EXPLICAÇÃO, CARALHO!

0 165

Por Valentina Razzah – Polígrafias – Parceiros Contramão HUB

Não venha jogar pra mim as dúvidas que são suas. Os empecilhos que você cria dia após dia. As justificativas que você arruma pra se eximir da responsabilidade.

Não me venha com seus “Por que logo eu? Por que desse jeito? Nem nos conhecemos, como vamos saber se é ou não é?”, quando conhecer e ter identidade com alguém são coisas que já começam relativas por si só, e nem sempre o tempo se encarrega de fazer o trabalho.

Sabe por que esperar não vai nos dar uma resposta? Porque a verdade é que a gente só sabe se é ou se não é se arriscar e viver. Não tem como saber previamente, por causa de características que a pessoa tem ou do que quer que seja. Estamos falando de seres humanos e não de enciclopédias. De incertezas da vida e não de logaritmo.

Isso tudo é só uma desculpa pra falta de coragem.

Porque se a pessoa mexe com você e te tira do lugar você fica vulnerável. Tudo em você logo grita que não vai dar certo, vem na forma de intuição, indício ou chame como quiser. Vem na forma de se apegar até naquela unha encravada pra justificar que é melhor fugir mesmo, “é claro que não vai dar certo, olha esse signo inconstante, olha esse texto que ela postou, não sei se é o momento”.

Vem na forma dos discursos de tal outra pessoa dá mais certo, tal situação é mais “segura”, é melhor esperar, é melhor se esquivar, é melhor… Só pra fugir mesmo.

Mas nada disso é razão. É tudo menos razão. Não tem como racionalizar o amor, porque o amor não tem razão alguma. Toda pretensa racionalidade é só covardia mesmo. Não dá pra prever e criar essa lógica. Isso é que é ilógico, aliás, tentar criar lógica pro que tem sua lógica própria.

As pessoas e a vida não são essa matemática certa e ninguém tem bola de cristal. Aqui, nenhum vidente tem razão. Amor é só se atirar na coragem mesmo, acreditar que a gente merece, acreditar que é possível. Amor precisa de uma boa dose de fé, é verdade, e é difícil demais quando você já perdeu toda a fé que tinha. Mas como vamos fazer, se não dá pra ser de outro jeito?

Amor não é planta de construção civil. Amor é jogar a porra toda pro alto e viver. Amor não é esperar pra ver o que acontece, comendo pelas beiradas, na ilusão da segurança. Amor é deixar a chuva encharcar sua alma toda, e deixar o sol te invadir depois, onde você nem esperava. É deixar seus demônios verem a luz de novo. Amor é respirar fundo, não é fazer conta. Amor é levitar, não é planilha do Excel.

Então, só vive. Vem, vive isso comigo, agora, enquanto tá queimando mesmo, enquanto estamos no olho do furacão. Sem represar porra nenhuma, sem fingir pra nós mesmos que não tá acontecendo. Sem me pedir meus motivos, sem ter que justificar respostas. Amor não tem explicação, caralho!

NO COMMENTS

Deixe uma resposta