Festival de Arte Negra chega a sua 8ª edição com grandes filmes...

Festival de Arte Negra chega a sua 8ª edição com grandes filmes na programação

O Festival de Arte Negra – FAN chega a sua 8ª edição. Entre 25 e 29 de novembro, a cidade recebe oficinas, palestras, mostras, shows e exposições. Com uma bela programação o festival apresenta uma lista seleta de filmes que são assinados por talentosos cineastas negros. Não perca essa bela mostra de arte negra em forma de cinematografia.

Programação da mostra de cinema do FAN 2015

Dia: 25/11/15
• Viva Riva – Local: midiateca/ Praça da Liberdade

Em um país problemático onde tudo está à venda, Riva tem o que todos querem. Sendo um homem com muito carisma e ambição, tenta colocar as mãos no que todos desejam: petróleo. Onde até a igreja é capaz de tudo para conseguir o que quer, Riva terá que agir sem se apaixonar por uma mulher que pertence a outro homem.

• Mostra Kilimanjaro de Cinema Africano – Local: Sesc Palladium

Dia 27: Barcelona ou A Morte
Dia 28: A Pequena Vendedora De Sol
Amor, Sexo e Mobilete.
Dia 29: Angano, Angano – Contos de Madagascar
Exame de Estado
Entrada gratuita, sujeito a lotação

• FAN Indica
Horário: 10h00
Local: Memorial Vale – Midiateca – Praça da Liberdade

Exibição de filmes e documentários com temática Afro.

• Cinema Afro – brasileiro
Horário: 19h30
Local: Centro de Referência da Moda – Rua da Bahia, 1146.

Chico Rei em Movimento – De André Sobral/13’
Chico Rei – Mulheres – de André Sobral/ 3’
Aya de Yopougon (França 2011). De Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação em cores/ 84’.

• Cinema Afro – brasileiro – FANZINHO*
Horário: 09h00/ 14h00
Local: Centro de Referência da Moda – Rua da Bahia, 1146.

Chico Rei em Movimento – De André Sobral/13’
Chico Rei – Congado –De André Sobral /3’
Aya de Yopougon (França 2011). De Clément Oubrerie, Marguerite Abouet. Animação em cores/84’.
https://www.youtube.com/watch?v=7ncetcWlwGc

*Atividade voltada para o público infantil.

• Cinema Afro – brasileiro
Horário: 19h10

Local: Memorial da Vale – Casa da Ópera – Praça da Liberdade

Em um país problemático onde tudo está à venda, Riva tem o que todos querem. Sendo um homem com muito carisma e ambição, tenta colocar as mãos no que todos.

Viva Riva! (Bélgica, França, República Democrática do Congo 2010). De Djo Tunda Wa Munga. Drama em cores/98’.

• Cinema Afro – brasileiro
Horário: 14h00
Local: Memorial da Vale – Casa da Ópera – Praça da Liberdade

A vida, a obra e a ação política do poeta Aimé Césaire mostrando ao público a sua querida Martinica.

L’Île veilleuse (França 2006). De Euzhan Palcy. Documentário em cores/55’.

• Cinema Afro – brasileiro
Horário: 18h00
Local: Memorial da Vale – Casa da Ópera – Praça da Liberdade

Como encontrar “a força de olhar o amanhã” frente às desilusões da descolonização, aos declínios da negritude, às derrotas do terceiro-mundismo, à “doença do desenvolvimento” e à crise planetária?

La Force de regarder demain (França 2006). De Euzhan Palcy. Documentário em cores/52’.

Por Ana Paula Tinoco
logo-04

NO COMMENTS

Deixe uma resposta