Tags Posts tagged with "Cultura"

Cultura

0 593

Em comemoração ao Dia Internacional do Trabalho, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais apresentou, ontem, sob regência do maestro Marcos Arakaki, composições de Strauss e Tchaikovsky. O concerto integra a série “Clássicos no Parque”. Dentre músicas interpretadas destaca-se O Guarani: abertura, de Carlos Gomes.

A apresentação reuniu pessoas de diversas idades. A costureira Vicentina de Paula, 51, aprecia a apresentação a Orquestra acompanhada do sobrinho, Miguel, de aproximadamente oito meses. “Gosto de estar presente, gosto de ouvir”, garante, “também vou quando é realizado no Parque Municipal e levo sempre o Miguel, para acostumar desde cedo a ouvir música de boa qualidade”, conclui.

Vicentina de Paula acompanhada do sobrinho Miguel
Vicentina de Paula acompanhada do sobrinho Miguel

Os amigos Daniel, 16, Heron, 17, e Lucas, 17, são fãs de rock, mas também apreciam música clássica. “Estudo violoncelo há dois anos”, informa Daniel se referindo a um dos instrumentos usados na orquestra. Estudo violoncelo e gosto bastante, eu acompanho esse tipo de evento sempre”, garante Lucas. “Não esperava que o evento tivesse essa dimensão, ainda mais na Praça da Liberdade, não achava que a praça teria acústica para isso”, avalia Heron.

Os amigos Daniel, Heron e Lucas
Os amigos Daniel, Heron e Lucas

Próxima apresentação “Clássicos no Parque” será 05 de junho, às 11horas, em Betim – Praça Milton Campos

Texto: Anelisa Ribeiro e Marina Costa

Foto: Marina Costa

0 463

Cresce na capital mineira a procura por cursos superiores, técnicos e especialização, devido ao mercado competitivo que encontramos ao sair para procurar uma vaga de emprego.

Pensando nisso, a Fundação Clóvis Salgado, considerado o mais significativo centro de produção, formação e aprimoramento cultural de Minas Gerais, busca oferecer aos profissionais e estudantes de artes cênicas e música os cursos de Carreiras Artísticas e Projetos Culturais, que surge pela segunda vez, após a ideia do professor José Márcio.

Hoje o curso tem mais de 90 inscritos para 40 vagas disponibilizadas e amanhã será realizada uma seleção com a presença do professor José Márcio e Lúcia Ferreira da Gerência de extensão. “Ter formação na área é importante, porque vamos discutir a atuação no mercado, lei de incentivo a cultura. Este será um critério para avaliação na seleção”, afirma Lúcia Ferreira.

Os cursos serão realizados às terças-feiras de 16h30 às 18h, na sala de vídeo do Palácio das Artes.

Os cursos têm o objetivo de debater questões da carreira artística, apresentar e tratar das experiências da construção de carreira, relacionar a cultura e políticas públicas de cultura, além de inserir participantes na elaboração e gestão dos projetos.

Os interessados devem se inscrever até amanhã, dia 31 de março pelo e-mail: extensao@fcs.mg.gov.br. Envie nome completo, endereço, e-mail, telefone, formação escolar, formação artística, descrição de suas atividades na área artística e cultural e interesse pelo curso.

Texto:  Thaline Araújo

O último dia do evento, Cultura e Pensamento: Juventude e Ativismo, contou com nomeados comunicadores na mesa de debate. O tema foi “Territórios Solidários na Cultura”, o debate busca a aproximação de agentes e instituições para este diálogo intercultural, tão importante no mundo atual.

O mediador, Ibrahima Gaye, é cônsul honorário do Senegal em Belo Horizonte, produtor cultural e fundador do Centro casa África em Belo Horizonte. Junto com Helder Quiroga, coordenador geral do evento, Luiz Morlote, Presidente da Associação Hermano Saiz de Cuba e Rafael Cantero, coordenador cultural e desenvolvimento da ONG Batá (Espanha) abriram o debate falando da importância da construção de redes solidárias de compartilhamento de experiências, conhecimentos e ações.

A mesa de debate, contou também com representantes de instituições de arte, comunicação e educação. As conversas se dividiam entre o português e espanhol e o público podia interagir com os convidados através de tradutores. Hoje a sede do evento foi o auditório do Centro universitário UNA, no campus da Rua Aimorés. A tarde haverá mais mesa de debate e a noite, durante a festa de encerramento do evento, haverá show com o cantor Chico César. A entrada será gratuita.

imagem-008imagem-004

Por Daniella Lages

Uma das atrações desta manhã, no evento Cultura e Pensamento: Juventude e Ativismo, na Biblioteca Pública Luiz Bessa, e que acontece em quatro pontos de Belo Horizonte, foi o escritor senegalês Boubacar Diop. Ele participou da mesa redonda com o tema “Cultura e Comunicação”.

Um dos maiores escritores e intelectuais africanos de sua geração, Diop é formado em Literatura e Filosofia, é fundador do jornal independente “Sol” e trabalha como jornalista atualmente. Já escreveu peças de teatro, roteiros, contos e ensaios literários. Recebeu o Grande Prêmio da República do Senegal de Literatura por seu romance “Lês tambours de La memoire”, publicado em 1990.

Mestre João e sua esposa Lena Santos vieram participar do debate com o escritor e estavam cheios de expectativas com o evento. “A única coisa de negativo dessas discussões é que elas não chegam às escolas públicas, é preciso debater mais sobre a cultura e o pensamento” contou Mestre João, que é militante nas causas do movimento negro brasileiro e reconhecido mestre de capoeira.

O debate visa promover um diálogo intercultural acerca de questões que permeiam o universo da juventude e das artes no mundo contemporâneo.

Abaixo, foto do trabalho finalizado pelos artistas paulistas Val e Toddy. Eles estarão presentes, hoje, às 15h, para um debate e troca de experiências entre jovens artistas de diferentes nacionalidades.

imagem-014

Lena Santos e Mestre João na Biblioteca Pública Luiz Bessa

imagem-001

Painel feito pelos artistas paulistas Val e Toddy

Texto e fotos Daniella Lages

O Museu Inimá de Paula, localizado na Rua da Bahia, 1201, iniciou hoje o Projeto Criança no Museu. O Núcleo de Arte e Educação do museu, com patrocínio do Mercantil do Brasil, desenvolveram esta atividade voltada para alunos do ensino fundamental.

Dentro da programação – que inclui crianças a partir de sete anos –, os participantes terão oportunidade de passar uma tarde no museu vivenciando atividades desenvolvidas especialmente para esta ação educativa. Visitas guiadas com ênfase na temática “retratos” e “auto-retratos”, material de pesquisa focado no acervo – disponível em download para professores -, atividades práticas desenvolvendo a temática da visita e lanche.

Segundo assessoria do museu, o projeto atenderá mais de 7.000 crianças até dezembro deste ano. No mês de Agosto, os trabalhos produzidos pelos alunos participantes, integrarão uma exposição no Museu Inimá de Paula, para serem exibidos ao público.

fotos-027

Confira no blog do projeto fotos das visitas. Acesse aqui.

Texto e fotos Daniella Lages

0 536

Acontece hoje no Sindicato dos Jornalistas profissionais de Minas Gerais, o lançamento do manual de Comunicação LGBT – lésbicas, gays, bissexuais e travestis – O evento faz parte da IV semana sem Homofobia que começou dia 16 e termina dia 25 com a 13ª parada do orgulho LGBT de Belô, com concentração na Praça da Estação.

Quem promove a semana sem homofobia é o Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual (CELLOS), uma entidade da sociedade civil que luta pelos direitos da população LGBT. Segundo a assessoria da CELLOS, dentro da programação, os maiores destaques são a cerimônia do VI Prêmio Direitos Humanos e Cidadania LGBT e a VI Caminhada de Visibilidade Lésbica.

Durante o lançamento do manual, haverá um seminário com o tema “Noticiando o arco-íris: por uma mídia cidadã e sem homofobia” a partir das 19h.

O sindicato dos jornalistas fica na Avenida Álvares Cabral, 400.

Por Daniella Lages